A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

fevereiro 23, 2021

Villa Grazioli em Grottaferrata, de uma villa nobre a uma residência histórica

Villa Grazioli, Grottaferrata – Créditos das fotos: https://bit.ly/3auRRyZ

Quem não gostaria de passar um fim de semana em uma antiga vila nobre , sem abrir mão do conforto da vida moderna? Na Villa Grazioli, em Grottaferrata, você pode! A residência do antigo cardeal é uma das doze Villas Tuscolane, localizadas no território dos Municípios de Frascati, MontePorzio Catone e Grottaferrata, na área de Castelli Romani . Em Grottaferrata estão Villa Muti-Arrigoni e Villa Grazioli: ao contrário da primeira, esta última pode ser visitada e nós, no fim-de-semana passado, tivemos o prazer de a conhecer.

Ao contrário da maioria das Villas Tuscolan, atualmente inacessíveis, Villa Grazioli nos últimos anos passou por cuidadosas obras de restauração que a adaptaram a uma instalação de alojamento turístico; é, portanto, acessível ao público que pode apreciar suas belezas histórico-artísticas e paisagísticas, e vivê-la em uma experiência de 360 ​​graus. A villa, de fato, uma das mais ricas em termos artísticos entre as Villas Tuscolan, situa-se na fronteira entre Grottaferrata e Frascati num parque de cerca de 15 mil metros quadrados, com vista para o campo em torno de Roma.

Assim, vamos descobrir juntos as origens e a história deste património cultural inestimável do nosso território, a dois passos de Roma, protegido desde 1913 pela Superintendência de Belas Artes, pelos seus notáveis ​​valores artísticos.

Villa Grazioli, residência do cardeal do final do Renascimento, com origens romanas antigas

(more…)

janeiro 5, 2020

O Dia dos Reis Magos e a bruxa Befana, na Itália!

Na Itália, as festas de fim de ano acabam somente no dia 6 de janeiro, cuja data é a mais aguardada pelas crianças. Esta é a celebração mais alegre da época, dia de uma bruxa boa chamada Befana.  A bordo da sua vassoura voadora, a Befana entrega doces aos bons meninos. Aos rebeldes, carvão no lugar de presentes.  Algumas lojas vendem doces de nome “carbone” (carvão), que realmente se parecem com carvões.

Uma das coisas interessantes em viajar é conhecer novas culturas. O que também pode ser alcançado através de leituras, é claro. E ao contrário do que muita gente pode pensar, as festas de fim de ano não são iguais em todos os lugares não.

befana_5

Na Europa, de um modo geral, as pessoas não dão muita importância para noite do dia 24 de dezembro, véspera de Natal. Na Itália, se come modestamente, não se pode comer carne, assim como na Páscoa, e esse ritual que é bem intimo recebe o nome de vigília. E a meia noite, as pessoas vão para missa. Nada além disso. Terminada a missa, voltam pra casa. Árvore de Natal tem, mas eles gostam mesmo é de montar presépios. Acho que é por isso que em minha família, totalmente de descendência italiana – e em minha infância – a noite de Natal nunca foi igual aquela dos meus vizinhos. Nunca tivemos a tradição de trocar presentes. E até pouco tempo atrás associava isso a infância pobre que tive.  (more…)

novembro 5, 2019

A imigração Italiana no Brasil

No dia 2 de junho é celebrada A festa della Repubblica Italiana. A imigração italiana no Brasil teve como ápice o período entre 1880 e 1930, período em que meus antepassados para cá migraram, vindo trabalhar nas fazendas de café.

Em 11 dezembro de 2015 o “Globo Repórter” abordou esse tema em uma excelente matéria sobre “A imigração italiana no Brasil”.

outubro 24, 2019

Os sobrenomes dos meus antepassados italianos

Todos os meus antepassados vieram do norte da Itália. As origens são das regiões Vêneto e Piemonte.

Se você tem um sobrenome típico da Itália, mas não sabe a origem de sua família, poderá fazer uma pesquisa no site Cognomix.

A pesquisa nesse site é simples e fácil e nele você pode matar sua curiosidade de saber se sua família é de origem italiana e de qual região ela veio para o Brasil. Melhor ainda o seu interesse seja em reconhecer sua cidadania italiana, mas ainda precisa localizar a cidade do seu antepassado.

No Cognomix você pode encontrar a origem e o significado de alguns sobrenomes, os sobrenomes mais comuns na Itália ou uma seção dedicada aos sobrenomes maternos. Mas o que todo mundo quer saber mesmo é de onde vem o próprio sobrenome.

(more…)

setembro 19, 2019

Fontaneto d’Agogna – a terra dos Grazioli

MUNICIPALIDADE DE FONTANETO D’AGOGNA

Fontaneto d’Agogna é uma comuna italiana da região do Piemonte, província de Novara, com cerca de 2.741 habitantes. Estende-se por uma área de 21 km², tendo uma densidade populacional de 121 hab/km². Faz fronteira com Borgomanero, Cavaglietto, Cavaglio d’Agogna, Cavallirio, Cressa, Cureggio, Ghemme, Romagnano Sesia, Suno.

Brasão de Fontaneto d”Agogna

Nome dos residentes : Fontanetesi
Número de habitantes : 2741
Altitude : 0 msldm;
Área : 21 km²
Festival do Santo Padroeiro : 15/8/2019
Site oficial Sant’Alessandro : http://www.comune.fontaneto.no.it

HISTÓRIA E TERRITÓRIO

Os primeiros assentamentos remontam, na era neolítica, na Baragge del Monteregio, ao longo das colinas e cursos de água e, na época romana, ao longo dos rios Sizzone e Agogna. O nome de Fontaneto deriva de fontanili. Entre os destaques do lugar temos: a fundação se deu por volta de 908, oriunda de um castro e mosteiro beneditino; o sinodo per la condanna della pataria (movimento contra a corrupção eclesiástica); a construção em 1412 de um novo castelo pelos Visconti que, desde 1524 e por mais de cem anos, foi o epicentro das lutas entre espanhóis e franceses, até sua destruição em 1638 pelos espanhóis e nova reconstrução na segunda metade dos anos 1600. No século XVIII, o território passou para o comando dos Savoy. No século XIX, as propriedades do Visconte chegaram até os ramos da família e várias obras foram realizadas, como o cemitério.
Centro agrícola com muitas fazendas, no século XX, com o desenvolvimento industrial, sua estrutura produtiva e social mudou. Hoje se vê a presença de várias pequenas e médias empresas, algumas das quais também são de importância internacional no setor de alimentos e hidro-termo-sanitários.
Uma vila com áreas montanhosas e de várzea, é atravessada pelas torrentes dos rios Sizzone e Agogna e é rica em muitas nascentes.

PATRIMÔNIO E EMBLEMAS
Na colina fica a Torre del Mirasole datada do século XIX. Na vila, o castelo do século X, redefinido no século 15 e depois restaurado no século 18, cercado por um fosso; ao lado do Oratório dos Santos Fabiano e Sebastiano, reconstruídos no século XVII, está a abadia original em cujas paredes há vários murais. Há muitas igrejas: como a monumental BV Assunta, construída como uma capela do cemitério noa anos Mil e ampliada em nos 1800, com um painel do século XVI de Sperindio Cagnola, uma tela de Tanzio da Varallo e o scurolo neoclássico de Antonelli; a Anunciação reconstruída em 1751, com afrescos de 1516; S. Rocco (1514), com afrescos e um modelo de altar desenhado por Antonelli; S. Martino, já mencionada em 1347 e ampliada em 1800, vinculada ao culto da água por conta de uma fonte próxima.
É um município que faz parte da Reserva Naturale delle Baragge.
Fontaneto d’Agogna está incluída nos itinerários temáticos: arqueológicos, castelos, palácios, vilas e jardins históricos do século XVII na área de Novara, Antonelliani, com passeios a pé pelas colinas de Novara, trilhas da R Reserva Naturale delle Baragge, com pontos de observação de aves.
Os alimentos e vinhos produzidos na região incluem gorgonzola, mel, ensopados, tapulon, frituras, batatas da vinha e a produção de vinhos da linha Colline Novaresi DOC. No início do verão, acontece o tradicional festival de “Fontaneto Arte Sapori”.

(more…)

setembro 8, 2019

Assis – a cidade de São Francisco

Em fevereiro desse ano realizei um de meus maiores sonhos: ir até Assis, na Itália. De Perúgia, fui para lá de trem até a frazione Santa Maria degli Angeli. E lá tem a basílica de Santa Maria degli Angeli  – a qual é uma basílica papal situada numa planície no sopé de uma colina em Assis. Foi construída em estilo maneirista entre 1569 e 1679 à volta de uma pequena igreja do século IX, a Porciúncula, o local mais sagrado para os franciscanos, pois foi nela que o jovem Francisco de Assis compreendeu sua vocação e renunciou o mundo para viver em pobreza entre os pobres, iniciando o movimento franciscano. Mas, sobre a Porciúncula e Santa Maria degli Angeli falarei em outro post. Agora gostaria de centrar sobre a Basílica de São Francisco de Assis.

Visitar a Basílica é uma experiência inesquecível. Talvez porque ela seja rodeada de paisagens espetaculares ou porque, nela, a gente sente a presença do santo em cada canto.

A igreja foi tombada como patrimônio da humanidade pela Unesco e está construída no mesmo local onde São Francisco quis ser sepultado: uma colina que, na época medieval, era chamada de Collis Inferni (Colina do Inferno), pois ali eram enterrados os corpos dos condenados à morte. Depois de ser colocada a primeira pedra para a construção da basílica, a colina foi rebatizada de Collis Paradisi (Colina do Paraíso).

(more…)

abril 11, 2019

Orvieto – uma preciosidade da Umbria, centro da Itália

A cidade de Orvieto está na região da Umbria e localiza-se no centro da Itália. Antes da ascensão dos romanos e do seu Império, a civilização mais desenvolvida e importante na região era a etrusca, que dominou a região cerca de mil anos deixando muita coisa dessa cultura intrínseca nas construções de lá. O seu território estendeu-se desde o norte da Toscana até ao rio Tibre (Tevere, em italiano), no norte do Lácio. Eles fundaram muitas cidades, e algumas delas persistem quase intactas, até os dias de hoje. Orvieto é um destes tesouros.

Uma das razões e provavelmente a mais significativa para esta cidade existir até hoje é a sua impressionante localização. Ela está situada no topo plano de um maciço de rochas vulcânicas, no meio do caminho que ligava Roma a Florença. A localização elevada e as muralhas construídas à volta da cidade deram-lhe proteção suficiente, tornando-a quase impossível de conquistar.

O ponto alto de Orvieto como cidade foi durante a Idade Média, especialmente nos séculos XII e XIV. Durante este período, a cidade viu surgir em seu entorno novos e belos palácios e monumentos.

(more…)

março 26, 2019

Perugia – um itinerário de arte sacra entre as igrejas do centro

Perugia e um itinerário de arte sacra entre as igrejas do centro: Sant’Ercolano

Exausto dos museus e edifícios históricos, no antigo círculo das muralhas etruscas? Não se preocupe: ainda existem muitas igrejas para visitar. Se você é um amante da arte e da arquitetura sagrada há muito o que ver em Perugia. Uma das igrejas mais fascinantes e curiosas é certamente Sant’Ercolano: um edifício octogonal que cresce em altura, quase como uma torre. Seus interiores são totalmente afrescados: uma obra-prima do barroco.

A trindade e os santos na capela de San Severo

A pequena capela de San Severo é outra igreja que é preciso ver, porque dentro dela você pode admirar outra das obras-primas feitas por Perugino e Rafael: o afresco da Trindade e dos Santos.

O Arco de Augusto

Um antigo complexo monástico: Santa Maria Nuova

Pertencente aos beneditinos, o complexo monástico de Santa Maria Nuova, com sua igreja e seu campanário histórico projetado por Galeazzo Alessi, não está longe de San Severo e remonta ao século XIII. Seus interiores são um dos mais belos exemplos do final da Renascença de Perugia.

A Igreja do Jesus: uma arquitetura “hierárquica”

Entre os edifícios sagrados de Perugia, a Igreja do Gesù é certamente a mais curiosa do ponto de vista arquitetônico. Há, de fato, três diferentes oratórios sobrepostos no interior, seguindo as hierarquias sociais do século XVI: um oratório para os nobres, um para os artistas (mas também os artesãos) e outro para os colonos (que cultivavam a terra).

Um exemplar do barroco na cidade medieval: San Filippo Neri

É também chamada de Igreja Nova e é um belo exemplo de arte e arquitetura do século XVII em uma cidade onde as vistas mais características são medievais e renascentistas. A igreja de San Filippo Neri é uma verdadeira obra-prima e certamente merece uma visita.

(more…)

janeiro 10, 2019

Cidadania Italiana – Arquivos de Estado Italiano com documentação digitalizada

Os Arquivos Estatais conservam muitas coleções e séries documentais úteis para a investigação genealógica e a história das pessoas e das famílias.

No âmbito da administração de arquivos italianos, os Arquivos Estatais, estão articulados numa rede de Comunes/Províncias e representam os mais importantes institutos de conservação e valorização da documentação pública estatal. Neste conservam-se:

1) os arquivos dos Estados italianos anteriores à unificação da Itália;

2) os documentos dos órgãos judiciais e administrativos centrais e periféricos do Estado que já não são necessários;

3) todos os outros arquivos e documentos, públicos e privados, que o Estado possui ou tem recebido em depósito ou doação, como arquivos de famílias, de empresas, de corporações religiosas e entes públicos não estatais.

Nos Arquivos Estatais são conservadas muitas fontes, seja públicas ou privadas, indispensáveis para a investigação genealógica e para a história de famílias e pessoas. As principais são:

  • O Registo Civil com os seus correspondentes índices originais, anuais e decenais;
  • A documentação relativa ao recrutamento e à carreira militar;
  • Os arquivos notariais;
  • Os arquivos de famílias e pessoas;
  • Fontes nominais e fontes para a emigração.
(more…)

outubro 4, 2018

São Francisco de Assis

Hoje é o dia dele, meu santo de Fé, protetor de todas as horas. São Francisco de Assis. Acabei de passar em sua casa principal de São Paulo para tomar a benção. O Santuário está lindo, repleto de flores, pessoas com seus animais de estimação a igreja lotada para a primeira missa do dia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em minha mesa de trabalho ele sempre está. E hoje em patamar simples, mas especial. Com flores de manjericão colhidas em nosso jardim suspenso. Tomei a liberdade de reproduzir o texto e imagens abaixo do blog YOSHEH.

Paz e bem para todos!

    Um rico jovem, apaixonado pela vida noturna, roupas, música, bebida, aventuras e histórias de cavaleiros, foi sutilmente tocado por Deus para mudar o mundo.
Queria tornar-se herói, e tomou parte na guerra entre Assis e Perúgia, cidades italianas, mas foi preso por um ano e só libertado após um resgate pago por seu pai. Dessa prisão trouxe enfermidades de visão e de digestão que teve que suportar por toda vida.
    Depois alistou-se para lutar contra o Sacro-Império Germânico, que combatia os Estados Pontifícios, pertencentes à Igreja, mas teve algumas visões que o fizeram voltar para casa. Que nova realidade estaria contemplando agora? Que rumo daria à sua vida? Os amigos tentaram levá-lo de volta à boemia, mas Giovanni, seu nome de batismo, chamado de Francisco por gostar da arte e do estilo de vida francês, retirou-se para meditar numa caverna acompanhado de apenas um amigo. E aí pedia a Deus Sabedoria para entender overdadeiro sentido da vida.
Próxima Página »

Blog no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Alimmentos

congelados 100% veganos

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: