A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

setembro 22, 2019

As ervas medicinais e os dons de meu pai como erveiro

Em homenagem ao Dia da Árvore, ao meu pai, e à natureza!

Quem já passou pelo “A Simplicidade das Coisas” conhece minhas origens, a história de minha família, toda ligada com a imigração italiana do final do século XIX e minha identidade e paixão pela natureza, grande parte dela herdada de meu pai, Antonio Martini, que congregava saberes sobre centenas de plantas medicinais. O trabalho com as ervas medicinais tradicionais era um de seus objetivos de vida. Sua história foi registrada desde sempre pelo convívio com as pessoas mais velhas e mais velhos bebendo desses aprendizados nos sítios e fazendas onde nasceu, cresceu e viveu grande parte de sua existência.

Meu pai, Antonio, com o xará dele, o Tony – quando dei esse nome ao cão foi o maior blá-blá-blá lá em casa!

A mais clara lembrança de infância que tenho é de um quintal sempre florido e onde não havia uma flor ou planta que não servisse como remédio. Era uma cultura  tradicional que destacava a importância da aliança entre a ciência e o saber tradicional. Hoje penso que devemos cobrar a maior valorização para os erveiros que tanto contribuem para a saúde e o registro dos saberes ancestrais.

(more…)

setembro 16, 2013

Mais algumas lembranças de minha infância e de minha vida… parte 8

Já contei aqui que quando fomos morar na Rua M-1-A, na Vila Martins, em Rio Claro, era o ano de 1966, talvez 1967, não me lembro do mês. Como já escrevi aqui, a casa ficava em um lote grande, de uns 400 metros quadrados, onde, além da casa, tinha muito terreno para se plantar, na lateral e fundo da casa.

sabiá

Nos canteiros da lateral, minha mãe plantava flores diversas: dálias, rosas, margaridas e também tinha um pé de jasmim.

Já nos fundos, tinha um galinheiro, com algumas galinhas e apenas um galo, que traçava a todas com muita facilidade. Colhíamos os ovos para o dia a dia, mas, minha mãe deixava alguns, por 21 dias para a galinha chocar. Sempre nasciam vários pintinhos. Para que as outras galinhas não os matassem, tinha que se fazer um cercadinho, para eles ficarem com a mãe. (more…)

Blog no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

alimmentos.wordpress.com/

congelados veganos

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: