A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

dezembro 9, 2014

“Grande Sertão: Veredas”, de Guimarães Rosa é adaptado para quadrinhos

A história de Riobaldo Tatarana, ex-jagunço que relembra lutas e a paixão reprimida por Diadorim, é traçada por uma travessia pelo sertão e pelas águas do rio São Francisco, retratada em Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa. O clássico da literatura brasileira ganhou adaptação em quadrinhos, com roteiro de Eloar Guazzelli e arte de Rodrigo Rosa.  A edição teve seu lançamento na Livraria Cultura, em São Paulo, no último dia 04/12.

diado

Ilustração de Rodrigo Rosa

Certamente é uma das maiores obras da literatura brasileira – “Grande Sertão: Veredas” – lançada em 1956 pelo escritor mineiro João Guimarães Rosa, foi adaptada em forma de quadrinhos. O roteiro foi escrito por Eloar Guazzelli e as ilustrações feitas por Rodrigo Rosa. A família do ilustre escritor deu aval ao projeto e acompanhou de perto todo o processo de criação. A adaptação, de 180 páginas, mantém o estilo em prosa poética utilizado por Guimarães Rosa para contar as histórias de lutas no sertão mineiro. (more…)

novembro 5, 2014

Temos que viver a vida! Portanto, continue com fome. Continue bobo!

Dia 02 de novembro, Dia de Finados, é o dia do ano em que a morte está mais presente. Eu não gosto de falar sobre a morte. Eu gosto de falar sobre a vida! E a internet é uma coisa fantástica. Por exemplo – desde o começo do YouTube há alguns virais com discursos cheios de vida de algumas pessoas que estavam à beira da morte. O último caso que me lembro é da jovem norte americana Brittany Maynard, que, aos 29 anos e com uma doença incurável, mudou-se para um outro estado onde o suicídio assistido é legal e aproveitou seus últimos dias para realizar alguns dos seus sonhos e dar visibilidade a sua mensagem a favor do direito de ter uma morte digna (eutanásia). Ela tirou sua vida legalmente no Oregon no último sábado, dia 01 de novembro de 2014.

Em homenagem a todos aqueles entes queridos que você já perdeu, e quem sabe queira compartilhar com quem precise desse vídeo abaixo, onde Steve Jobs discursa sobre a celebração da vida, como se quisesse deixar um testemunho antes de sua morte.

Você tem que encontrar o que você ama

Estou honrado de estar aqui, na formatura de uma das melhores universidades do mundo. Eu nunca me formei na universidade. Que a verdade seja dita, isso é o mais perto que eu já cheguei de uma cerimônia de formatura. Hoje, eu gostaria de contar a vocês três histórias da minha vida. E é isso. Nada demais. Apenas três histórias.

A primeira história é sobre ligar os pontos. (more…)

outubro 28, 2014

Dicas para conservar suas lembranças… Fotografias

Tenho certeza que você tem em casa fotografias que foram feitas com as clássicas câmeras analógicas! Essas fotos possuem mais que um valor: primeiro o momento que elas capturaram e por último por serem únicas! Elas não possuem cópias salvas no computador ou em redes sociais como as fotos digitais. Mas, com pequenos cuidados você poderá conservá-las durante muito tempo!

Em minha casa, quando eu era criança, minha mãe guardava as fotos de família dentro de uma caixa de chapéu, da Ramenzoni, que era a marca que o meu pai usava. E lá estavam as poucas fotos da infância de minhas irmãs e minhas, uma única foto do casamento de meus pais, fotos de avós, tios, de uma criança morta dentro de um caixão (era costume fotografar recém nascidos que morriam), entre outras. Ah sim – tinha algumas fotos curiosas. Cheias de mordidas nas beiradas! Mordíamos as fotos dos “primos e primas bonitinhos”.

Mas, voltemos ao assunto tema desse post. Conservação de imagens/fotografias.

Os negativos, os slides e as imagens já impressas em papel são materiais muito delicados. Mas lhe dou uma boa notícia – é possível prolongar a vida das fotos! Mesmo os slides, que são mais resistentes e junto com as fotos em papel vão se degradando, mudando as cores e as imagens desaparecem como parte de um processo químico de envelhecimento natural. Mas qualquer que seja o suporte físico (papel, acetato, etc.) podem ser preservados controlando a luz, a temperatura, a umidade e os ataques biológicos e químicos que os rodeiam. Devem ser sempre arquivados em materiais especiais para a conservação desse tipo de objetos. Ou seja, capas e pastas livres de ácidos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Soluções de baixo custo, como caixas de papelão para organizar os negativos ou as fotos, também são úteis e válidas, desde que não contenham cloro nem químicos. E é necessário guardar essas caixas em lugares protegidos do calor, da umidade e da luz. Convém limpar os slides e negativos de vez em quando com um soprador de ar, separar as fotografias umas de outras com papéis alcalinos, e manipulá-las sempre com luvas de algodão tratado. Tenho amigos que passavam um pano úmido nas fotos! Nada disso!  Nem manuseie suas fotos sem luvas – você irá deixar a marca das impressões digitais nelas.

As seguintes dicas se aplicam tanto para as fotografias quanto para os negativos. (more…)

agosto 18, 2014

Sobre o viver e a morte…

“Tenho duas armas para lutar contra o desespero, a tristeza e até a morte: o riso a cavalo e o galope do sonho. É com isso que enfrento essa dura e fascinante tarefa de viver.” Ariano Suassuna, escritor.

“A vida muda num instante. Você se senta para jantar e a vida que você conhecia acaba de repente”. Joan Didion, escritora e jornalista norte americana.

Minha avó paterna, com 94 anos, estava em seu leito de morte, abriu os olhos e disse: “não quero morrer agora que a vida está tão bonita”. É, a vida é breve e a morte chega sem nos avisar.

vida e morte

O ano de 2014 tem me dado uma ou mais sacudidas a cada semana. Tenho meus 50 anos e a cada dia lembro que já vivi mais da metade de minha vida. Quem já tem mais de 40 anos sabe muito bem o que estou dizendo – nós já temos um passado e o nosso futuro é uma segunda etapa incerta. Uma incógnita!

Hoje percebo que perdi muito tempo na vida com medo de arriscar, medo das coisas não acontecerem como eu queria, medo de me entregar aos sentimentos aos momentos e as pessoas, medo de falar o que penso e muitas vezes sinto. Mas sou assim, faz parte de minha personalidade e acho difícil mudar. (more…)

dezembro 24, 2013

Boas Festas e um 2014 cheio de gratas surpresas!

Dizem por aí que a nossa vida é como um livro. E é verdade. Algumas linhas poderíamos reler dezenas de vezes, outras, pularíamos sem hesitar… ou leriamos sem importância.

Mas ainda não inventaram nada mais fascinante do que imaginar como serão as próximas páginas. Quantos não fariam de tudo para dar uma olhadinha lá na frente. Mas quer saber? As vezes, aliás diariamente, momentaneamente, vejo e revejo finais e finais para esse meu livro!  E  isso é fantástico!

felices fiestas guada2
É emocionante ler um livro sem saber o final, assim como o melhor de viver é aproveitar o sabor único de cada momento. Portanto, se você está começando um novo capítulo, aproveite para escrevê-lo com toda a intensidade. Lembre sempre que sua história pode ter diversos personagens, mas um único autor: você!!! (more…)

dezembro 12, 2013

Exerça o seu poder – a gratidão faz bem!

Talvez o hábito mais simples e mais fácil para se ter uma vida mais feliz e em qualquer lugar que você viver seja reservar um ou alguns minutos todos os dias para se concentrar naquilo que você já tem, e naquilo em que você pode ser grato ao universo por possuir na sua vida. Isso pode levantar o seu humor e aumentar a sua motivação muito rapidamente. Isso pode ajudá-lo a encontrar coisas na sua vida em que você deseja focar ainda mais o seu tempo e a sua energia.

gracias

Eu descobri que isso ajuda-me a não dar as coisas por garantidas e a encontrar alegria mesmo durante os tempos mais difíceis. E isso pode se tornar um hábito incrível para ser cultivado, que exige pouco mas dá muito em troca.

Abaixo seguem algumas dicas que você pode usar para criar mais gratidão e felicidade para si mesmo e para os que vivem ao seu redor.

1. Faça uma pausa e olhe à sua volta.

Um primeiro passo simples para construir o hábito da gratidão é simplesmente fazer uma pausa para olhar para a sua vida quotidiana, e fazer a si mesmo perguntas como:  (more…)

dezembro 1, 2013

A magnífica “Chiesa del Santissimo Nome Gesù”, em Roma!

Roma é uma das cidades mais importantes na história do Cristianismo. É impossível caminhar por suas ruas sem se deparar com algumas das mais belas igrejas do mundo. Os afrescos, pinturas e esculturas destas igrejas foram criados por alguns dos mais importantes artistas da História com o intuito de representar passagens bíblicas e fortalecer a fé dos cristãos. E o melhor de tudo é que você pode apreciar estas obras de arte sem pagar nada ou quase nada por isso!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

A Chiesa de Gesù, também conhecida como a Igreja de Santo Ignacio di Loyola, onde parte do corpo dele está sepultado foi uma grata surpresa nesta viagem! Hoje, caminhando pelas ruas, entrei nessa igreja e acreditem – nunca chorei tanto em minha vida. Desses choros que chegam e custam a ir embora, sem a gente conseguir controlar.

A igreja estava toda escura e com muitas pessoas sentadas, em silêncio. De repente uma voz iniciou uma narrativa, acompanhada por uma musica celestial, que falava sobre o origem do templo e partes do altar e da nave foram se iluminando, até que ao final a igreja se apresentou toda iluminada, em sua plenitude de magnifica de beleza! Minhas lágrimas escorriam sem controle. Eu fotografava e chorava ao mesmo tempo. Tive uma visão do paraíso na terra!

(more…)

novembro 3, 2013

Vida Maria – vídeo que mostra a vida de muitas Marias que vivem no sertão nordestino

“VIDA MARIA” é um projeto premiado no “3o. PRÊMIO CEARÁ DE CINEMA E VÍDEO”, realizado pelo Governo do Estado do Ceará.

Produzido em computação gráfica 3D e finalizado em 35mm, o curta-metragem mostra personagens e cenários modelados com texturas e cores pesquisadas e capturadas no Sertão Cearense, no Nordeste do Brasil, criando uma atmosfera realista e humanizada. 

O vídeo abaixo se chama “Vida Maria” e é um curta de pouco mais de oito minutos. A animação, produzida em 2007 quase inteiramente por Márcio Ramos, conta de forma resumida e com toques de humor a contradição entre os desejos pessoais e a realidade que se impõe a qualquer pessoa.

Segundo Ramos, a ideia central foi baseada em sua própria vida, que, imerso em seu trabalho com televisão e vinhetas de publicidade, viu o sonho de realizar um curta sendo adiado pela realidade do dia-a-dia. ” A idéia central surgiu da minha própria experiência, da contradição entre um sonho [realização do curta] e a realidade [a rotina diária de trabalho] que se impõe todos os dias.” Longe de parecer um auto-retrato, Ramos tornou o material ainda mais rico ao apresentar um ciclo na vida de Maria José, que vive nos sertões do Ceará, e que é obrigada a largar os estudos para ajudar nas tarefas diárias da família. (more…)

julho 19, 2013

Lamentações…

Não tenho dormido bem esses dias… E não sei bem o que está acontecendo. Não fico pensando em marcianos ou coisa parecida. Mas sim, em coisas do trabalho que não saem da cabeça, vão, voltam, parecem sumir e logo estão lá de novo…

Reclamações… Os amigos do trabalho reclamam de tudo e demais… O que está acontecendo com as pessoas? Não gostam disso, não gostam daquilo, não gostam de si…

Tem gente demais no mundo com a síndrome do “ninguém me ama”. Lembram-se da música?

“Ninguém me ama
Ninguém me quer
Ninguém me chama
De “meu amor”
A vida passa
E eu sem ninguém
E quem me abraça
Não me quer bem.

Vim pela noite tão longa,
De fracasso em fracasso
E, hoje, descrente de tudo
Me resta o cansaço,
Cansaço da vida,
Cansaço de mim,
Velhice chegando
E eu chegando ao fim”

Isso tudo faz voltar algumas lembranças de infância. Se recordam da hiena Hardy? Aquela do desenho e que vivia dizendo: “Oh dia, Oh vida, Oh azar”. Pois é! Parece que todos estão vivendo uma contaminação coletiva.  (more…)

julho 17, 2013

As quatro leis da espiritualidade

Acontecem eventos em nossas vidas em que a gente tem que perdoar os erros que pareciam imperdoáveis. Muitas vezes também temos que colocar alguém no lugar daquela pessoa que nos parecia insubstituível. Já abracei quem nunca havia visto, ri ou chorei em lugares que não podia. Também fiz amigos que jurava que seriam eternos e não foi assim, amei, fui amado, fui rejeitado…

Já chorei vendo quadros, ouvindo música, vendo fotos… Já perdi pessoas especiais, já pensei que fosse morrer de saudades, já me apaixonei por um sorriso. E tenho certeza que nada disso foi por acaso. Quantas vezes você teve que deixar tudo para trás e começar de novo? Foi por acaso? Não! Acredito muito nas quatro leis abaixo.

anjo

Namaskar!

Na Índia, são ensinadas “quatro leis da espiritualidade”:

A primeira diz: “A pessoa que vem é a pessoa certa”.

Ninguém entra em nossas vidas por acaso. Todas as pessoas ao nosso redor, interagindo conosco, têm algo para nos fazer aprender e evoluir em cada situação.  (more…)

« Página anteriorPróxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: