A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

novembro 24, 2015

Para você que pensa que cursar uma faculdade é ter tudo na vida!

Tenho uma prima que vive no interior e que tem 30 e poucos anos. Fez cursos técnicos de enfermagem e instrumentista cirúrgica e hoje entrou em contato comigo para perguntar o que penso sobre ela fazer faculdade de Artes. Disse que pela minha percepção tal curso pouco ou nada tem a ver com ela. E que fazer uma faculdade não é pouca coisa. Há que se pensar primeiro se é realmente o que gostaria de fazer, ou seja, a tal “profissão ideal” ao perfil dela. Depois, é preciso no investimento (financeiro) e no tempo a ser dedicado aos estudos. Ela é casada, tem um filho, portanto, uma família a zelar.

student

Pensando em tudo isso lembrei de um post que li dias atrás no blog garotasespertas. As três organizadoras do blog (Rafaela de Paula, Cibele Bastos e Elora Morgado) escreveram sobre esse assunto, cujo título é “Faculdade não é para todos. Ainda bem! =D”  . Elas dizem que segundo um levantamento divulgado pela plataforma britânica Approved Index, que assessora empresas de operações B2B (Business-to-Business), aqueles que não possuem graduação são maioria entre os bilionários. Ainda de acordo com essa pesquisa, o ranking dos 100 mais bilionários do mundo coloca os não graduados à frente dos formados em áreas de negócios, economia, engenharia, produção e medicina. (more…)

janeiro 13, 2015

O valor de uma amizade

Vou lhes contar uma história que li dias atrás e que era mais ou menos assim…

Um dia, era eu ainda novo na escola, vi um menino da minha turma caminhando para casa depois das aulas. O nome dele era Caio. Parecia que estava carregando todos os seus livros. Eu pensei: “Por que é que ele leva para casa todos os livros numa 6ª feira? Deve ser mesmo um nerd”. Como eu já tinha o meu fim de semana planejado (uma festa e um jogo de futebol com os meus amigos no sábado à tarde), ignorei e segui caminho.

Amigos

Amigos

Conforme ia caminhando, vi um grupo de moleques que corriam na direção dele. Eles atropelaram-no, arrancando-lhe todos os seus livros dos braços e empurraram-no, de forma que ele caiu no chão. Os seus óculos voaram, e eu vi-os caírem na grama a alguns metros de onde ele estava. Ele ergueu o rosto e eu vi muita tristeza profunda nos olhos dele. O meu coração ficou penalizado. Então corri até ele enquanto ele se arrastava à procura dos óculos, e pude ver lágrimas em seus olhos. Enquanto lhe entregava os óculos disse-lhe: (more…)

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: