A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

fevereiro 23, 2021

Villa Grazioli em Grottaferrata, de uma villa nobre a uma residência histórica

Villa Grazioli, Grottaferrata – Créditos das fotos: https://bit.ly/3auRRyZ

Quem não gostaria de passar um fim de semana em uma antiga vila nobre , sem abrir mão do conforto da vida moderna? Na Villa Grazioli, em Grottaferrata, você pode! A residência do antigo cardeal é uma das doze Villas Tuscolane, localizadas no território dos Municípios de Frascati, MontePorzio Catone e Grottaferrata, na área de Castelli Romani . Em Grottaferrata estão Villa Muti-Arrigoni e Villa Grazioli: ao contrário da primeira, esta última pode ser visitada e nós, no fim-de-semana passado, tivemos o prazer de a conhecer.

Ao contrário da maioria das Villas Tuscolan, atualmente inacessíveis, Villa Grazioli nos últimos anos passou por cuidadosas obras de restauração que a adaptaram a uma instalação de alojamento turístico; é, portanto, acessível ao público que pode apreciar suas belezas histórico-artísticas e paisagísticas, e vivê-la em uma experiência de 360 ​​graus. A villa, de fato, uma das mais ricas em termos artísticos entre as Villas Tuscolan, situa-se na fronteira entre Grottaferrata e Frascati num parque de cerca de 15 mil metros quadrados, com vista para o campo em torno de Roma.

Assim, vamos descobrir juntos as origens e a história deste património cultural inestimável do nosso território, a dois passos de Roma, protegido desde 1913 pela Superintendência de Belas Artes, pelos seus notáveis ​​valores artísticos.

Villa Grazioli, residência do cardeal do final do Renascimento, com origens romanas antigas

(more…)

janeiro 23, 2020

Prefeitura de São Paulo inicia projeto-piloto de visitação aos parques naturais

Serão 05 unidades de conservação, sendo quatro na zona sul e uma na zona leste. São elas: o Parque Natural Municipal Itaim, Parque Natural Municipal Bororé, Parque Natural Municipal Jaceguava, Parque Natural Municipal Varginha, na zona sul, e o Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo, na zona leste. São áreas gigantescas – o tamanho do Parque Natural Municipal Itaim equivale a quase 500 campos de futebol, e as cinco unidades juntas somam mais de 2 mil hectares!


A Divisão de Gestão das Unidades de Conservação (DGUC) da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA) iniciará em janeiro de 2020 um projeto inédito de visitação piloto aos Parques Naturais Municipais (PMNs), até então visitados exclusivamente mediante agendamento prévio. A atividade terá início no dia 14 de janeiro, com o PNM Itaim, contemplando quatro PNM da região sul. No dia 4 de fevereiro, entra na agenda o PNM Fazenda do Carmo, na zona leste, com visita sempre às terças-feiras.

O objetivo é oferecer à população a possibilidade de visitar áreas com a presença de remanescentes de Mata Atlântica, realizando trilhas e participando de outras atividades educativas voltadas à sensibilização para a conservação da biodiversidade. O projeto contempla quatro parques naturais em janeiro (Itaim, Jaceguava, Varginha e Bororé) e mais um em fevereiro (Fazenda do Carmo), sempre prevendo um dia da semana para cada espaço.

Piloto
A primeira visita monitorada está prevista para o dia 14 de janeiro, uma terça-feira, às 10h, no PNM Itaim, região sul de São Paulo – cada parque terá seu dia fixo de visitação, conforme a agenda/quadro abaixo. Para surpreender o visitante, em cada um deles foi implantada uma trilha, de acordo com suas características físicas, capacidade (número de visitantes simultâneos) e grau de dificuldade. Técnicos do Herbário Municipal e da Divisão da Fauna Silvestre contribuíram para identificar a vegetação e os animais que podem ser avistados ao longo das trilhas, definindo assim seus atrativos. Como a visita será monitorada, as informações complementares serão fornecidas ao longo da caminhada.

Mas as atrações vão além do que os olhos podem definir. Em números, os Parques Naturais Municipais da zona sul possuem mais de 1500ha de remanescentes de Mata Atlântica. Os parques atualmente contam com gestores e equipes terceirizadas de manejo e vigilância. 

(more…)

janeiro 14, 2020

13 prédios icônicos do Centro de São Paulo para você visitar

Sabe aquele dia que você quer passear, mas não quer gastar muito?

E se a gente te contar que pode visitar diversos prédios históricos da capital, chegar de metrô e andar entre um e outro a pé, em caminhadas de poucos minutos. Vários desses prédios abrigam hoje centros culturais, com programação de excelente qualidade, muitas vezes de graça ou pagando muito pouco. E em alguns deles você ainda pode ter vistas incríveis da cidade. Dá uma olhada nas nossas opções para aproveitar o que o Centro de São Paulo tem de melhor. E anote as dicas de transporte para se locomover sem estresse.

1. CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil

Bem no coração da história de São Paulo, fica este belíssimo edifício de 1901 com mais de quatro mil metros quadrados e quatro andares. O espaço abriga shows, teatro, exposições, cinema e outras manifestações artísticas. Sempre tem alguma programação rolando e as exposições são sempre excelentes – e gratuitas. No andar térreo há um café aconchegante e uma loja com artigos culturais, e no terceiro andar um restaurante.

CCBB Centro SP

Rua Álvares Penteado, 112
De quarta a segunda, das 9h às 21h
Terças é fechado
Telefone: (11) 3113 3651

COMO CHEGAR: Desça na estação Sé do metrô (linha vermelha) e ande em direção à Rua Quinze de Novembro, depois vire à esquerda na Rua da Quitanda.

2. Farol Santander

O prédio mais alto do país está de cara nova! Inaugurado no aniversário de São Paulo de 2018, o edifício de 35 andares hoje oferece exposições temporárias de arte contemporânea e uma instalação contando a história do prédio e da cidade. Tem ainda uma pista de skate e um café no mirante, com vista para a cidade. É preciso comprar ingresso pela internet, por este link.

Farol Santander Centro SP

R. João Brícola, 24
De terça a sábado, das 9h às 20h
Domingo das 9h às 19h
Segunda é fechado
Telefone: (11) 3553-5627

COMO CHEGAR: Desça na estação São Bento do metrô (linha azul), ande na direção da Rua Boa Vista e chegue a Rua João Brícola.

3. Bolsa de Valores

O coração financeiro de São Paulo está aberto ao público e dá a oportunidade para que você conheça como funciona um mercado de ações. Além da imponência do prédio, é possível fazer uma visita guiada e entender como funciona o mercado de ações de uma das maiores bolsas do mundo.

Bolsa de Valores Centro SP

R. Quinze de Novembro, 275
Segunda a sexta, das 9h às 17h
Sábados e domingos é fechado
Telefone: (11) 2565-4000

COMO CHEGAR: Desça na estação São Bento do metrô (linha azul), ande na direção da Rua João Brícola. Agora é só ir em direção a Rua Quinze de Novembro.

(more…)

novembro 28, 2019

50 coisas que você tem que fazer em São Paulo pelo menos uma vez na vida

Fonte: Guia da Semana – https://www.guiadasemana.com.br/

Quem mora em São Paulo (ou conhece bem a cidade) sabe que existem programas quase que obrigatórios. Não por serem badalados ou algo do tipo, mas pelo fato de que oferecem diferentes pedacinhos do melhor da capital.

Pensando nisso, o Guia da Semana listou 50 coisas que você tem que fazer em SP pelo menos uma vez na vida. Confira:

* Vale lembrar que diante da imensidão de nossa cidade, existem muitos outros lugares e programas incríveis que não estão na lista. Esta é apenas uma das muitas possibilidades de seleção. Caso você ache que algum local deveria estar na matéria, sugira nos comentários.

FAZER UMAS COMPRINHAS NA 25 DE MARÇO

Faça chuva ou faça sol, a Rua 25 de Março está sempre lotada. Tradicional quando o assunto é compra barata, o local, que oferece artigos decorativos, passando por bijuterias, calçados, óculos, roupas, tecidos, utensílios domésticos, guarda-chuvas, equipamentos eletrônicos e muitas bugigangas.

TOMAR UMA CERVEJA NO TRADICIONAL BAR BRAHMA CENTRO

Bar Brahma do Centro era reduto de intelectuais, músicos e políticos nas décadas de 50 e 60. O bar foi resgatado em 2001 pelos empresários Álvaro Aoas e Luis Marcelo, e hoje aposta temporadas fixas de nomes da velha-guarda do samba ou MPB em seu salão principal.

São cerca de 1500 apresentações por ano. Entre elas, destaque para artistas como Cauby Peixoto, Demônios da Garoa, Mariana Belém e Elza Soares. Para beber, escolha entre as boas caipirinhas e o chopp Brahma.

AZER UM HAPPY HOUR EM UM DOS BARES DA AUGUSTA E ESTICAR PARA BALADA

A região da rua Augusta sempre teve e sempre terá uma das noites mais vivas da cidade de São Paulo. Seus bares e casas noturnas recebem gente de todos os estilos e é abrigo para qualquer um que queira curtir as melhores baladas e bons momentos no happy hour.

Sugestões: Caos, Ibotirama, Igrejinha, Violeta Bar, Bar Augusta 472, Exquisito, Tex, The Pub, Dona Teresa…

(more…)

novembro 21, 2019

As 50 comidas e bebidas mais lembradas de Sampa

As 50 comidas e bebidas mais lembradas de SAMPA foram reunidas em uma lista. Quantas delas você já experimentou?

Veja e faça seu ranking!
1 — Feijoada — do Sujinho, na Consolação
2 — Pastel com Caldo de Cana — da Barraca do Zé, na Feira do Pacaembu
3 — Sanduíche de Pernil — do Bar Estadão, Viaduto Nove de Julho
4 — Bauru — do Ponto Chic, no Largo do Paiçandu
5 — Disco de Fraldinha — do Lambe-Lambe, em Higienópolis
6 — Pão de Queijo com Carne de Panela — da Venda Baianeira, na Barra Funda
7 — Picadinho — do Bar da Dona Onça, na Avenida Ipiranga
8 — Coxinha — do Veloso, na Vila Mariana
9 — Croissant de Chocolate — da Benjamin, em Higienópolis
10 — Virado à Paulista — do Bar do Vardemá, na Mooca
11 — Dadinho de Tapioca — do Mocotó, na Vila Medeiros
12 — Talharim à Corano — da Cantina Piolin, na Rua Augusta
13 — Sanduíche de Mortadela com Pão — do Mercado Municipal
14 — Esfiha de Carne — da Esfiha Juventus, na Mooca
15 — Batida de Maracujá com Limão — do Cu do Padre, em Pinheiros
16 — Hambúrguer — do Seu Oswaldo, no Ipiranga
17 — Mousse de Chocolate — do L’Entrecôte d’Olivier, na Avenida Lorena
18 — Espaguete à Carbonara — da Famiglia Mancini, na Rua Avanhandava
19 — Penne do Bruno — da Cantina C… Que Sabe!, no Bixiga

(more…)

setembro 8, 2019

Assis – a cidade de São Francisco

Em fevereiro desse ano realizei um de meus maiores sonhos: ir até Assis, na Itália. De Perúgia, fui para lá de trem até a frazione Santa Maria degli Angeli. E lá tem a basílica de Santa Maria degli Angeli  – a qual é uma basílica papal situada numa planície no sopé de uma colina em Assis. Foi construída em estilo maneirista entre 1569 e 1679 à volta de uma pequena igreja do século IX, a Porciúncula, o local mais sagrado para os franciscanos, pois foi nela que o jovem Francisco de Assis compreendeu sua vocação e renunciou o mundo para viver em pobreza entre os pobres, iniciando o movimento franciscano. Mas, sobre a Porciúncula e Santa Maria degli Angeli falarei em outro post. Agora gostaria de centrar sobre a Basílica de São Francisco de Assis.

Visitar a Basílica é uma experiência inesquecível. Talvez porque ela seja rodeada de paisagens espetaculares ou porque, nela, a gente sente a presença do santo em cada canto.

A igreja foi tombada como patrimônio da humanidade pela Unesco e está construída no mesmo local onde São Francisco quis ser sepultado: uma colina que, na época medieval, era chamada de Collis Inferni (Colina do Inferno), pois ali eram enterrados os corpos dos condenados à morte. Depois de ser colocada a primeira pedra para a construção da basílica, a colina foi rebatizada de Collis Paradisi (Colina do Paraíso).

(more…)

agosto 27, 2019

Triângulo SP promove o Festival do café, com degustações e shows

Fonte: http://www.capital.sp.gov.br

Não é por acaso que São Paulo foi chamada na história de cidade dos barões do café. A própria pujança econômica da metrópole vem de uma época em que o café era o principal produto produzido aqui.

Mas o paulistano também é um apreciador da arte de beber café. E no próximo final de semana, nos dias 29, 30 e 31 de agosto, poderá percorrer a região central da cidade fazendo justamente isso: beber café.

Fonte/imagem: Blog A Vida No Centro

O Festival do Café, uma iniciativa da Secretaria Municipal do Turismo, alia as principais cafeterias da região central ao prazer de assistir a shows intimistas e passear pelo Triângulo SP, o chamado centro histórico da cidade, compreendido entre a Praça da Sé, o Largo São Francisco e o Largo São Bento.

“O Triângulo SP é um recorte dos principais pontos turísticos do Centro Histórico. O Festival é uma iniciativa para que o paulistano conheça a região e a relação que esses atrativos têm com a história do café”, comenta o Secretário de Turismo, Orlando Faria.

 Confira a programação completa do Festival:

(more…)

agosto 21, 2019

Raul Seixas – 30 anos sem o Maluco Beleza!

Raul Seixas teria hoje 74 anos e poderia continuar sendo “uma metamorfose ambulante”, sem ter “aquela velha opinião formada sobre tudo”. Ou então, ao contrário de tudo o que pregava para si mesmo na letra de outra canção, “Ouro de Tolo”, estar sentado “no trono de um apartamento, com a boca escancarada cheia de dentes, esperando a morte chegar”.

Fonte da imagem acima: https://www.urbanarts.com.br

Com morte prematura, há exatos 30 anos, Raul Seixas é um mito que permanece vivo e que a cada dia conquista novos fãs, de todas as idades. É um ícone do rock brasileiro, que sucessivas gerações cultuam de forma espontânea, sem nenhuma estratégia de marketing neste sentido, como é comum nas últimas décadas com diversos ídolos do cenário pop mundial. Tanto que há cada ano, no dia 21 de agosto o centro histórico de São Paulo festeja e muitas pessoas se dão um tempo para ver ou participar da passeata Raul Seixas.

A Lei nº 14.373 de 16 de abril de 2007 – ( autoria de Carlos Giannazi), instituiu o Dia para sempre Raulzito, a ser comemorado anualmente na data de 21 de agosto, e dá outras providências.

Há exatos 30 anos, eu e meu grande amigo Geraldo Ardonde Junior, de Rio Claro/SP, estávamos com um grupo de turistas nas Termas de Epitácio, no município de Presidente Epitácio, no interior de São Paulo, quando o serviço de auto falantes local começou a tocar Raul logo depois do anúncio de sua morte. Foi um choque para todos!

#raulseixas #passeataraulseixas2019 #malucobeleza #saopaulo#theatromunicipalsp 
#diadasaudade Passeata Raul Seixas – Dia da Saudade em Theatro Municipal de São Paulo.

Raul Santos Seixas (1945-1989) foi um músico, cantor e compositor brasileiro, considerado um dos principais representantes do rock no Brasil.

Raul Seixas nasceu em Salvador, Bahia, no dia 28 de junho de 1945. Admirador do Rock and Roll, fundou o primeiro fã clube de Elvis Presley, no Brasil. Em 1962, criou o grupo “Relâmpagos do Rock”, que depois com nova formação passou a se chamar “Os Panteras”.

Em 1973, Raul lançou seu primeiro disco solo, intitulado “Krig-há, Bandolo”, com músicas feitas em parceria com Paulo Coelho, que se tornou seu parceiro musical. Desse disco, várias músicas fizeram sucesso, entre elas: “Ouro de Tolo”, “Mosca na Sopa”, “Metamorfose Ambulante” e “Al Capone”.

Em 1974, Raul Seixas, junto com Paulo Coelho, criou uma Sociedade Alternativa, um conceito de sociedade livre inspirada no ocultista Aleister Crowler, que foi tema de uma de suas canções do disco “Gita” (1974). Durante os shows de promoção do disco, distribuíam panfletos sobre a sociedade, foram caçados pelo DOPS, presos e exilados nos Estados Unidos.

Em 1975 termina o exílio. Nesse mesmo ano, o disco Gita já havia vendido mais de 500 mil cópias. Entre as músicas do álbum se destacaram “Sociedade Alternativa”, “Medo de Chuva” e “Super Heróis”. Lança ainda o álbum “Novo Aeon”, com destaque para as músicas “Tente Outra Vez” e “Eu Sou Egoísta”.

Em 1976, Raul Seixas lança o álbum “Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás”, com algumas canções de temática mística como “Canto Para Minha Morte” e “Ave Maria da Rua”. A faixa título foi um dos grandes sucessos do cantor. Em 1977 lança “O Dia em Que a Terra Parou”, com dez faixas, entre elas, “Maluco Beleza”, música que lhe valeu o apelido.

Entre os diversos lançamentos de Raul Seixas, o último, “A Panela do Diabo”, em parceria com o roqueiro Marcelo Nova, foi lançado em 1989, ano de sua morte.

Raul Seixas enfrentou sérios problemas de saúde pelo consumo de álcool, falecendo em São Paulo, no dia 21 de agosto de 1989.

agosto 9, 2019

Tour a Pé – Nos passos de Frei Galvão

Caminhada partindo do Santuário São Francisco com destino ao Mosteiro da Luz
Frei Galvao
Data: 07 de setembro de 2019, às 10h.
Facilitador: Frei Alvaci Mendes da Luz, OFM
mos Mosteiro da Luz

Sobre o Tour a Pé
Tour a Pé – Nos Passos de Frei Galvão, foi pensado e idealizado com o objetivo de conhecer melhor a história de São Paulo e da vida de Frei Galvão, o primeiro santo brasileiro.Duração: 2 horas.

Caminhada de aproximadamente 2,4 km, onde percorreremos alguns pontos do Centro Histórico da Cidade de São Paulo, com paradas para fotografias e comentários. (Recomenda-se o uso de roupas e calçados confortáveis)
Investimento: R$ 30,00.
Itinerário
Igreja São Francisco
Igreja Santo Antônio – Patriarca
Mosteiro de São Bento
Antigo Seminário Arquidiocesano
Mosteiro da Luz
Facilitador
Frei Alvaci Mendes da Luz é frade franciscano, licenciado em Filosofia pelo Instituto São Boaventura (FAE), em Curitiba (PR) e bacharel em Teologia pelo Instituto Teológico Franciscano, em Petrópolis (RJ).
Desde 2018, faz a Visita Monitorada ao Conjunto Franciscano do Largo São Francisco.
Contato e Outras Informações
Telefone: (11) 98264-3297
E-mail.: alvaci@gmail.com

Investimento
R$ 30,00
Paga pagar, clique aqui

Para se inscrever, clique aqui

abril 16, 2019

Stonehenge: eu fui!

Stonehenge, no sul da Inglaterra, está entre os sítios arqueológicos mais emblemáticos do mundo e um de seus maiores enigmas. O círculo megalítico na Planície de Salisbury inspira temor e fascinação – mas também intenso debate, cerca de 4.600 anos depois de ter sido construído por antigos britânicos que não deixaram nenhum registro escrito. Em minhas últimas férias estive visitando o local, acompanhado de Carlos André dos Santos e Luíza, sua filha, que gentilmente apresentaram-me o lugar fantástico e cheio de energia!

O misterioso passado do monumento gerou inúmeras histórias e contos. Segundo o folclore, Stonehenge foi criado por Merlin, o mago da lenda arturiana, que transportou magicamente as pedras maciças da Irlanda, e seres gigantes montaram o círculo. Outra lenda diz que os dinamarqueses invasores ergueram as pedras, e outra teoria diz que eram as ruínas de um templo romano. As interpretações modernas não são menos fantasiosas: alguns argumentam que Stonehenge é uma área de pouso de espaçonaves para alienígenas, e ainda mais dizem que é um símbolo gigante de fertilidade na forma de genitália feminina.

(more…)
Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Alimmentos

congelados 100% veganos

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: