A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

julho 25, 2014

Buenos Aires e o Parque de la Memoria – um monumento às Vítimas do Terrorismo de Estado

Em tudo o que diz respeito a memória, os hermanos são infinitamente melhores que nós. O Parque de la Memoria, localizado em Buenos Aires, é apenas um exemplo disso.

Ontem meu passeio saiu fora do roteirão que todos os turistas que veem para Buenos Aires fazem. Fui conhecer o Parque de la Memoria. Fiquei impressionado com a força e a tristeza do lugar. É um dos poucos espaços na cidade que familiares e amigos dos desaparecidos possuem para deixar uma flor. Em outra oportunidade que estive na cidade eu havia feito uma visita ao  Espacio Memoria y Derechos Humanos (ex ESMA) – a máquina do terror na ditadura Argentina!

Este slideshow necessita de JavaScript.

A entrada no Parque impressiona logo de cara é o Monumento a las Víctimas del Terrorismo de Estado -  um muro gigante que abriga 30 mil placas, sendo que 9 mil delas contêm nomes de pessoas desaparecidas, reunidas pelo ano em que foram sequestradas e em ordem alfabética. Outra informação é a idade que tinham na época e, no caso das mulheres, se estavam grávidas ou não. É impressionante o número de menores de idade, entre 14 e 18 anos. Esta lista se complementa com um arquivo digital que pode ser consultado por familiares, estudantes, investigadores e público em geral, e que contém fotos, desenhos e objetos pessoais de cada um deles.  É possível consultar, no site do parque, dados sobre as vítimas e ainda contribuir com informações (veja aqui). Esse é um monumento que está em constante reformulação, já que muitas informações da época da ditadura estão sendo reveladas aos poucos. Segundo uma das funcionárias, em pouco dias um sistema de busca on line  bem mais completo do que o existente hoje estará no ar.  (more…)

julho 24, 2014

Em Buenos Aires, faça seus passeios de bicicleta!

Buenos Aires tem um sistema gratuito de empréstimo de bicicletas para passeios pela cidade. Como nas grandes cidades do mundo, na cidade também é possível usar a bicicleta como meio de transporte. As ciclovias estão espalhadas por quase todos os pontos turísticos da cidade. A maioria das viagens realizadas em Buenos Aires são de menos de 5 km, distância a percorrer de bicicleta fácil, fácil. Tudo é muito plano!

E se você estiver fazendo turismo na cidade, agora poderá utilizar o Sistema de Transporte Público de Bicicletas para percorrê-la de uma maneira diferente.

buenos-aires-bicicleta

Vá até a estação mais próxima e apresente o seu passaporte ou RG e uma cópia. Além disso, terá que preencher seus dados pessoais e a informação de contato do lugar onde está hospedado: endereço, nome do hotel e telefone. Eles fazem uma foto e entregam para você um número de senha (PIN). Você assina a declaração juramentada de aceitação das condições e sai pedalando! Grátis! (more…)

julho 22, 2014

Buenos Aires e seus cafés, bares, billares e confiterías considerados notáveis!

Quem já visitou Buenos Aires sabe que não dá para imaginar a cidade sem os seus bares e cafés. Alguns deles são testemunhas de todos os períodos conturbados que a cidade já viveu.

Para preservar essa riqueza, em 1998 foi criada pela Prefeitura da cidade a “Comisión de protección y promoción de los cafés, bares, billares y confiterías notables”. Segundo o artigo 2º. da Lei 35/98, se enquadra todo os bares e cafés antigos e clássicos, com imóvel que tenha valor patrimonial e por estar relacionado com feitos culturais ou políticos significativos, por sua antiguidade, projeto arquitetônico ou relevância local.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A lista dos cafés notáveis foi elaborada em duas etapas e foi formada por 53 lugares (já são 73, ver lista ao final do post), mas a Comissão está analisando novos pedidos de locais que querem se integrar ao projeto.

No site do jornal La Nación estão todos eles, cada um mais distinto que o outro, mas os quais sempre têm algo em comum: são parte importantíssima da cidade. Os cafés e bares notáveis recebem da prefeitura apoio, treinamentos especiais e facilidades e incentivos para manter o clima antigo. Cada portenho tem o seu notável preferido, que vão desde o Café Tortoni, Cafeteria Las Violetas  ao El Britânico, em San Telmo. (more…)

julho 20, 2014

128ª Exposição Rural de Palermo – em Buenos Aires

Ontem fui visitar a maior e mais conhecida feira agropecuária da Argentina. É uma exposição de pecuária, agricultura e indústria internacional. Ocorre de 17 a 27 de julho na Av. Sarmiento, 2704, no bairro de Palermo, em Buenos Aires, Centro de Exposições da La Rural.  Tem uma área coberta de 45 mil metros quadrados e uma área externa de 10 mil metros quadrados. Esta é a 128° da Exposição de Pecuária, Agricultura e Indústria Internacional – e é o momento que o campo visita a cidade. É o principal evento tradicional da Argentina. Tanto a nível político-econômico como em nível de evento para a cidade de Buenos Aires e a Argentina como um todo. Para o Nível Político-econômico, o setor rural expõe todo o seu potencial. Animais, produtos e tecnologia focalizada e gerada por e para o campo. Assim, a Exposição se torna um evento politico nacional. Por outro lado, a exposição é a oportunidade de muitas crianças, famílias e pessoas conhecerem o coração e espírito do campo, sua diversidade e conhecer um pouco do que ele tem de melhor.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O evento é bem interessante e dá oportunidade ao cidadão comum de entrar no mundo rural. Animais, competições, produtos, jogos, filmes, compras, comidas, uma experiência completa realmente. Tem estandes de todas as regiões da Argentina.

Ontem estava cheia de famílias e crianças. E se elas são crianças de Playstation, realmente a Rural pode ser uma experiência única. As crianças tem a chance de dar de comer aos animais ou tocar neles, andar a cavalo pela primeira vez… (more…)

Buenos Aires, o bairro de Palermo e suas subdivisões!

Em Palermo, um extenso bairro de Buenos Aires, convivem duas zonas de marcante diferença arquitetônica: Palermo Chico, onde se destacam os lagos e os grandes parques, e Palermo Viejo, um tradicional vizinho de ruas largas e antigas casas, quase todas enormes.

Palermo Chico: esta pequena zona se caracteriza por sua exclusividade  e pelas poucas lojas e comércio. Suas ruas se apresentam em forma circular, quase formando um pequeno labirinto. Ao recorre-las se pode observar os suntuosos palacetes de arquitetura francesa com amplos jardins.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Palermo Viejo é um antigo bairro formado por largas e arborizadas ruas que nos últimos anos tem se convertido em um bairro muito atrativo, tanto para os portenhos como para nós, os turistas. Este bairro se encontra, por sua vez, dividido em Palermo Soho e Palermo Hollywood e lá tem se desenvolvido uma ampla gama de propostas gastronômicas, comércios de design de moda e decoração. (more…)

julho 19, 2014

As deliciosas pizzas de Buenos Aires!

A Itália, sem dúvida, faz a melhor pizza do mundo. Pelo menos é o que eu penso. Mas,  arrisco dizer que os argentinos não ficam atrás. Nem só de carne e empanadas vivem os portenhos. Hoje fiquei sabendo que Buenos Aires conta com cerca de 650 pizzarias. Centenas delas com muita história e tradição; algumas se destacam pela massa ou pelo recheio; outras pela clientela. Motivos para comer uma pizza por aqui não faltam: reunião com os amigos, saída de jogo de futebol, aniversário, uma ida ao teatro ou qualquer reunião informal. Para eles tudo é pretexto para saborear uma ou várias fatias.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma das regiões que concentra grande número de pizzarias é a Avenida Corrientes, onde fica o circuito de teatros . À noite, ao fim dos espetáculos, as pizzarias ficam lotadas. Com 80 anos de tradição, a Güerrín é uma das mais famosas e há pouco foi declarada como bem de interesse cultural. No cardápio, que tem cem variedades de pizza, as mais pedidas são a fugazza (muita cebola e queijo), a napolitana (alho e tomate), a clássica (só com mozarela) e a de pimentão, presunto e azeitonas. (more…)

julho 16, 2014

Era uma vez um morador de rua de Buenos Aires, que tinha TV a cabo!

Buenos Aires, assim como muitas cidades grandes, tem seus moradores de rua. Mas nela havia um morador que chamava a atenção de quem passava. Era Alejandro, de quase 40 anos, e que há mais de 12 vivia na Rua Scalabrini Ortiz esquina com Avenida Santa Fé, em pleno bairro de Palermo.

2

Alejandro, Alberto Cortés e Nino Bravo. Foto: Rodrigo Néspolo – Fonte: La Nación

E você deve estar se perguntando, por que ele chamava tanto a atenção? Porque em plena calçada a céu aberto, ele vivia em seu colchão com alguns poucos pertences e com seus dois cachorros, “Alberto Cortés” e “Nino Bravo” (em homenagem a cantores argentinos), assistindo TV a cabo! Isso mesmo que você leu, TV a cabo! Teve uma época no ano passado que  apareceu também uma gaiola com um passarinho para terminar de compor a cena. (more…)

julho 13, 2014

Ballet Don Quijote, com um pedido de casamento que foi ovacionado pelo público

Matías Mauro pediu Mariela Ragessi em casamento ao final da função do dia de ontem, no Teatro El Libertador, em Córdoba, o que levou o público a ovacioná-los com aplausos e emoção. 

ARCHI_225614

atías Mauro pediu Mariela Ragessi em casamento

A última função do ballet Don Quijote no dia de ontem na cidade de Córdoba foi  inesquecível. Em primeiro lugar porque o Ballet Oficial da Província de Córdoba esteve espetacular – professores, bailarinos e técnicos levaram para a cena esta peça do repertório clássico de forma magnífica e também porque em todas as cinco funções o El Libertador esteve lotado. O Corpo Oficial de Bailado apresentou a peça baseada no segundo capítulo da emblemática novela de Miguel de Cervantes, com música de Ludwig Minkus. (more…)

julho 11, 2014

Córdoba, Argentina – o que fazer e ver

Ainda pouco visitada por brasileiros, Córdoba é um importante ponto turístico para os argentinos, que a tomam como base para passeios pelas sierras,  que são as regiões de montanha com lindas paisagens, perfeitas para serem percorridas de automóvel. Por aqui, o verão quente é ligeiramente chuvoso, enquanto as demais estações, mais secas e frescas, são perfeitas para atividades ao ar livre. Agora, em julho e agosto,  inverno, é possível ver neve nos picos e nas localidades mais altas, como La Cumbre.

DSC00003

Na cidade em si, o maior atrativo é o centro histórico, na Plaza San Martín e arredores, onde há diversos edifícios coloniais, boa parte deles obras dos jesuítas, que chegaram a Córdoba em 1599 e foram expulsos do país em 1767.

Faz parte  das heranças deixadas pelos jesuítas a Universidade de Córdoba, que tem sua origem em um colégio onde os noviços estudavam filosofia e teologia. Em razão dela, Córdoba é até hoje um importante centro universitário, o que lhe vale o epíteto de La Docta (“A Douta”). (more…)

Córdoba, a segunda maior cidade da Argentina

Córdoba é a cidade mais populosa, depois de Buenos Aires e a mais extensa da Argentina, sendo capital da província homônima. Tem 1.282.569 habitantes (1.368.109, incluindo a área metropolitana). Foi fundada por Jerónimo Luis de Cabrera, em 6 de Julho de 1573, às margens do rio Suquía. Fica 713 quilometros ao noroeste de Buenos Aires e é a segunda maior cidade do país.

turismo-cordoba

Oficialmente é o único município do departamento Capital, apesar dos entraves com cidades vizinhas, como Estación Juárez Celman, Saldán e Villa Allende. Administrativamente está dividida em onze Centros de Participação Comunitária descentralizados. O censo nacional de 2010 estabeleceu uma população de 1 329 604 habitantes. Há uma tendência de queda na taxa de crescimento da população cordobense. O município possui uma área de 576 km². Limita-se a norte com o departamento de Colón, a leste com o departamento de Colón (ao norte do rio Suquía), departamento de Santa María (ao sul do rio Suquía), a sul com o departamento de Santa María e a oeste também com os departamentos de Santa María e Colón.

A cidade possui vários pontos históricos, turísticos e culturais de grande importância. La Cañada de Córdoba é a parte de canalização de um córrego que atravessa a cidade de norte a sul. O Arco de Córdoba é um importante símbolo da cultura localizado na entrada da Avenida Amadeo Sabattini. Em 2000, a UNESCO declarou a Manzana Jesuítica como Patrimônio Mundial da Humanidade e, em 2006, a cidade foi nomeada Capital Americana da Cultura naquele respectivo ano. Córdoba protagonizou vários feitos de muita relevância na História argentina durante o século XX. Foi o centro da Reforma Universitária de 1918, da Industrialização a partir de 1930, da Revolução Libertadora em 1955 e do Cordobazo, um movimento que culminou na queda do governo de Juan Carlos Onganía. (more…)

Próxima Página »

O tema Rubric. Blog no WordPress.com.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 327 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: