A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

agosto 2, 2021

SERES-RIOS – festival fluvial promovido pelo BDMG Cultural

O Festival Seres-rios acontecerá online, de 02 a 10 de agosto e é promovido pelo BDMG Cultural – o festival propõe reflexões sobre as histórias e as relações culturais dos rios.

Acesse a programação

Há centenas de narrativas de povos que estão vivos, contam histórias, cantam, viajam, conversam e nos ensinam mais do que aprendemos nessa humanidade. Nós não somos as únicas pessoas interessantes no mundo, somos parte do todo. Isso talvez tire um pouco da vaidade dessa humanidade que nós pensamos ser, além de diminuir a falta de reverência que temos o tempo todo com as outras companhias que fazem essa viagem cósmica com a gente.

AILTON KRENAK, IDEIAS PARA ADIAR O FIM DO MUNDO

Falar sobre rios é falar sobre seres, matérias, encantamentos, violência, vida e morte. É falar sobre o duo natureza e cultura que tanto tentou se apartar, mas que resiste em manifestos e festas. E pensar em rios no território das Minas e das Gerais é consagrar o maior número de bacias hidrográficas do país, onde abrigam-se nascedouros e grandes rios que seguem Brasil adentro e rumo ao Atlântico, abastecendo aquíferos e, por que não, imaginários de um mundo abundante.

Segundo o Igam – Instituto Mineiro de Gestão das Águas – são 17 bacias hidrográficas no Estado. A questão que se faz presente, entretanto, é como cuidamos dessa abundância, como cuidamos de toda a rede ecológica e cultural que os rios emanam e coletivamente constroem em seu entorno.

SERES-RIOS vem então para compartilhar conhecimentos múltiplos, arte e diálogos de quem vivencia e tem relação com águas fluviais em suas mais diversas formas, cursos e geografias. Um festival virtual criado – e inspirado pelas correntes dos rios Doce, Jequitinhonha e São Francisco – para celebrar a existência e a importância dos rios para a vida e seu importante papel em todas as discussões ambientais, culturais, sociais e econômicas. 

Com realização BDMG Cultural, o SERES-RIOS Festival Fluvial se materializa em uma plataforma online com uma programação fluida como os rios e que contempla músicas para abrir os caminhos e uma mesa de inauguração, 6 diálogos, 4 lives, uma exposição coletiva de 6 artistas que desenvolveram trabalhos especialmente para o projeto, uma mostra de filmes, playlists, cartografia, conteúdo infantil e outras interações digitais para um público diverso.

E, assim, esperamos que nesse navegar, possamos vivenciar a estética, a política, a festa, a imagem, o som e o conhecimento juntos, sempre olhando para o outro. Pela sede de descanso que estamos vivendo e pelo prazer de soltar o corpo na água e lutar para sobrevivermos em coletivo. Pelos seres-rios.

Gabriela Moulin
Diretora-Presidente do BDMG Cultural

março 5, 2014

Copa do Mundo 2014 – como o Brasil é visto pelo Mundo!

E o Brasil se prepara para sediar a Copa do Mundo – agora faltam 99 dias! Em jornais do mundo todo, e nos portais de muitos países as notícias principais são para que os turistas tomem cuidados com assaltos, prostituição, surtos de doenças, etc.. Fortaleza recebe atenção especial por sua reputação como capital do turismo sexual e da exploração sexual de crianças. Com a expectativa de receber cerca de seis mil turistas estrangeiros, e com brasileiros viajando para assistir aos jogos em todo o país,  há temeridade de uma alta forte no tráfico sexual de menores. A violência sexual é o segundo crime mais “comum” contra as crianças do Brasil, e a maioria das vítimas tem idade de entre 10 e 14 anos. Fortaleza recebeu mais denúncias do que qualquer outra cidade, por meio de uma linha telefônica especial de denúncia.

Dias atrás, em Londres, a organização assistencial Happy Child, que trabalha principalmente no Brasil, lançou uma campanha no Facebook chamada “It’s a Penalty”, com o apoio da Agência Nacional do Crime do Reino Unido e de futebolistas como Frank Lampard e o brasileiro David Luiz. O objetivo é conscientizar o público sobre a exploração sexual de crianças e alertar os torcedores de que pagar por sexo com pessoas menores de 18 anos é crime pelo qual podem enfrentar processo tanto no Reino Unido quanto no Brasil. (more…)

janeiro 9, 2013

Sociedade civil lança manifesto contra a violência em São Paulo

Não à violência!

Não à violência!

A iniciativa é da Rede Nossa São Paulo, Centro Santo Dias de Direitos Humanos da Arquidiocese de São Paulo, Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, Instituto São Paulo contra a Violência, Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo e Sociedade Santos Martires.

O manifesto será entregue ao Prefeito Fernando Haddad no lançamento da  IV edição do IRBEM – Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município, que ocorrerá no dia 17 de janeiro, às 10h, no Sesc Consolação. A presença do prefeito Fernando Haddad já está confirmada. Posteriormente, o manifesto também será entregue ao Governador Geraldo Alckmin e ao Ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardoso. Veja abaixo o manifesto…  (more…)

Blog no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: