A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

abril 17, 2015

Quais são as coisas que te fazem feliz?

“Tem dias que a gente se sente, como quem partiu ou morreu…” ou então acordamos cansados, desanimados, não é?

Mas, para você não se sentir assim, acesse o #100happydays – que é um projeto que incentiva as pessoas a enviar uma foto das coisas que as fazem felizes, durante 100 dias. Então, que tal participar? Veja no site como funciona o projeto e envie as suas fotos também. Não deixe o desânimo e o cansaço tomarem conta do seu dia. Pense bem! Sempre temos muitos motivos para sorrir, não é?

Acesse o site http://www.100happydays.com/pt/

1

2 3 4

abril 16, 2015

CGU divulga o 7º Concurso de Desenho e Redação, cujo tema é: “Pequenas Corrupções – Diga não”

Como participar

As instituições e escolas interessadas em participar devem acessar o Portalzinho da Criança Cidadã –  da CGU, onde estão disponíveis o regulamento do concurso, a ficha de participação da escola, a ficha de identificação do trabalho selecionado e os formulários de realização dos trabalhos. Você também poderá acessar tais documentos no texto desse post.

As escolas e os professores deverão desenvolver estratégias de sensibilização e mobilização para debater o tema com os alunos. O trabalho submetido ao concurso deve obrigatoriamente ser realizado em sala de aula; ser confeccionado no formulário padrão, preenchido com todas as informações solicitadas; abordar o tema “Pequenas corrupções – diga não”; ser realizado individualmente; ser inédito e original.

A redação deverá ter no mínimo 20 e no máximo 30 linhas.

Em 2015, a Controladoria-Geral da União (CGU) realiza a 7ª edição do Concurso de Desenho e Redação. Com o tema “Pequenas Corrupções – Diga não”, o objetivo da iniciativa é despertar nos estudantes o interesse por assuntos relacionados ao controle social, à ética e à cidadania, por meio do incentivo à reflexão e ao debate desses temas nos ambientes educacionais. A publicação do edital está prevista para março.

imagem

Na categoria “Desenho”, poderão participar alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Enquanto na categoria “Redação”, poderão participar alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do 1º ao 3º ano do Ensino Médio, incluindo alunos matriculados na modalidade jovens e adultos (EJA). O concurso é voltado a estudantes de escolas públicas e privadas do país.

(more…)

abril 8, 2015

Goiânia, Goianenses e seu Mercado Central

No post anterior falei sobre Goiânia, cidade que me causou encantamento. E neste, vou falar sobre os moradores.

Das cidades que conheço, certamente Goiânia enquadra-se no 1º lugar em simpatia. Vou relatar três casos para ilustrar melhor minha afirmação.

1) saí do Aeroporto Santa Genoveva e atravessei a rua até o ponto de ônibus mais próximo. Eram perto de 20h, estava quente e caía uma garoa fininha. E lá encontrei um Goianense. Logo em seguida chegou um casal, também de São Paulo, que pediu informação para a moradora sobre como chegar num dos setores da cidade, por ônibus. Solícita e simpática, informou que teriam que ir até um terminal e fazer a baldeação para que pudessem ir ao hotel. E os aconselhou a pegar um táxi. Ficava longe e seria trabalhoso fazer o trajeto por ônibus. Em seguida, retirou o celular da bolsa e ligou para um amigo taxista para consultar quanto é que eles pagariam, enfim, deu todas as informações e desejou-lhes boa estadia;

Este slideshow necessita de JavaScript.

2) na sexta-feira Santa resolvi que queria jantar no Setor Oeste. Saí do hotel em que me hospedei que ficava no Setor Aeroporto, caminhei algumas quadras e parei para pedir informação, pois desconfiava que estava andando em sentido contrário. Um simpático Goianiense, o Sr. Mathias, me disse: “você vai a pé filho? Pode ser perigoso! Um minuto que vou pegar as chaves do carro e o levarei até o restaurante” (que ficava na Praça Tamandaré). E assim o fez! Imaginem a minha surpresa; (more…)

abril 7, 2015

Goiânia – a encantadora capital com a maior área verde do Brasil

A cidade foi construída em cima de um trecho de terra rica em cursos d’água. Isto facilitou a implantação de benefícios que proporcionaram a melhoria da qualidade de vida da comunidade. Ter um lago nas proximidades de casa, mesmo que pequeno, é o sonho de moradores de várias regiões da Capital.

Entre a noite do dia 2 e fim da tarde do dia 05 de abril, estive em Goiânia, a passeio. Foi minha segunda estadia na cidade, mas, a primeira, foi a trabalho há dois anos atrás. Com uma área de aproximadamente 789 km², a cidade possui uma geografia contínua, com poucos morros e baixadas, tendo terras planas na maior parte de seu território e sendo banhada pelo rio Meia Ponte. Localizada no centro do estado, foi planejada e construída para ser a capital política e administrativa de Goiás sob influência da Marcha para o Oeste, política desenvolvida pelo governo Getúlio Vargas para acelerar o desenvolvimento e incentivar a ocupação do Centro-Oeste brasileiro. Sofreu um acelerado crescimento populacional desde a década de 1960. A sua arquitetura teve influência do Art Deco, que definiu a fisionomia dos primeiros prédios da cidade, como a estação ferroviária e o Teatro Goiânia.

Este slideshow necessita de JavaScript.


É a segunda cidade mais populosa do Centro-Oeste, sendo superada apenas por Brasília. Situa-se no Planalto Central e é um importante polo econômico da região,sendo considerada um centro estratégico para áreas como indústria, medicina, moda e agricultura. Contudo, tem enfrentado desafios, entre eles a desigualdade social,  índices de crime elevados e o clima seco, por se localizar no cerrado brasileiro. Entretanto, Goiânia destaca-se entre as capitais brasileiras por possuir o maior índice de área verde por habitante do Brasil (elas são cerca de 30% da área total da cidade), ultrapassada apenas pela cidade de Edmonton, no Canadá. Também é a capital brasileira com a melhor qualidade de vida, tendo quase um milhão de árvores em vias públicas, além de diversos parques (são 32 parques e bosques implantados pela Prefeitura de Goiânia) e praças. É uma cidade limpa, bonita, com calçadas, ruas e avenidas largas. (more…)

março 31, 2015

Buenos Aires – prefeitura usa app para queixa de veículos estacionados ilegalmente

Minha amiga, a Lilian, do Blog da Reforma e do Isso é Coisa de Lilly vai gostar desse post. Vou explicar. É porque ela, há anos, utiliza uma espécie de Multa Moral , para pessoas que estacionam em lugares proibidos, vagas de deficientes e idosos etc.

Há quatro meses a prefeitura de Buenos Aires está utilizando um aplicativo para celulares, que permite que o cidadão comum denuncie os motoristas que estacionam em lugares reservados a pedestres, ciclistas ou portadores de deficiência. E não é só flagrar o infrator: tais denúncias fazem com que ele pague pela infração. Só é preciso tirar uma foto do automóvel, escrever o endereço da infração e o número da placa do automóvel e enviar os dados à prefeitura por meio do aplicativo BA Denuncia Vial.

buenos aires

O APP permite que os cidadãos denunciem delitos de trânsito, que são muito comuns, afetando convívio dos moradores e que podem ser facilmente acompanhados de provas fotográficas.

Desde 2011 a prefeitura já incentivou os cidadãos a fichar os infratores por meio de um endereço de correio eletrônico. E naquela época a medida levantou polêmica porque houve quem reclamasse que estava havendo um incentivo para tornar o cidadão em um “dedo-duro”. Mas, de três meses para cá, quando a prefeitura divulgou o aplicativo para celulares, o número de denúncias não para de crescer. No início havia quatro agentes que davam andamento às denúncias e agora serão mais dois. (more…)

março 27, 2015

Curso Cidadania Fiscal – por EaD e gratuito

cidadaniafiscal

O curso Cidadania Fiscal oferece 1.600 vagas para toda a sociedade e faz parte das ações do PNEF – Programa Nacional de Educação Fiscal, através da ESAF – Escola de Administração Fazendária, que é quem gerencia o Programa.

O conteúdo está relacionado ao exercício da cidadania, à ética e à educação fiscal, visando o aprimoramento da relação participativa e consciente entre o cidadão e o Estado e a defesa permanente das garantias constitucionais.

O curso é gratuito, a carga é de 20 horas, que serão cumpridas no período de 2 de abril a 4 de maio, de acordo com a disponibilidade de tempo do inscrito.

As inscrições gratuitas podem ser feitas aqui e seguem até 31 de março.

março 19, 2015

Os cães de minha vida…

Tenho muitos amigos que têm animais. A maioria deles, cães. Os animais ainda dizem muito às pessoas. E dizem do jeito deles: com um olhar sempre meigo, com um sorriso quanto está com a língua de fora, com um abanar de rabo, com latidos de felicidade quando sentem nosso cheiro à distância e sabem que estamos chegando em casa e pulam de felicidade quando entramos porta adentro. Eles nos recebem com euforia e lambidas de carinho e felicidade por estarem novamente conosco.

Bubba, Ro e Endgy

Minhas sobrinhas Rosana e Endgy, com a Bubba Eduarda e seus filhotes!

Um cão transmite tantas mensagens boas quando nos olham no fundo dos olhos como muitos humanos nunca olharam para outros humanos que fica impossível não percebermos o quanto gostam da gente, o quanto sentem a nossa falta, o quanto “morrem” quando morremos. Lembrei disso porque tínhamos o Tico, um mestiço cocker spaniel que era de minha mãe. Quando ela se foi ele ficou muito triste. Ficava horas deitado nos lugares onde ela se sentava. Alguns até morrem mesmo! De fome, de sede, de amargura, de saudade, de tristeza, de melancolia pela falta que sentem de nosso cheiro, de nossa mão dando-lhes afagos, de nosso olhar, de nossos gestos todas as vezes que vamos alimentá-los. (more…)

GEFE/SP – Grupo de Educação Fiscal Estadual promove seminário para dirigentes de escolas públicas em São Paulo

Durante três dias 16, 17 e 18/03), diretores de escolas públicas municipais e estaduais de São Paulo participaram do “V Seminário de Educação Fiscal: A gestão de recursos na escola transformando a comunidade”. O evento foi promovido pelo Grupo de Educação Fiscal Estadual (GEFE/SP), do qual a Receita Federal faz parte ao lado de Órgãos como as Secretarias da Fazenda e da Educação do Estado de São Paulo, a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), a Controladoria Geral da União (CGU), a Escola de Administração Fazendária (Esaf) e a Prefeitura de São Paulo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A abertura do evento, realizada em 16 de março, no auditório da Secretaria da Fazenda, contou com a música do projeto Cantando Oitavas, da 8ª Região Fiscal, que escolheu repertório especial para os educadores.

Gioia Tosi, a representante do GEFE/SP da Receita Federal da 8ª Região Fiscal, fez a apresentação do seminário, explicando a programação. Representantes de parte do GEFE compuseram a mesa de abertura e destacaram o papel da escola na formação do cidadão. “A gente constrói o cidadão em casa e na escola. São os dois principais ambientes. Os professores são praticamente uma pessoa da família“, afirmou Evandro Alpoim Freire, coordenador da CTG – Coordenadoria de Tecnologia e Gestão Estratégica da Secretaria da Fazenda. (more…)

março 18, 2015

Os 123 anos do Arquivo Público do Estado de São Paulo

Em 10 de março de 1892 é criada na Secretaria do Interior a “Repartição Estatística e do Arquivo do Estado” pelo Decreto nº 30. Assim inicia a história do Arquivo Público do Estado de São Paulo (APESP), um dos órgãos públicos mais antigos da administração paulista.  Hoje a instituição comemora seus 123 anos com muitas mudanças e conquistas.

fotoarquivopublico1892

Até o ano de 1906, o Arquivo Público do Estado teve a sua sede instalada na Igreja e Convento do Colégio, onde também ficava o Palácio do Governo e diversas repartições públicas

O Arquivo Público é responsável pela formulação de políticas de gestão documental para o Governo do Estado.  Além disso, a instituição conta com um acervo com mais de 10 km de documentação (equivalente a 12 milhões, aproximadamente) sobre a história do Estado de São Paulo, disponível gratuitamente para consulta à população.

A atividade de arquivo na administração pública é bem mais antiga, surgindo em 1721, pouco tempo depois do desmembramento dos territórios de São Paulo e Minas Gerais. É quando surgem as primeiras notícias da formação de um acervo arquivístico para amparar as decisões de governo. (more…)

março 15, 2015

Facebook – coisas que você não deve fazer por lá!

Tenho muitos amigos e familiares que deram um basta ao Facebook. Não aguentam mais ler tanta coisa da vida privada que não deveriam ser compartilhadas. Só porque você pode escrever de tudo no Facebook, partilhar tudo, não quer dizer que deva fazê-lo. Saiba que há algumas coisas que nem mesmo os seus amigos têm paciência para aturar nas redes sociais. Por isso, a primeira coisa a aprender é: não seja o chato de plantão!

O Facebook é uma comunidade. Amigos próximos, família, colegas, desconhecidos, todos se deparam com as suas publicações ao longo do dia. Se você estiver em um mau dia, é provável que se solidarizem com você. Se o dia for de festa, terá quem festeje virtualmente com você também. Fotos, como sabem, geram mais interações que todo o resto. Mas pense duas vezes antes de escrever coisas do tipo “insultos”. Se você é daquelas pessoas que não gosta do Dia das Mães, detesta o Natal e acha  o Carnaval uma babaquice, é melhor manter-se offline nesses dias do que distribuir comentários depreciativos. (more…)

Próxima Página »

O tema Rubric. Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 386 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: