A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

fevereiro 2, 2016

Reencontro da Turma dos formandos de Geografia da UNESP – Campus de Rio Claro, ano de 1988 – parte 2

Parece inacreditável, mas já perceberam como a vida nos distancia das pessoas? Contra isso temos algo em nosso favor – a tecnologia! Ela é capaz de nos reaproximar novamente!

A não ser com umas seis pessoas, havia perdido totalmente o contato dos amigos de faculdade. E alguns desses seis consegui localizar pelo Facebook. Outros dois mantenho contato desde a faculdade. E mais recentemente uma dessas pessoas me encaminhou um convite para participar de um grupo recém criado no WhatsApp. Conversa vai, conversa vem,  recebi o tão esperado convite para meu primeiro encontro da turma depois de muitos anos, como já relatei aqui em um post na semana passada.

Depois desse primeiro contato, quantas histórias já foram recuperadas por meio de fotos da época e das conversas trocadas – digitadas ou por mensagem de voz!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Há poucos anos, tive a satisfação de fazer contato também pelas redes sociais com a minha turma de colégio e compartilhei com vocês as emoções em alguns posts – um que escrevi e outros que amigos da turma escreveram. São esses momentos que têm um valor inestimável na vida.

Tenho certeza que para o encontro da turma de 1988 do curso de Geografia agendado para o dia 23/04 a sensação final será de que o tempo foi curto demais para colocar os assuntos em dia, que o grupo de 20 e poucas pessoas que lá estarão não poderão falar tudo o que gostariam, que tempo nenhum seria suficiente para isso.

Que nos encontremos mais, que fortaleçamos mais os laços, porque algumas histórias que já ouvi no WhatsApp e as palavras de carinho que estamos trocando, valem cada minuto. E já fico imaginando como será esse reencontro 23 anos depois! (more…)

janeiro 30, 2016

A recordação de uma bela amizade

De 1985 até 2002 fui servidor público do município de Rio Claro e trabalhei no Arquivo Público e Histórico. Naquela época a diretora da Autarquia era a Profª. Dra. Ana Maria de Almeida Camargo, Arquivista e Historiadora, professora na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas – FFLCH/USP, com a qual ainda hoje cultivo uma bela e amizade.

Esse trabalho foi importantíssimo em minha vida profissional, além de que por lá  fiz muitos amigos e também levei amigos da época em que trabalhei na Casa Nevoeiro de Ferragens (entre os anos de 1977 até abril de 1985) os quais viraram assíduos frequentadores de todos os eventos que fazíamos.

Uma dessas amizades que carregarei para lá é este senhorzinho que está comigo na foto abaixo  – Angelo Patrizzi, italiano, chaveiro aposentado da Cia. Paulista de Estradas de Ferro. Era como um avô para mim. Ia frequentemente me visitar no trabalho, apesar de seus 90 e poucos anos. Era muito ativo.

image

Eu, com Angelo Patrizzi, no Arquivo do Município de Rio Claro, em 1987

O Patrizzi morava ao lado da Casa Nevoeiro e desde janeiro de 1977, quando fui trabalhar de vendedor na loja, diariamente ia conversar comigo nos intervalos de atendimento. Contava-me do seu dia a dia, de seus anos de trabalho na oficinas da Paulista, da vida familiar, do casamento com a D. Elvira, que, naquela época já se encontrava meio adoentada. De vez em quando tirava o relógio do bolso, olhava as horas e dizia: “quando eu morrer vou deixar esse relógio para você”. E eu retrucava: “Imagine! E o senhor ainda viverá muitos anos”. (more…)

janeiro 29, 2016

Reencontro da Turma dos formandos de Geografia da UNESP – Campus de Rio Claro, ano de 1988

drumond

Memória – Carlos Drummond de Andrade

Amar o perdido

deixa confundido

este coração.

Nada pode o olvido

contra o sem sentido

apelo do Não.

As coisas tangíveis

tornam-se insensíveis

à palma da mão.

Mas as coisas findas,

muito mais que lindas,

essas ficarão.

Se como diz aquela letra de música que “recordar é viver”, vamos recordar enquanto ainda temos tempo – pois nós somos jovens de cabelos grisalhos. E quando começamos a recordar a gente nem imagina quanto cabe de saudade no peito da gente – há sempre uma saudade puxando outra. Parece mesmo que as saudades andam de mãos dadas.

Há dois dias que não consigo dormir direito. Na última quarta feira fui surpreendido com uma mensagem no WhatsApp. Era um chamado da Adriane Zimiani, amiga de longa data, desde a faculdade. Dizia que algumas pessoas de nossa turma de 1988 do curso de Geografia, UNESP, Campus de Rio Claro/SP, tinham criado um grupo no aplicativo e que combinavam em fazer um encontro no feriado de 21 de abril. Fui adicionado de imediato pelo Haroldo. E logo sendo instigado por um novo contato, por outro, e mais outro, e mais outro. Ontem, com a ajuda de uma amiga que trabalha na Secretaria Estadual de Educação consegui localizar o Aluízio Martins, grande amigo e com o qual havia perdido contato. Após receber a mensagem da Cintia mandei uma mensagem, mas não tinha certeza se era a mesma pessoa. Logo após o SMS veio a resposta: “Sim, sou o Aluízio Martins, que cursou Geografia na Unesp, em Rio Claro”. E logo em seguida recebi uma ligação dele, a qual me deixou emocionado e feliz. (more…)

janeiro 20, 2016

Curso em EaD de Cidadania Fiscal

Curso Cidadania Fiscal

Quando?

De 11/02/2016 a 09/03/2016

Objetivo

Socializar os fundamentos da Educação Fiscal no âmbito do Programa Nacional de Educação Fiscal (PNEF) para o efetivo exercício da cidadania, visando o aprimoramento da relação participativa e consciente entre o cidadão e o Estado e da defesa permanente das garantias constitucionais.

Público-alvo

Sociedade em geral

Tipo de oferta

Curso aberto – grátis

Período de Inscrição

De 11/01/2016 a 10/02/2016

Carga horária

20h

Conteúdo programático

Módulo I: Cidadania e Ética;

Módulo II: Cidadania Fiscal;

Módulo III: Educação Fiscal – um caminho possível.

Número de vagas

100 vagas

Para fazer sua inscrição clique aqui

Facilitadores de aprendizagem

Curso autoinstrucional (sem tutoria)

Contatos

Inscrições gratuitas, clique aqui e realize a sua inscrição.
Realização do curso: 11.02 a 09.03.2016.

 

Caso ainda não seja cadastrado na Escola Virtual da ESAF: Cadastre-se aqui

 

Contato para mais informações:

cidadaniafiscal2016@gmail.com

Cursos on-line gratuitos da Unesp para educadores

Cursos on-line gratuitos da Unesp para educadores

Professores e profissionais da área da educação que querem se atualizar podem se inscrever nos cursos on-line gratuitos da Unesp.

Entre os programas oferecidos destacam-se: Conteúdos e Didáticas de Alfabetização; Didática Geral; Educação e Linguagem na Educação Infantil; Educação e Sociedade; Educação Inclusiva e Especial; Educação Infantil: Abordagens Curriculares; Filosofia da Educação; Ética e Cidadania; Psicologia da Educação; e Política Educacional.


Os cursos são livres, sem tutoria e abertos a todos os interessados.

Não há emissão de certificado, mas o conteúdo pode ser utilizado dentro e fora da sala de aula e é uma oportunidade de o profissional se atualizar frente às novas técnicas de aprendizagem e novidades tecnológicas.

Informações e inscrições: www.unesp.br/unespaberta

janeiro 19, 2016

Berlim – uma cidade para ser vivida e sentida

Em diferentes locais em Berlim detalhes específicos do genocídio são trazidos à tona, monumentos e memoriais são construídas e  a responsabilidade do Estado para  com as vítimas é assumido. Isso não significa que há uma atitude consciente da maioria da população neste sentido ou que todos concordam sobre o assunto. Esquecimento e negação também estão presentes. O que os alemães nunca deve fazer novamente é ensinado nas escolas, mas nada parece o bastante. Sempre há novas maneiras de recordar, para tentar transmitir aquilo que não foi dito.O Muro se foi, mas isso é recentemente. Seus supostos restos ainda são vendidos nas lojas de suvenires juntamente com supostos capacetes militares russos, ou o pequeno escudo com martelo e foice, e os símbolos da antiga RDA. Mas em tudo isso esconde-se a questão: estamos no lado leste ou oeste? Onde estava o Muro? Tudo mudou muito desde 1989, no lado leste. Como muitos monumentos da era nazista, águias e o laurel de estátuas neoclássicas e estádios olímpicos, tudo permanece em seus lugares, apesar de a maioria dos monumentos oficiais da ex-RDA ter desaparecido completamente. Algumas estátuas da era socialista ainda permanecem em avenidas. A mudança na cidade é permanente, e para onde você olha há guindastes. E o que não mudou, como a Alexanderplatz, que para mim não tem nada de especial, deve estar no caminho para que isso aconteça. 

Há cidades monumentais, como Roma e Paris, e há cidades em que precisamos nos inserir em sua história, mesmo que trágica e sangrenta, para vivê-la. Cidades cheias de palácios, fontes, avenidas, estátuas, igrejas, catedrais… e outras em que, mesmo com parte de todas essas atrações, mesmo que destroçadas pela guerra, o que se sente, no momento da chegada, é que são cidades para serem vividas. Em todas as cidades vale a pena passar alguns dias apenas caminhando por suas ruas, visitando as suas lojas e supermercados, museus, lugares emblemáticos e deixando o seu ritmo marcar a visita.Mas, Berlim, não é só mais uma dessas cidades – é a cidade ideal para isso. Claro que além de caminhar por ela, não se pode deixar a capital alemã sem fazer visitas em torno do Unter den Linden – o mais famoso boulevard da cidade, a Brandenburger Tor, ou Portão de Brandemburgo, e visitar o parlamento Reichstag com a sua cúpula de vidro, projetada por Norman Foster. Também é preciso desfrutar a Gendarmenmarkt, que segundo a minha amiga alemã Hannelore, tem um trio de jóias: no centro a sala de concertos Konzerthaus; ao norte da Catedral francesa e no sul o Deutscher Dom, a Catedral Alemã; ou admirar a Schloss Charlottenburg, e o famoso Palácio de Charlottenburg, que não fica tão distante.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Merecem destaque também os rastros que a história recente deixou na cidade: o Muro de Berlim, a East Side Gallery, o Checkpoint Charlie, os bunkers dentro dos túneis do metrô – vendidos aos alemães como capazes de resistir a ataques nucleares e biológicos, a Kaiser Wilhelm Memorial Church – bombardeada pelos aliados e deixada ainda hoje em ruínas no centro da cidade, como parte da memória – ou o Parque Treptower,  cemitério Soviético… E tantos outros lugares de interesse.
(more…)

janeiro 15, 2016

Máster Congelados – o seu cozinheiro em domicílio

Por quê um cozinheiro em domicílio?

Você trabalha todos os dias e não tem tempo para organizar uma refeição de última hora. Algumas vezes podemos ter algum convidado inesperado, mas nem sempre temos tempo de preparar um prato diferenciado.

A proposta da Máster Congelados é o oferecimento de um cardápio moderno e original, elaborado com produtos frescos e condimentados ao seu gosto. O prazer será notado no seu prato.

Alim realiza o cardápio da sua escolha na sua própria cozinha, utiliza seus próprios equipamentos e vasilhas. Todos os condimentos secos utilizados em cada receita são ofertados por ele. Após o trabalho, você terá uma refeição caseira, saudável, equilibrada,  sem conservantes e preparada por um cozinheiro experiente. Tudo ficará acondicionado e etiquetado no seu freezer com perfeição.

O seu cozinheiro em domicílio, cuidará de tudo. Desde o preparo, armazenamento e limpeza. Tudo será colocado de volta no  seu devido lugar.

Outras possibilidades

Você tem convidados em seu aniversário e  prefere desfrutar da presença deles?  Não se preocupe com o serviço da cozinha, ele se ocupará de tudo para você.

Um almoço de negócios e você prefere um lugar mais íntimo como a sua casa? Nada mais prático que contratar um cozinheiro à domicílio.



Como acontece

Primeiro você decide o que vai querer   do cardápio. Consulte aqui:  (as entradas –os principais – especial índia –  as sobremesas).  A escolha é sua, sinta-se à vontade. Apenas precisará indicar a quantidade de porções desejadas para cada prato eleito. (more…)

janeiro 12, 2016

Potsdam – uma jóia rara nas proximidades de Berlim

Situada geograficamente entre bosques e lagos, rodeada de palácios e lendas. Essa é Potsdam, uma bela cidade da Alemanha, onde aconteceu a Conferência de Potsdam (entre 17/07 a 02/08/1945) – na qual foram definidos os novos contornos do mapa geo-político posterior a Segunda Guerra Mundial (foi o centro dos acontecimentos durante a Guerra Fria) – e cidade onde se tomou uma das decisões militares mais brutais de toda a história da humanidade: o lançamento da bomba atômica.

Potsdam é uma pequena cidade que fica há mais ou menos de 30 km de Berlim e chega-se até lá de forma muito fácil e prática – por trem (cerca de uma hora de viagem). Excelente roteiro para um bate e volta de um dia. Ela é conhecida principalmente por seu legado histórico como antiga residência dos reis da Prússia (séc. XIV), por seus diversos castelos e parques incomparáveis. Tem o brilho e a glória da Prússia, a tradição como cidade de grandes mestres da arquitetura e  dos cientistas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Há cerca de 300 anos, a cidade de Potsdam, que era uma guarnição militar, tornou-se uma das residências mais suntuosas da Europa. Os reis prussianos, especialmente Friedrich Wilhelm I e seu filho, Friedrich II, realizaram por lá e em torno da cidade um sonho barroco. Seus sucessores complementaram a paisagem com grandes monumentos do classicismo. Em 1990 foi declarada patrimônio cultural da UNESCO. Ali estão os Jardins de Sanssouci, Neuer Garten, Babelsberg, Glienicke e a ilha Pfaueninsel com seus castelos. Em 1992 juntaram-se a eles o castelo e parque de Sacrow e a igreja Heilandskirche, e em 1999 a lista foi aumentada com mais 14 monumentos, entre eles o castelo e parque de Lindstedt, a Colônia Russa Alexandrowka, o belvedere sobre a colina de Pfingstberg, a estação Kaiserbahnhof e o observatório no parque Babelsberger. São, ao todo, cerca de 500 hectares de parques que incluem 150 edificações do período entre 1730 e 1916. Também vale a pena ser visto o centro histórico de Potsdam. O Alter Markt, a igreja de São Nicolau, ou St.-Nikolaikirche, o jardim Lustgarten, a antiga prefeitura e o antigo palácio municipal formam um conjunto arquitetônico magnífico. No centro da praça Marktplatz há um obelisco de 16 metros de altura onde estão representados os grandes arquitetos de Potsdam – Knobelsdorff, Schinkel, Gontard e Persius. Atrás do mercado, um pouco escondida entre as casas, fica a praça do novo mercado, Neuer Markt, construído nos séculos XVII e XVIII – uma das praças barrocas mais bem conservadas da Europa. Mas há muito mais!

(more…)

janeiro 10, 2016

Dicas para uma viagem econômica

Prometi – e estou sendo cobrado! (rs) de que iria falar sobre como faço o planejamento de minhas viagens – sempre muito econômicas. Então vamos para algumas dicas.

Roteiro da viagem de final de ano

São Paulo/Milão – 08/12, com chegada em 09/12
Milão/Budapeste – entre 09/12 a 14/12
Berlim – 14 a 20/12 (dia 18 Potsdam)
Milão – 20 a 29/12 (dia 24 – Lago de Como e dia 28 – Bérgamo)
Veneza –  bate e volta 26 e 27/12
Milão/São Paulo – 30/12

Este slideshow necessita de JavaScript.

Começando pela passagem aérea – que representa grande parte dos custos da viagem e onde invisto grande parte do planejamento.
Minhas férias são de 30 dias e sempre as divido em dois blocos de 15 – um na metade do ano e outro no final do ano. Sempre procuro tirá-las perto de um feriado e assim ganho dias a mais. Os roteiros sempre são feitos com muita antecedência. Entre doze a 6 meses. Começo a pesquisar preços de passagens em sites confiáveis. Assino o blog Melhores Destinos que sempre tem dicas e pesquisas excelentes! Por exemplo – em 2013 viajei para a Itália pela Ibéria, por cerca de R$ 800,00 reais! (ida e volta, já com as taxas em pesquisa divulgada no site). Portanto, comece a pesquisar os preços e roteiros com bastante antecedência e quando surgir, seja rápido na compra. Dica – o Melhores Destinos tem aplicativos para Iphone e Android. (more…)

janeiro 8, 2016

Roteiro gratuito Giro Cultural da USP, “A USP e a São Paulo modernista”!

giro

Atenção: As inscrições para as saídas de janeiro e fevereiro de 2016 estão esgotadas.

Em breve, inscrições para março!

A USP e a São Paulo Modernista é o primeiro roteiro do GIRO CULTURAL USP realizado fora da Cidade Universitária. Com ponto de partida na estação Alto do Ipiranga do Metrô, o passeio tem início no Museu Paulista, no bairro do Ipiranga, passando pelo centro da cidade, onde destaca as principais edificações modernistas, como o Edifício Copan, do arquiteto Oscar Niemeyer. O ponto de parada seguinte é o Teatro Municipal, na Praça Ramos de Azevedo. O passeio termina no Museu de Arte Contemporânea da USP, no Parque do Ibirapuera.

Inscreva-se!!

O roteiro Modernista da USP está com inscrições abertas para as saídas deste mês  janeiro! Garanta já a sua vaga! O roteiro é gratuito e aberto a todo o público interessado.

A viagem no tempo e no espaço começa na área externa do Museu Paulista e no Parque da Independência, marcos da história nacional. Venha conhecer um pouco mais o Parque e seu jardim francês. Inscreva-se gratuitamente para as saídas de janeiro de 2016.

giro1

Museu do Ipiranga, primeiro ponto de parada. Foto: Carla Christiani

Giro.

Segunda parada do roteiro, Teatro Municipal. Foto: Carla Christiani

O passeio conta com uma equipe de mediadores composta por historiadores, antropólogos, sociólogos e arquitetos, além de um guia com cadastro no Ministério do Turismo. Todo o trajeto é percorrido em um ônibus equipado com recursos multimídia para uso durante o roteiro. Confira mas informações. (more…)

Próxima Página »

O tema Rubric. Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 537 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: