A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

novembro 3, 2014

A Turma da Mônica ensina cidadania e ética para crianças

Qual criança ou adulto não conhece os personagens Cebolinha, Cascão, Magali, Mônica, Bidu, Anjinho e seus amigos? São personagens muito divertidos e queridos da história em quadrinhos de nosso País e já encantaram muitas gerações.

Os personagens Cebolinha e Mônica e ao fundo Mauricio de Sousa no lançamento do projeto Um por todos e todos por um

Os personagens Cebolinha e Mônica e ao fundo Mauricio de Sousa no lançamento do projeto Um por todos e todos por um

Ao longo dos últimos 50 anos, com seus personagens Mauricio de Sousa teve um papel social importantíssimo na educação de milhões de brasileiros e inclusive na minha, que adorava seus Gibis. E o engajamento com a responsabilidade social continua. O Instituto Mauricio de Sousa vem realizado diversas parcerias nesse sentido.

(more…)

julho 1, 2013

O público e o privado – por Augusto Bernardo Sampaio

 Excelente artigo do amigo Augusto Bernardo Sampaio, do Amazonas, mostrando a grande diferença entre o patrimônio público e o patrimônio privado, que está em quem detém sua posse e no modo como ele deve ser utilizado. Cabe então perguntarmos: se o patrimônio privado pertence a um indivíduo ou empresa, a quem pertence o patrimônio público? No artigo, Augusto nos mostra que ele pertence aos cidadãos de um país, estado ou cidade. O patrimônio público é um conjunto de bens que se encontra sobre o poder do governo – seja ele federal, estadual ou municipal –, mas que pertence a todo o povo. Aproveitem a leitura!

AUGUSTO-BERNARDO-SAMPAIO-CECÍLIO

 Augusto Bernardo é auditor fiscal da Sefaz e coordenador do Programa de Educação Fiscal no Amazonas

Em nossos dias, uma das situações mais corriqueiras e factuais é o cidadão confundir os governantes com o Estado e considerar as coisas públicas como se não fossem nossas e como se nós, o povo em geral, não fôssemos os únicos responsáveis diretos pelo bem-estar de toda a sociedade.

Invariavelmente, essa situação provoca um afastamento do cidadão do poder público e isola o governante, que fica mais à vontade para incorrer em desmandos e cometer desatinos que estimulam o desprezo pela responsabilidade social e fiscal. Isso resulta numa prática governamental ineficiente e ineficaz, deixando de cumprir corretamente suas funções para com aqueles que decretaram sua eleição através do sufrágio universal.  (more…)

outubro 3, 2012

Por que e para que pagamos impostos? Quem gosta de pagar impostos?

A resposta parece óbvia. No entanto, na medida em que nós, como contribuintes, percebemos o quanto é importante para o bem comum o cumprimento com as obrigações fiscais, é possível assumir este dever como um ato de responsabilidade social, e não como uma obrigação legal.

Consciência fiscal – O pagamento de impostos é um ato que envolve cultura cívica!

Em países com níveis mais elevados de desenvolvimento e, portanto, de educação, as taxas de evasão são bem abaixo daqueles países que estão em vias de alcançar o desenvolvimento.

Primeiro isso se deve à consciência que existe na população sobre a importância de pagar os seus impostos e da responsabilidade social que isso implica e, segundo, pela capacidade de comprovar que a sua contribuição, somada a de todos os contribuintes, rende frutos no desenvolvimento do seu país.

A corrupção e a evasão fiscal são socialmente inaceitáveis em países como a Suécia. Já no Brasil, como demonstram vários estudos, o caso não é o mesmo, podendo em alguns casos a conotação social do fenômeno ser exatamente oposta.

Quem não paga seus impostos está cometendo não só fraude fiscal, mas está prejudicando todos os cidadãos e, de uma forma muito especial, a aqueles que cumprem com suas obrigações.

O que se entende por cumprimento das obrigações fiscais? 

Garantir o adequado cumprimento das obrigações dos cidadãos, pagando seus impostos e garantir que as despesas da receita efetivamente tenham como destino as necessidades comuns.  (more…)

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Pensieri Parole e Poesie

Sono una donna libera. Nel mio blog farete un viaggio lungo e profondo nei pensieri della mente del cuore e dell anima.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: