A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

setembro 29, 2013

Viagens, retornos e lembranças…

Talvez, a melhor coisa que temos e sentimos ao fazermos nossas viagens seja a saudade de casa. Já estive em muitos lugares deste país, pois, levado pelo meu trabalho, eu ando muito por aí. Também pela minha formação – Geógrafo, gosto muito de conhecer coisas e lugares. Assim, sempre que tenho oportunidade e dinheiro, viajo. Sou extremamente minimalista, carrego quase nada na bagagem, trago pouquíssimas lembranças palpáveis, muitas sensoriais e outras tantas gustativas. Mas, o que trago e o que fica mesmo para o resto da vida é o que vejo.

palhaço

O que mais me emociona não é o que deixei para trás, mas sim o aproximar-me da minha casa. Casa terra, casa lar, casa espaço. Descer do avião, andar, correr, chegar, sentir o coração apressado na expectativa do abraço apertado logo ao sair do elevador!

Depois, gosto de andar pelas ruas, aqui mesmo do bairro República ou as ruas do centro velho, indo para o trabalho a pé, ruas que bem poderiam ser mais conservadas e bonitinhas. Gosto de andar, pensar com meus botões, ou então com quem me quer bem, filosofar. Contar das coisas que vi e das que vivi por esse Brasil afora, repetitivas coisas às vezes, mas que se tornam novas pelo prazer novo de contar, pelo prazer novo de ouvir, pelo dom divino de ouvir e falar.

maio 4, 2012

Virada Cultural 2012 – São Paulo, 05 e 06 de maio – aproveite!

É um evento gratuito, democrático, fantástico e que atrai anualmente um público circulante de milhões de pessoas durante 24 horas de programação cultural ininterrupta.

Nos dias 5 e 6 de maio de 2012: venha ver e vivenciar São Paulo de outra forma. Redescubra detalhes e nuances adormecidas do espírito da cidade..

É organizado pela Secretaria Municipal de Cultura e que reúne as diferentes classes sociais, todas as faixas etárias, inúmeras tribos, numerosas platéias, todos os horários.

Acesse o site oficial

O centro velho da cidade, que é onde moro, se transforma em um mega-ambiente com inúmeros palcos e cenas, numa festa para a qual os mais diferentes cidadãos estão igualmente convidados. Da varanda de meu apartamento consigo visualizar dois palcos – o República e Largo do Arouche.

Também as grandes redes de cultura da cidade são envolvidas, e os programas se espalham pelos principais museus, teatros e centros culturais, em realização conjunta com a rede SESC e a Secretaria de Estado da Cultura, além dos inúmeros estabelecimentos e centros difusores de cultura que aderem ao programa.

Nesse ano, 22 chefs de cozinha ganham as ruas e vão participar  da Virada pela primeira vez. O grupo que promoveu uma feira gastronômica em Higienópolis há alguns dias atrás ganha reforços, entre eles, o de Alex Atala, do restaurante D.O.M. considerado o quarto melhor chef de cozinha do mundo na última edição da revista britânica ‘Restaurant’. As barracas que serão montadas no Minhocão, na região do Largo Santa Cecília, e também pertinho de casa (ôba!), prometem ser a vedete da oitava edição da Virada Cultural. Os pratos custarão entre R$ 5 e R$ 15.

Alex Atala, destaque brasileiro do World’s 50 Best Restaurants, levará para o festival 500 porções da famosa Galinhada Dalva e Dito. A receita foi desenvolvida por um cozinheiro da casa para matar a fome do pessoal da cozinha do D.O.M após o expediente. O prato ficou  famoso que passou a atrair funcionários de outros restaurantes que trabalham na região central.  (more…)

Blog no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: