A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

junho 5, 2014

São Paulo e as invasões dos sem-teto

O centro de São Paulo está se transformando em zona livre do tráfico e do consumo de drogas e com muitas invasões a prédios públicos e privados. Tudo está voltando a ficar como era há umas duas décadas atrás ou até pior – o centro em situação de semi abandono! Fico assustado em ver a ousadia dessa parte da população que luta por moradia digna invadindo imóveis de uma hora para outra. Se eles e os drogados das muitas cracolândias que se espalharam pela cidade merecem salário e moradia de graça – sim, porque muitos dos usuários de drogas da antiga cracolândia moram em quartos alugados pela Prefeitura e Haddad já anunciou que o próximo passo é começar a alugar quartos para viciados também da região do Parque D. Pedro II – por que não oferecem o mesmo tratamento para todo o restante da população? Também quero morar de graça! Deixar de pagar condomínio, IPTU, água, luz…

Editoria de arte da Folhapress

Editoria de arte da Folhapress

Depois de uma série de invasões a terrenos e prédios, o Ministério Público começou a investigar os grupos que promovem essas ocupações irregulares. Segundo reportagem da Folha de São Paulo, pelo menos 91 propriedades estão ocupadas ilegalmente em São Paulo e até prédios em uso viraram alvo dos invasores. E mais da metade dessas invasões aconteceram esse ano. (more…)

maio 18, 2014

O Uruguai e a regulamentação do comércio da Maconha

Como disse o presidente do Uruguai, José Mujica: “Alguém tem de ser o primeiro”, quando lhe perguntaram por que havia decidido regulamentar o comércio da maconha. No início de maio foi apresentada a lei de 104 artigos mediante a qual regulamentaria a produção, distribuição e venda da maconha. Já se sabe qual será o preço, a quantidade máxima que se poderá cultivar em casa ou em clubes, o que se poderá comprar na farmácia e até a forma como os consumidores deverão identificar-se. A lei aprovada na semana passada pelo Conselho de Ministros, determinada como serão convocadas empresas que desejem cultivar a cannabis e, se tudo transcorrer conforme o previsto, no começo de dezembro se poderá comprar nas farmácias até um máximo de 10 gramas de maconha por semana, por pessoa.

Fonte: Folha de São Paulo

Haverá três formas de acesso à maconha: na farmácia, mediante o cultivo em casa e associando-se a um clube de consumo. O secretário-adjunto da Presidência, Diego Cánepa, disse que o preço oscilará entre 20 e 22 pesos uruguaios. Ou seja, entre 0,87 e 0,95 dólar. Portanto, o preço máximo de compra por mês será por volta de 35 dólares por pessoa.

Com a criação do Instituto de Regulação e Controle da Maconha na semana passada, um órgão que será responsável pela distribuição de licenças e registro dos consumidores de maconha no país, é a última etapa da implementação da lei que tem o ambicioso objetivo de combater o tráfico de drogas. (more…)

janeiro 6, 2014

Os 50 anos do Golpe Militar de 1964!

Jânio Quadros (1917-92), então Presidente da República, renunciou em 1961. E o Brasil entrou em uma crise política que, três anos mais tarde, culminaria com o golpe militar e os anos de ditadura (1964-85). Perto de completar 50 anos, os reflexos do período ainda são sentidos nas relações políticas.

DITADURA MILITAAR

Os 50 anos do golpe de 1964, que deu início à ditadura militar, foram tema de especial publicado ontem no site da Folha. No especial, esse marco da história do país é narrado com textos, fotos e infográficos. Uma das seções, por exemplo, traz perfis breves de personagens importantes do período.  (more…)

julho 23, 2013

Francisco, o Papa do fim do mundo – aplicativo da App Store para tablets e smartphones

Acabo de ler no jornal Clarín, que lançaram um aplicativo que se chama “Papa Francisco” e que é oferecido em português e em espanhol. Esse é um projeto do Clarín lançado junto com a Folha de São Paulo. Francisco, “o Papa do Fim do Mundo”, como é chamado pelos jornalistas que mais o conhecem e que têm estado mais perto dele. Trata-se de ma plataforma interativa para tablets e smartphones.

O aplicativo se encontra disponível na Apple Store com o nome de “Papa Francisco” ou “Agea” (nome da companhia que edita o jornal Clarín). Para baixar o app, que custa US$ 2,99 (R$ 6,70), acesse a App Store – a loja virtual da Apple–, faça a busca por “papa Francisco” e inicie a instalação do aplicativo em português “O papa do fim do mundo”. Um ícone aparecerá na área de trabalho de seu iPad. Dentro de pouco tempo também da Google Play.

app paga

Editoria de Arte/Folhapress

Uma vez instalado é possível navegar em forma horizontal e vertical pelos textos, ilustrações, infografias e vídeos. Com um design criado especialmente para esta plataforma. O aplicativo segue a tendência dos produtos jornalísticos de vanguarda dos Estados Unidos e da Europa. Narra a transformação do “padre Jorge” em “Arcebispo Bergoglio” até chegar a “Papa Francisco”, em uma reportagem com fotos e dados inéditos. (more…)

abril 18, 2012

“A USP derruba seus muros” – a institucionalização da EAD ainda é entrave para as Universidades

Desde 2003, no dia 27 de novembro é comemorado o Dia Nacional da Educação a Distância (EaD), criado pela Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED) para estimular a modalidade que hoje, segundo dados do Censo da Educação Superior de 2010, já corresponde por 14,6% das matrículas de graduação no ensino superior do País.

EAD continua sendo um entrave nas universidades brasileiras

Apesar da grande difusão, a EaD ainda é motivo de luta dentro das Universidades contra o preconceito de educadores e por uma maior inserção nos processos pedagógicos institucionais.  Mesmo sendo uma modalidade que surgiu há décadas, que é amplamente difundida e reconhecida em outros países, aqui no Brasil a resistência é um fator limitante para o seu crescimento.   (more…)

fevereiro 1, 2012

Biciclotecas – as bibliotecas itinerantes do centro de São Paulo!

Em alguns posts que escrevi há algum tempo atrás sobre minhas impressões da viagem que fiz a Santiago, Chile, lembro de ter comentado que numa manhã, quando estava sentado em uma das praças daquela capital, vi chegar um rapaz com uma bicicleta, tipo triciclo, bem diferente das bikes comuns  – tinha uma caixa grande e alta atrás. Ele estacionou, abriu a caixa que transformou-se em uma mini biblioteca. Lá tinha livros, revistas e jornais. Pois então. Hoje em São Paulo vi coisa parecida!

Imagem: Folha de São Paulo

Estava fazendo meu caminho diário e a pé para o trabalho quando tive uma surpresa – em frente ao Theatro Municipal havia duas bicicletas com uma espécie de caixa vermelha e grande acoplada atrás, onde lia-se: “Bicicloteca”. (more…)

Blog no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: