A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

outubro 22, 2019

Mapa digital da cidade de São Paulo

Fonte: https://www.archdaily.com.br

Com mais de 1,3 milhão de acessos no ano passado, a plataforma GeoSampa, mapa digital em formato aberto da cidade de São Paulo, tem ampliado seu alcance desde que foi criado em 2016. O resultado demonstra que o portal permanece como referência em dados geoespaciais de São Paulo, fortalecendo, assim, a transparência do poder público – uma das diretrizes do Plano Diretor Estratégico.

Nesta edição, o SPlica te ajuda a usar o Geosampa, mapa digital em formato aberto da cidade de São Paulo. É possível encontrar na plataforma, dados sobre equipamentos públicos, fiscais, geolocalização, trânsito, patrimônio cultural e muito mais sem sair de casa

Um dos motivos para esse sucesso é o conteúdo disponibilizado e constantemente atualizado pelas secretarias responsáveis, entre elas Saúde, Habitação, Assistência Social, Educação, Transportes, Cultura, Verde, Segurança Urbana, Fazenda, Esporte e Urbanismo. A praticidade proporcionada pela plataforma é outro diferencial, visto que o munícipe pode encontrar dados sobre um equipamento público, dados fiscais ou zoneamento sem sair de casa. Pode-se destacar ainda o canal de atendimento ao munícipe oferecido pela equipe do GeoSampa, acessível pelo próprio site.

(more…)
Anúncios

São Paulo – Hospitais públicos veterinários

A cidade de São Paulo, em parceria com a Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (ANCLIVEPA-SP) disponibiliza aos moradores da capital dois hospitais públicos veterinários para o atendimento de Urgência e Emergência de cães e gatos. Localizados nas zonas Leste e Norte da cidade, os equipamentos funcionam de segunda a sexta-feira, com retirada das senhas para atendimento das 6h às 10h.

Os hospitais oferecem consultas, cirurgias, exames laboratoriais, medicação e internação. São prestados atendimentos em nove especialidades: clínica geral, oftalmologia, cardiologia, endocrinologia, dermatologia, neurologia, oncologia, ortopedia e odontologia.

(more…)

outubro 14, 2019

Brasil, quando imigrantes italianos substituíram escravos: viagem ao centro de acolhimento em São Paulo

A cidade de São Paulo, no Brasil, é a maior metrópole do hemisfério sul. Além disso, é também o centro econômico mais desenvolvido do hemisfério sul, além de ser a estrela guia da América Latina. Uma megalópole que tem mais de doze milhões de habitantes apenas na área urbana. 

No entanto, há apenas 150 anos, São Paulo era uma cidade pequena. “A chegada de uma grande quantidade de imigrantes mudou e moldou a cidade”, diz Angélica Beghini, historiadora à frente da equipe de pesquisa do Museu de Imigração do Estado de São Paulo. A maioria desses imigrantes era de nacionalidade italiana. 

Eles desembarcaram no porto de Santos e chegaram ao centro de recepção diretamente de trem. Antes do embarque, muitos já haviam assinado um contrato de trabalho aqui. Após a abolição da escravidão, o governo brasileiro organizou uma grande máquina de propaganda para atrair nova mão-de-obra para substituir os escravos. Os novos trabalhadores tinham que ser preferencialmente brancos e europeus, de modo que o “recrutamento” já estava começando do outro lado do hemisfério “, segundo Angélica. 

Os italianos chegaram em massa em São Paulo, tanto que hoje, mais ou menos, um em cada três paulistas tem origem italiana. Sua chegada moldou a cidade não apenas do ponto de vista econômico, mas também do ponto de vista sociocultural, reduzindo o crescimento do centro mais importante do hemisfério sul. 

Vídeo Por Mario Di Ciommo, do repubblica.it

outubro 11, 2019

Palestras de Educação Fiscal e Transparência na Escola do Parlamento, de Osasco

Buscando conscientizar os servidores municipais de Osasco, bem como a sociedade em geral, por meio do tema “Educação Fiscal e Transparência”, o Grupo de Educação Fiscal Estadual (GefeSP), coordenado pelo Centro de Educação Fiscal (CEF) da Escola de Governo (Egesp), da Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo,  promoverá palestras nos dias 21, 23, 25 e 30 de outubro, no Plenário da Câmara Municipal de Osasco.

Esta ação foi organizada pelo Representante Regional de Educação Fiscal da DRT-14 – Osasco, Silas Ferraz, que fez as tratativas junto à Escola do Parlamento de Osasco.

Seguem abaixo a programação e informações sobre os palestrantes.

Serviço:

Local: Plenário “Tiradentes” (Câmara Municipal de Osasco) – Avenida dos Autonomistas, 2607 – Centro – Osasco/SP

Link para inscrições: https://bit.ly/2mJeKIu

Capacidade: 100 lugares

Obs.: Quem não fizer a inscrição poderá assistir as palestras, desde que haja disponibilidade de lugares no Plenário

outubro 1, 2019

Rede Amigo do Idoso de São Paulo

A população brasileira está envelhecendo e de olho nisso, a  Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino, Tecnologia e Cultura (FAPETEC) lançou a Rede Amigo do Idoso de São Paulo (RAISP). A ação voltada para o público com 50+ atuará em duas vertentes – digital e presencial.

O projeto, certificado pela Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo e pelo Conselho Estadual do Idoso, tem como objetivo promover o diálogo permanente entre o governo, os conselhos municipais, a sociedade civil, a iniciativa privada e a população.

O Portal www.raisp.org.br, com informações e serviços para a inclusão digital do público 50+ através do acesso à informação, ao conhecimento e a interatividade via web. A Rede RAISP também integrará a população 50+ com o governo e a sociedade civil.

(more…)

setembro 30, 2019

Programa SP Amigo do Idoso: o que é

Fonte: http://www.desenvolvimentosocial.sp.gov.br/portal.php/programas_spamigodoidoso

No Estado de São Paulo a transformação na estrutura etária populacional já é uma realidade. Hoje a população idosa representa 13,19% da população total (cerca de 5,6 milhões de pessoas), segundo dados de 2015 da Fundação SEADE – Fundação Sistema Estadual de Análises de Dados. Em algumas regiões, os índices de envelhecimento são bastante elevados como as regiões Noroeste, Baixada Santista e Grande São Paulo.

Para enfrentar esse desafio, o Governo do Estado de São Paulo instituiu pelo Decreto nº 58.047 de 15 de maio de 2012, o Programa que desenvolve ações intersecretariais baseadas no conceito do envelhecimento ativo da Organização Mundial de Saúde distribuídas em quatro eixos: proteção, educação, saúde e participação da população idosa do Estado.

Como funciona

– São 11 Secretarias de Estado envolvidas e o Fundo Social de São Paulo, sob a coordenação da Secretaria de Desenvolvimento Social.

(more…)

setembro 23, 2019

É primavera!

Hoje, dia 23 de setembro, às 4h50, nesta nossa parte do mundo deu-se o início da Primavera. No ritmo das estações, tudo começa a ficar com maior viço. O canto dos passarinhos fica mais forte e mais bonito, as plantas começam a verdejar e, a despeito de todas as dores e lutas, também as pessoas parecem florescer mostrando-se mais alegres.

Jacarandá Mimoso

Um dia, num passado bem distante, os povos do norte invadiram essa “Terra Brasilis” e soterraram a cultura autóctone, trazendo um novo Deus e santos desconhecidos. A caminhada através dos tempos já tratou de mostrar que na profusão de deuses e deusas que co-existem nas mais variadas culturas, o que fica como certeza final é de que esta terra é sagrada e cabe a nós cuidar para que ela siga firme, com saúde, e que nós somos os responsáveis dela ser um lugar bom de viver. Essa é a Eko Porã do povo Guarani (terra boa e bonita para todos).

Virgínia Rosin Calore Martini – minha avó paterna e suas Rainhas Margaridas

Esse tempo ainda não chegou – pois proliferam as guerras, os povos precisam migrar de um lado para outro buscando sobreviver em meio à destruição causada pelo capital. Mas, em cada ser que vive e brilha a indefectível esperança. Esperemos que chegue um dia em que todos poderão dançar para Pacha Mama, Viracocha, Inti, Quetzalcoalt, Istsá Natlehi, Wakan Tanka, Krisna, Jesus, de braços dados, como irmãos. E a terra será bela, e o banquete repartido.

(more…)

setembro 22, 2019

As ervas medicinais e os dons de meu pai como erveiro

Em homenagem ao Dia da Árvore, ao meu pai, e à natureza!

Quem já passou pelo “A Simplicidade das Coisas” conhece minhas origens, a história de minha família, toda ligada com a imigração italiana do final do século XIX e minha identidade e paixão pela natureza, grande parte dela herdada de meu pai, Antonio Martini, que congregava saberes sobre centenas de plantas medicinais. O trabalho com as ervas medicinais tradicionais era um de seus objetivos de vida. Sua história foi registrada desde sempre pelo convívio com as pessoas mais velhas e mais velhos bebendo desses aprendizados nos sítios e fazendas onde nasceu, cresceu e viveu grande parte de sua existência.

Meu pai, Antonio, com o xará dele, o Tony – quando dei esse nome ao cão foi o maior blá-blá-blá lá em casa!

A mais clara lembrança de infância que tenho é de um quintal sempre florido e onde não havia uma flor ou planta que não servisse como remédio. Era uma cultura  tradicional que destacava a importância da aliança entre a ciência e o saber tradicional. Hoje penso que devemos cobrar a maior valorização para os erveiros que tanto contribuem para a saúde e o registro dos saberes ancestrais.

(more…)

setembro 19, 2019

Fontaneto d’Agogna – a terra dos Grazioli

MUNICIPALIDADE DE FONTANETO D’AGOGNA

Fontaneto d’Agogna é uma comuna italiana da região do Piemonte, província de Novara, com cerca de 2.741 habitantes. Estende-se por uma área de 21 km², tendo uma densidade populacional de 121 hab/km². Faz fronteira com Borgomanero, Cavaglietto, Cavaglio d’Agogna, Cavallirio, Cressa, Cureggio, Ghemme, Romagnano Sesia, Suno.

Brasão de Fontaneto d”Agogna

Nome dos residentes : Fontanetesi
Número de habitantes : 2741
Altitude : 0 msldm;
Área : 21 km²
Festival do Santo Padroeiro : 15/8/2019
Site oficial Sant’Alessandro : http://www.comune.fontaneto.no.it

HISTÓRIA E TERRITÓRIO

Os primeiros assentamentos remontam, na era neolítica, na Baragge del Monteregio, ao longo das colinas e cursos de água e, na época romana, ao longo dos rios Sizzone e Agogna. O nome de Fontaneto deriva de fontanili. Entre os destaques do lugar temos: a fundação se deu por volta de 908, oriunda de um castro e mosteiro beneditino; o sinodo per la condanna della pataria (movimento contra a corrupção eclesiástica); a construção em 1412 de um novo castelo pelos Visconti que, desde 1524 e por mais de cem anos, foi o epicentro das lutas entre espanhóis e franceses, até sua destruição em 1638 pelos espanhóis e nova reconstrução na segunda metade dos anos 1600. No século XVIII, o território passou para o comando dos Savoy. No século XIX, as propriedades do Visconte chegaram até os ramos da família e várias obras foram realizadas, como o cemitério.
Centro agrícola com muitas fazendas, no século XX, com o desenvolvimento industrial, sua estrutura produtiva e social mudou. Hoje se vê a presença de várias pequenas e médias empresas, algumas das quais também são de importância internacional no setor de alimentos e hidro-termo-sanitários.
Uma vila com áreas montanhosas e de várzea, é atravessada pelas torrentes dos rios Sizzone e Agogna e é rica em muitas nascentes.

PATRIMÔNIO E EMBLEMAS
Na colina fica a Torre del Mirasole datada do século XIX. Na vila, o castelo do século X, redefinido no século 15 e depois restaurado no século 18, cercado por um fosso; ao lado do Oratório dos Santos Fabiano e Sebastiano, reconstruídos no século XVII, está a abadia original em cujas paredes há vários murais. Há muitas igrejas: como a monumental BV Assunta, construída como uma capela do cemitério noa anos Mil e ampliada em nos 1800, com um painel do século XVI de Sperindio Cagnola, uma tela de Tanzio da Varallo e o scurolo neoclássico de Antonelli; a Anunciação reconstruída em 1751, com afrescos de 1516; S. Rocco (1514), com afrescos e um modelo de altar desenhado por Antonelli; S. Martino, já mencionada em 1347 e ampliada em 1800, vinculada ao culto da água por conta de uma fonte próxima.
É um município que faz parte da Reserva Naturale delle Baragge.
Fontaneto d’Agogna está incluída nos itinerários temáticos: arqueológicos, castelos, palácios, vilas e jardins históricos do século XVII na área de Novara, Antonelliani, com passeios a pé pelas colinas de Novara, trilhas da R Reserva Naturale delle Baragge, com pontos de observação de aves.
Os alimentos e vinhos produzidos na região incluem gorgonzola, mel, ensopados, tapulon, frituras, batatas da vinha e a produção de vinhos da linha Colline Novaresi DOC. No início do verão, acontece o tradicional festival de “Fontaneto Arte Sapori”.

(more…)

setembro 9, 2019

Egesp lança programa ‘Saber Fazer’

A Escola de Governo do Estado de São Paulo (Egesp) lançou o “Saber Fazer”, um programa de entrevistas em vídeo que foi desenvolvido para restaurar o conhecimento prático de profissionais da administração pública do Estado de São Paulo.

O diretor da Egesp, Rodrigo Bezerra, conta que a ideia do programa surgiu com a necessidade de registrar os conhecimentos tácitos de servidores com grande experiência na Secretaria da Fazenda e Planejamento e em outros órgãos do Estado. “São pessoas que ocupam ou já ocuparam funções-chave e que adquiriram um entendimento que não está nos livros ou manuais”.

O objetivo é também discutir questões emergentes que estão em pauta na Sefaz e na gestão pública de modo geral: “sempre a partir do olhar do profissional que sabe como a ‘máquina’ funciona. Além disso, este conhecimento crítico tem que ser recuperado e disseminado para as novas gerações”, completou Bezerra.

O programa tem a periodicidade mensal e é exibido no canal da Escola de Governo no YouTube. As gravações ocorrem nos estúdios da Egesp e a escolha dos entrevistados é feita visando pessoas com grande experiência e destaque em sua área de atuação. Profissionais que tem uma vivência e conseguem também refletir sobre os desafios e perspectivas para o futuro da administração pública.

(more…)
Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

alimmentos.wordpress.com/

O ato de comer alimentos saudáveis envolve fornecer ao corpo as substâncias essenciais que precisamos para viver bem. O conjunto de alimentos que comemos deve atender as nossas necessidades diárias recomendadas e fornecer os componentes promotores de saúde para aumentar a expectativa e qualidade de vida. Desfrute de uma refeição saudável e elaborada com qualidade.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: