A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

outubro 11, 2020

Projeções – Osho

Filed under: Atualidades,Coisas que eu gosto,Tarô,Uncategorized — Augusto Jeronimo Martini @ 14:20
Tags: , ,

Olhe bem para a carta abaixo e veja que o homem e a mulher nela ilustrados têm uma imagem distorcida de si mesmos. Vamos reproduzir literalmente o que Osho escreveu sobre esta carta:

“Todos nós podemos cair na armadilha de projetar ‘filmes’ de nossa própria autoria sobre as situações e as pessoas à nossa volta. Isso acontece quando não estamos plenamente confiantes de nossas expectativas, desejos e julgamentos e de reconhecê-los como nossos, tentando atribuí-los aos outros. Uma projeção pode ser diabólica ou divina, perturbadora ou confortadora, mas continua sendo uma projeção – uma nuvem que nos impede de ver a realidade como ela é. O único modo de escapar disso é entender como funciona o jogo. Quando você der com um julgamento se formando a respeito de outra pessoa vire-se do avesso: aquilo que você está vendo no outro, na verdade, não pertence a você? A sua visão está límpida ou obstruída pelo que você quer ver?”

(more…)

setembro 28, 2020

Nós somos o mundo

Filed under: amor,Atualidades,Coisas que eu gosto,Educação,Saúde,Tarô,Uncategorized,Yoga — Augusto Jeronimo Martini @ 12:19
Tags: , , , , ,

Olhe bem para ela que está aí abaixo e que está ilustrando este texto. O mundo sendo circundado por todos os seres que dançam de mãos dadas numa atitude de alegria e abertura para as oportunidades. Ninguém é maior ou menor que ninguém. As cores estão representadas com igualdade e leveza. Não há discriminação ou posse. Tudo é de todos; faz parte da grande mandala da existência.

Nós somos o mundo

Se esta carta lhe chama a atenção, leia com amor o que o autor, literalmente, escreveu sobre ela:

(more…)

setembro 22, 2020

Orientação – neo tarô Osho

Filed under: amor,Atualidades,Coisas que eu gosto,Tarô,Uncategorized — Augusto Jeronimo Martini @ 11:56
Tags: , , ,

Olhando bem para a ilustração, você já fica com uma primeira ideia do que esta lâmina quer transmitir: um anjo multicolorido voa pelo espaço ilimitado levando consigo a figura de uma mulher: não encontro expressão mais linda para definir o nosso mestre interior do que esta representação.

Orientação

Mas, se notar bem vai ver que a figura feminina está com o rosto virado para esta figura angelical. O que isso quer dizer? Quer significar que muitas vezes damos às costas ao nosso bem mais precioso: nossa proteção, nosso guia interno, nosso mestre, nossa intuição: aquela voz que vem do coração e que fala primeiro que nosso cérebro.

E por que fazemos isso? Porque fomos viciados em acreditar apenas naquilo que vemos com nossos olhos, ou apalpamos com nossas mãos ou pés. Os estímulos do mundo externo são, para nós, muito mais reais do que a nossa sabedoria interna. Por isso nos tornamos discípulos de alguém, fanáticos de uma religião ou caminho, apegados a pessoas que nos rodeiam, achando que são eles os nossos guias. Vã esperança! O nosso guia não está fora de nós. Está dentro de cada ser.

(more…)

setembro 21, 2020

Mudança – tarô zen Osho

Filed under: amor,Coisas que eu gosto,Tarô,Uncategorized — Augusto Jeronimo Martini @ 16:08
Tags: , , , ,

O símbolo desta carta é uma roda enorme que representa o tempo, o destino, o Karma. Galáxias orbitam em torno deste círculo que está em constante movimento, e os doze signos do zodíaco aparecem à sua volta. Na parte do centro da circunferência estão os oito trigramas do I Ching, e mais próximo do centro aparecem as quatro direções, cada qual iluminada pela energia do relâmpago. O triângulo giratório neste momento está apontado para cima, em direção ao divino e o símbolo chinês do yin e yang, macho e fêmea, o criativo e o receptivo, fica no centro.

Mudança

A seguir, nesta descrição da carta chamada Mudança, mestre Osho passa a comentar o que ela significa quando alguém a escolhe no seu tarô: “Com frequência tem sido dito que a única coisa que não muda no mundo é a própria mudança. A vida está mudando continuamente, evoluindo, morrendo e renascendo. Todos os opostos tem um papel nesse vasto esquema circular. Se você se agarrar à borda, poderá ficar tonto! Avance em direção ao centro do ciclone e relaxe, sabendo que este estado também passará.

(more…)

agosto 23, 2020

Voltando-se para dentro

Filed under: amor,Coisas que eu gosto,Tarô,Uncategorized — Augusto Jeronimo Martini @ 12:25
Tags: , ,

Neo Tarô Oslho

Observe bem esta carta que se chama Voltando-se para dentro. Uma mulher repousa serenamente sobre suas pernas e assiste com um sorriso tranqüilo às cenas que sua mente e as mentes ao seu redor criam, emanam, bisbilhotam, informam, procurando penetrar no seu mundo interior e particular.

O autor descreve a figura desta carta dizendo que este ser apenas constata estes pensamentos sem julgá-los, tampouco identificando-se com eles. Limita-se a observá-los como se fossem o tráfego de uma estrada ou as ondulações das águas de um lago.

(more…)

agosto 10, 2020

Celebração – Tarot Zen – OSHO

Filed under: amor,Coisas que eu gosto,Saúde,Uncategorized,Yoga — Augusto Jeronimo Martini @ 18:30
Tags: , ,

A vida é um momento para ser celebrado, desfrutado. Torne-a divertida, uma celebração, e então você entzrará no Templo. Esse templo não é para os tristes e desanimados, nunca foi para eles. Olhe para a vida: você vê tristeza em alguma parte? Você já viu uma árvore deprimida? Você já encontrou um pássaro movido por ansiedade? Já viu um animal neurótico? Não, a vida não é assim, absolutamente. Só o homem é que seguiu um caminho errado, se desviou em algum lugar, porque ele se considera muito sábio, muito esperto.

Sua esperteza é o seu mal. Não seja sábio demais. Lembre-se sempre de parar; não vá a extremos. Um pouco de tolice e um pouco de sabedoria fazem bem, e a combinação certa faz de você um buda…

Osho I Celebrate Myself Chapter 4

Comentário:

Estas três mulheres dançando ao vento e na chuva, nos fazem lembrar de que uma celebração nunca precisa ficar na dependência de circunstâncias exteriores. Não é preciso esperar por um feriado especial ou por uma ocasião formal, nem por um dia de sol sem nuvens. A verdadeira celebração nasce de uma alegria que primeiro é experienciada profundamente dentro do seu ser, e que se derrama num transbordamento de canto e dança, de riso, e até mesmo de lágrimas de gratidão.

Quando você tira esta carta, é um sinal de que está se tornando cada vez mais disponível e aberto às muitas oportunidades que existem para celebrar na vida e contagiar outras pessoas. Não se preocupe em programar uma festa na sua agenda. Deixe o cabelo ao natural, tire os sapatos, e comece a pular nas poças d`água agora mesmo. A festa está acontecendo à sua volta, a cada momento!

agosto 8, 2020

Comparação

Filed under: Uncategorized — Augusto Jeronimo Martini @ 18:59
Tags: , , , ,

A comparação gera inferioridade, superioridade. Quando você não estabelece comparações, toda inferioridade e toda superioridade desaparecem. Nessa condição você simplesmente é, você simplesmente está aí. Um pequeno arbusto ou uma grande árvore alta — isso não importa — você é você mesmo. Você é necessário. Uma folha de grama é tão necessária quanto a maior das estrelas. Sem a folha de grama, Deus será menos do que ele é. O pipilar de um pássaro é tão necessário quanto qualquer buda — o mundo será menos, será menos rico se esse pássaro desaparecer.

Carta: Comparação

Basta olhar à sua volta. Tudo é necessário e se encaixa em um todo. Trata-se de uma unidade orgânica: ninguém está acima, ninguém está abaixo, ninguém é superior, ninguém é inferior. Cada qual é incomparavelmente único.

Osho The Sun Rises in the Evening Chapter 4

Comentário:

(more…)

março 13, 2020

Espírito brincalhão – Osho

Filed under: amor,Coisas que eu gosto,Saúde,Uncategorized,Yoga — Augusto Jeronimo Martini @ 16:57
Tags: , , ,

A partir do momento em que você acredita que a vida é leve e que tudo que nos ameaça pode ser criação da nossa própria mente e do nosso imaginário ilusório, parece que um grande alívio invade a nossa alma e um novo mundo de possibilidades se abre à nossa frente.

No texto da carta isto está escrito da seguinte maneira: “O Zen excluiu-se do mundo sério. Criou um mundo próprio muito divertido, cheio de risos, no qual até os grandes mestres se comportam como crianças.”

Olhe bem para a carta e veja que a personagem dela celebra a vida irradiando luz e brilho de todo o seu corpo. Ela não se importa com que os outros vão falar dela. Apenas caminha sentindo-se capaz de encantar as crianças com sua cara de palhaço e com seus gestos largos e destemidos, sorrindo para a vida, criando a música da sua existência.

Para esta carta, Osho tem a seguinte interpretação: “Quando o Valete do Fogo entra em sua vida é um sinal de que você está preparado para receber o novo. Alguma coisa maravilhosa está despontando no horizonte e você tem exatamente a qualidade da inocência e da lucidez para recepcioná-la de braços abertos”.

É isso que propomos a você. Abra seu coração para o mundo onde a alegria, o bom humor e o otimismo são seus companheiros dia e noite. A mente acredita em seus pensamentos e os transforma em crenças e ações.

Se precisar de uma forcinha, aqui está um exercício com imagens mentais para você fazer durante 7 dias. Se gostar dos resultados pode repetir por mais 14 perfazendo um total de 21 dias. Se estiver fazendo algum outro exercício com imagens mentais espere acabar o ciclo que já começou, imprima este e aguarde para começar depois de fazer um intervalo de 7 dias entre o que acabou e o que vai começar. Sua mente precisa de um tempo para mudar de assunto.

Então, lembrando sempre que deve estar sentado, com os olhos fechados, pés firmemente apoiados no chão, mãos sobre as pernas, respire lentamente até sentir que está calmo e tranqüilo e relembre sua mente que sua intenção é conseguir enxergar o novo.

E veja, sinta, perceba ou imagine-se sentado perto de uma janela da onde você vê uma praça. Nesta praça tem um coreto e uma banda toca algo dentro deste coreto. Imagine crianças e adultos dançando ao ritmo desta melodia. Sinta quanta alegria e inocência existe nesta cena. Levante-se dessa cadeira e saia correndo na direção dessa festa. Entre neste grupo alegre e comece a dançar com todos sentindo todo seu corpo balançar e seu coração bater radiante de alegria, pleno de inocência. Então, respire e abra os olhos.

Nota: Se ao ouvir a banda tocar perceber que a música que o conjunto toca é lenta e triste abra os olhos imediatamente. Respire uma vez e recomece o exercício ouvindo uma música viva e muito alegre.

por Izabel Telles

março 10, 2020

Voltando-se para dentro – Osho

Observe bem esta carta que se chama “Voltando-se para dentro”. Uma mulher repousa serenamente sobre suas pernas e assiste com um sorriso tranqüilo às cenas que sua mente e as mentes ao seu redor criam, emanam, bisbilhotam, informam, procurando penetrar no seu mundo interior e particular.

Voltando-se para dentro

O autor descreve a figura desta carta dizendo que a mulher apenas constata estes pensamentos sem julgá-los, tampouco identificando-se com eles. Limita-se a observá-los como se fossem o tráfego de uma estrada ou as ondulações das águas de um lago.

Mas, o mais fantástico do texto do autor é esta parte que vou compartilhar literalmente com você: “Voltar-se para dentro simplesmente significa que você tem estado perseguindo um desejo atrás do outro, que esteve correndo cada vez mais, para chegar repetidas vezes à frustração; que cada desejo traz infelicidade, que não existe nenhum preenchimento por meio dos desejos; que você nunca chegará a lugar nenhum, que o contentamento é impossível. Percebendo a verdade de que correr atrás de desejos não leva a lugar nenhum, você acaba parando. Não que você faça algum esforço para parar. Se você fizer algum esforço para parar, de uma maneira sutil você ainda estará correndo atrás de alguma coisa novamente. Você ainda está desejando – talvez, agora, seja a ausência de desejo o seu desejo.

(more…)

março 8, 2020

Conexão – osho

Filed under: amor,Atualidades,Coisas que eu gosto,Tarô,Uncategorized,Yoga — Augusto Jeronimo Martini @ 12:46
Tags: , , ,

Olhe alguns segundos para esta carta. Veja que beleza a ideia de conectarmos o nosso coração aos golfinhos, desde sempre símbolo de paz, bondade e cura.

Conexão

Vou transcrever literalmente o que o autor escreveu sobre esta carta porque não seria capaz de criar nada mais perfeito!

“A experiência de relaxar o coração, durante a meditação, não é algo que possa ser apossado ou forçado. Ela vem naturalmente, à medida em que vamos ficando mais sintonizados com o ritmo do nosso próprio silêncio interior. A figura desta carta espelha a doçura e a delicadeza desta experiência. Os golfinhos que afloram do coração e perfazem um arco em direção ao terceiro olho refletem o espírito brincalhão e a inteligência que se manifestam quando somos capazes de estabelecer conexão com o coração, e de nos mover no mundo a partir daí.”

O conselho da carta é: ”permita-se ser mais gentil e mais receptivo neste momento, porque uma alegria indescritível espera por você logo ali, virando a esquina. Ninguém mais pode indicar-lhe onde ela está, e quando você a encontrar não terá palavras para descrevê-la aos outros. Mas ela está ali, profundamente dentro do seu coração, madura e pronta para ser descoberta.”

No entanto, se está com dificuldade de abrir o seu coração para o novo e para toda a magia que ele pode lhe proporcionar, sugiro que faça este exercício com imagens da mente durante 7 dias. Esteja sentado, pés apoiados no chão, mãos nas pernas, olhos fechados. Respire longamente algumas vezes até sentir que está calmo e pronto para levar sua atenção para a intenção deste exercício:

Contato e Harmonia.

Veja, sinta, perceba ou imagine-se entrando em contato com o seu coração. Sinta seus batimentos e imagine que ele é um golfinho que quer se comunicar com sua consciência. Ouça o que este golfinho tem para lhe dizer. Corrija o que ele pedir para ser corrigido ou aceite o que ele disser que você está fazendo certo.

Sentindo agora que este golfinho pulsa calmo e feliz porque você entrou em contato com ele, mantenha este contato para sempre, respire e abra os olhos.

por Izabel Telles

Próxima Página »

Blog no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

alimmentos.wordpress.com/

congelados veganos

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: