A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

dezembro 26, 2013

Exposição sobre o Imperador Augusto, em Roma

Se você for para Roma no início de 2014, aproveite para ver a magnífica exposição organizada em homenagem aos dois mil anos da morte do Imperador Augusto (19 de Agosto de 14 d.C.).

A mostra apresenta várias facetas da deslumbrante história pessoal de Augusto, imperador que representou o nascimento de uma nova época histórica. Ele era sobrinho e filho adotivo de César. Augusto foi um personagem de excepcional carisma  e grande tino político. Este grande homem conseguiu colocar fim nos longos anos de lutas civis que estavam consumindo a República Romana e inaugurar uma nova era: o Império.

O seu principado (termo que os historiadores utilizam para designar o Império Romano a partir de 27 a.C.) durou mais de quarenta anos e foi o mais longo na história de Roma. A extensão dos territórios dominados por Roma era gigantesca: do Mar Mediterrâneo, iam da Espanha à Turquia, a região noroeste da África, à Grécia e à atual Alemanha.

mapa

Com o final das guerras civis houve um período de paz, prosperidade e abundância. É nesta época que os conceitos de paz, piedade e concórdia foram descritos por grandes poetas como Virgílio e Horácio, bem como pelos Mecenas (pessoas com posses e que dedicavam parte da sua riqueza para o patronato das artes e afins).

Augusto Pontefice_Palazzo Massimo  PART

Estátua togata, Augusto capite velato come Pontefice Massimo (da via Labicana), particolare, Roma, Museo Nazionale Romano, Palazzo Massimo.

A exposição na Scuderie del Quirinale  conta com uma seleção de obras de arte de grande valor artístico e propõe um percurso que entrelaça  a vida e a carreira de Augusto com o nascimento de uma nova cultura e uma nova linguagem artística, que foi a base da sociedade ocidental.

Várias estátuas de Augusto foram colocadas pela primeira vez lado a lado, como o Augusto Pontifício Máximo de Via Labicana (do acervo do Museo Nazionale Romano), e o Augusto di Prima Porta (do acervo dos Museus do Vaticano). Esta última foi posicionada ao lado do famoso modelo clássico Doríforo (Policleto, aproximadamente 450 a.C.), do acervo do Museo Archeologico de Nápoles.

Pela primeira vez na Itália é possível admirar uma estátua equestre do Imperador em bronze, descoberta no mar Egeu em 1979. E sabem porque quase não se vê estátuas de bronze nos museus italianos? Porque a maior parte delas não sobreviveu a sede de metais durante a Idade Média!

Se fazem presentes nesta exposição os rilievi Grimani: uma série de alto relevos com tema de animais e seus filhotes – os quais são representações típicas da época do domínio do Império de Augusto, com o significado de paz, serenidade, prosperidade e renovação.

Scuderie del Quirinale 
Via XXIV Maggio, 16
Dom-5as feiras das 10h às 20h
Sextas e Sábados, das 10h às 22.30h
Ingressos –  € 12 inteiro / € 9,50 meio

Quando? Até dia 9 de Fevereiro de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: