A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

junho 21, 2016

Como vivem os políticos na Suécia

Claudia Wallin, jornalista brasileira radicada na Suécia, acaba de lançar um livro sobre os políticos suecos – “Um País Sem Excelências e Mordomias” (Geração Editorial). Abaixo, um trecho que retrata, em detalhes, a cultura escandinava. 

”É preciso aceitar os sacrifícios que se avizinham”, murmura para si próprio um sueco no momento revelador em que a sua real vocação para a carreira política se manifesta como um desejo irrefreável. ”Serão abomináveis os desafios”, alerta um forasteiro: os cintos apertados como os da amorfa massa do povo, a ausência de alegres comitivas de inúteis, os apartamentos funcionais que lembram quartos de hotéis de duas estrelas, a falta que hão de fazer os batalhões de assessores e parasitas. Quando tal provação parecer insuportável, será prudente invocar Mímir, o deus venerado pelos vikings por sua sabedoria infinita e pela cabeça que, mesmo decepada pelos inimigos, continua a pensar.

suecia

No jornal Aftonbladet, o primeiro-ministro sueco dá dicas de limpeza
Fonte: http://www.outraspalavras.net/

A Suécia não oferece luxo aos seus políticos: nesta sociedade essencialmente igualitária, a classe política não tem o status de uma elite bajulada e nem os privilégios de uma nobreza encastelada no poder. Sem direito a imunidade, políticos suecos podem ser processados e condenados como qualquer cidadão. Sem carros oficiais e motoristas particulares, deputados se acotovelam em ônibus e trens, como a maioria dos cidadãos que representam. (more…)

julho 20, 2014

128ª Exposição Rural de Palermo – em Buenos Aires

Ontem fui visitar a maior e mais conhecida feira agropecuária da Argentina. É uma exposição de pecuária, agricultura e indústria internacional. Ocorre de 17 a 27 de julho na Av. Sarmiento, 2704, no bairro de Palermo, em Buenos Aires, Centro de Exposições da La Rural.  Tem uma área coberta de 45 mil metros quadrados e uma área externa de 10 mil metros quadrados. Esta é a 128° da Exposição de Pecuária, Agricultura e Indústria Internacional – e é o momento que o campo visita a cidade. É o principal evento tradicional da Argentina. Tanto a nível político-econômico como em nível de evento para a cidade de Buenos Aires e a Argentina como um todo. Para o Nível Político-econômico, o setor rural expõe todo o seu potencial. Animais, produtos e tecnologia focalizada e gerada por e para o campo. Assim, a Exposição se torna um evento politico nacional. Por outro lado, a exposição é a oportunidade de muitas crianças, famílias e pessoas conhecerem o coração e espírito do campo, sua diversidade e conhecer um pouco do que ele tem de melhor.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O evento é bem interessante e dá oportunidade ao cidadão comum de entrar no mundo rural. Animais, competições, produtos, jogos, filmes, compras, comidas, uma experiência completa realmente. Tem estandes de todas as regiões da Argentina.

Ontem estava cheia de famílias e crianças. E se elas são crianças de Playstation, realmente a Rural pode ser uma experiência única. As crianças tem a chance de dar de comer aos animais ou tocar neles, andar a cavalo pela primeira vez… (more…)

maio 28, 2014

Não existem anjos entre nós: somos todos corruptos! Parte 2

Continuando com o tema do post anterior, não só eu, mas muitos ficam aborrecidos e entediados  com a época das eleições. O que se vê e ouve é muita mentira, muita omissão. Fico pasmo com a cara-de-pau de nossos políticos. Fazem promessas fantásticas, que todos sabemos que não vão ser cumpridas. O passado é apagado como se tivesse sido escrito com giz. Erros? Onde? Ninguém os cometeu, só os adversários.  Dura constatação. Aliados de ontem, digladiando-se. Adversários de anteontem se abraçando. O que o eleitor pode fazer?

eleições

E ainda somos obrigados a ouvir os candidatos que durante a campanha dizem: “Sou a favor da Educação, da honestidade, e contra a corrupção!” Oras… Isso todos deveriam ser, não?

Nos jornais e em todos os meios de comunicações, declarações de personalidades dizendo que o povo não sabe votar. De modo geral, as pessoas – sendo pobres, da classe média ou ricas – votam visando os seus próprios interesses. Por que os comerciantes optam por aqueles que prometem reduzir os impostos? Por que os fazendeiros votam nos candidatos ruralistas? Por que os industriais escolhem os que prometem dar mais incentivos, como isenção de impostos, à indústria? (more…)

maio 27, 2014

Não existem anjos entre nós: somos todos corruptos!

Este ano tem eleição. Logo começam as propagandas político partidárias, onde os candidatos vêm com aquela conversa mole, pedindo o nosso voto. E  nas rodas de conversa começamos a ouvir: “só lembram da gente de quatro em quatro anos!”

402269

Mas eu sempre digo e questiono: “vocês também só se lembram deles de quatro em quatro anos! Não é verdade?”  Você se lembra em quem votou nas últimas eleições? Tem acompanhado o trabalho de seus candidatos para saber se cumprem o prometido?

O Poder Público está tão distante da realidade da maioria dos brasileiros que perdemos completamente a noção não só de para que servem os mandatos que delegamos para os vereadores, prefeitos, deputados estaduais e federais, senadores, governadores e presidente da República, como também esquecemos que nós, o povo, somos os responsáveis pela qualidade dos políticos que elegemos. A composição dos poderes legislativo e executivo de alguma maneira é um espelho no qual nos recusamos a nos ver refletidos. É ou não é? (more…)

Blog no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: