A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

março 22, 2019

340 bolsas integrais oferecidas pelo Ismart (Instituto Social para Motivar, Apoiar e Reconhecer Talentos)

Criado em 1999, o Instituto Social para Motivar, Apoiar e Reconhecer Talentos (Ismart) é uma entidade privada, sem fins lucrativos, que identifica jovens talentos de baixa renda, de 12 a 15 anos de idade, e lhes concede bolsas em escolas particulares de excelência e o acesso a programas de desenvolvimento e orientação profissional, do ensino fundamental à universidade.

Bolsas de Estudos 

Quem está matriculado no 7º ou no 9º ano do ensino fundamental em escola pública poderá frequentar escolas particulares de excelência por meio das 340 bolsas integrais oferecidas pelo Ismart (Instituto Social para Motivar, Apoiar e Reconhecer Talentos). Dentre os critérios de participação estão a não reprovação no histórico escolar e vir de família com renda per capita de, no máximo, dois salários mínimos. Os aprovados estudarão em colégios particulares de referência, conceituados e com alto padrão de qualidade na educação nacional – localizados em São Paulo, Rio, Belo Horizonte, São José dos Campos, Cotia e Sorocaba.

As inscrições devem ser realizadas no site (www.ismart.org.br).   

dezembro 14, 2018

Escolas do estado de São Paulo terão ensino de ética e cidadania

Foi aprovado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo um projeto que propõe a inclusão da disciplina “Estado, Cidadania e Ética” na grade curricular do ensino médio público e privado. O objetivo é esclarecer jovens sobre matérias como direitos e deveres dos cidadãos e as minúcias de funcionamento e responsabilidades do estado em todas as esferas administrativas (federal, estadual e municipal). 

No que concerne à cidadania, o curso abordará direitos fundamentais, constitucionais e legais, além de ética na política, nas comunicações e na relação com o meio ambiente. 

O planejamento, que inclui a definição da carga horária, e a implementação da disciplina serão realizados pela Secretaria de Estado da Educação e pelo Conselho Estadual de Educação. 

Um dos autores do projeto, o deputado Coronel Camilo (PSD) afirmou que a ideia nasceu da constatação da atual falta de valores na sociedade. “Estamos permeados por intolerância e impunidade. Acredito ser importante falar sobre respeito, cidadania e liberdade nas escolas”, disse. 

Projeto de Lei 903/2017, de autoria também dos deputados Aldo Demarchi (DEM) e Itamar Borges (MDB), foi aprovado em Plenário no dia 28/11 e segue agora para sanção pelo governador Márcio França.

agosto 2, 2018

Concurso #minhaartenacapa – prorrogação

As inscrições para a primeira fase do concurso Minha Arte na Capa (fase de produção), da Secretaria Estadual de Educação, que iriam até dia 3 de agosto, foram prorrogadas até o dia 15 de agosto. Nessa fase, as diretorias regionais recebem das unidades de ensino as sugestões de desenhos de estudantes matriculados em classes do Fundamental (Anos Inicias e Finais), Médio e Educação de Jovens e Adultos. As 10 melhores ilustrações vão estampar o kit escolar de 2019. O resultado sai em 29 de outubro.

Neste ano, os candidatos escolhem um dos dois temas: Cidadania e Ação ou Alimentação Consciente. Serão aceitos trabalhos individuais ou de equipes com até três alunos orientados por um professor de qualquer disciplina. Já as ilustrações devem seguir o seguinte padrão: em papel sulfite, tamanho A4, sem bordas e margens e sem nenhum tipo de identificação. Podem utilizar técnicas com lápis de cor, guache, hidrocor, aquarela, pastel, nanquim, crayon ou cera. O regulamento completo está disponível aqui. (more…)

abril 7, 2016

Curso online de Disseminadores de Educação Fiscal

Em tempos de crise como este que vivemos agora, fica mais fácil perceber que uma sociedade consciente de seus direitos e deveres é uma sociedade com o poder de decidir seus rumos. Neste sentido, a Educação Fiscal visa conscientizar os cidadãos sobre a importância de pagar e cobrar a boa aplicação dos tributos para a manutenção das atividades do Estado, sem as quais nenhum progresso social seria possível.

O custo dos tributos está presente em praticamente toda atividade econômica: seja no salário do trabalhador, no preço das mercadorias e serviços, no cafezinho que você toma, no simples ato de possuir um imóvel ou um veículo, ou na própria produção da riqueza nacional. São estes valores que permitem ao Estado realizar serviços e obras públicas. Os tributos são, na verdade, o preço que os cidadãos pagam pela saúde, educação, segurança, pelo asfalto e limpeza das ruas, enfim pela civilização. Um não existe sem o outro, concordam?

Garantir que estes valores sejam realmente recolhidos aos cofres públicos e, em seguida, corretamente aplicados pelo Estado em prol da comunidade deve ser uma preocupação constante de um povo politicamente ativo.

DEF

A Educação Fiscal visa incutir nos cidadãos esta consciência. De que para termos ruas asfaltadas e coleta de lixo no bairro, uma cidade, um Estado e um país melhor, exigir a nota fiscal é o apenas primeiro hábito que devemos adquirir. E além dele, cobrar a boa aplicação do dinheiro público – que é de todos nós. E tudo isso fica muito mais fácil de compreender se você se inscrever no curso que divulgo abaixo.

Curso online de Disseminadores de Educação Fiscal – Inscrições para turma do 1º semestre estão abertas até 22 de abril

Estão abertas, até 22 de abril, as inscrições para a nova edição do curso Disseminadores de Educação Fiscal – Turma 01/2016, que apresentará aos participantes conceitos sobre gestão financeira, destinação das finanças públicas e orçamento, entre outros temas de interesse.

Serão oferecidas 600 vagas. Poderão participar, além de professores, os servidores de secretarias estaduais e municipais, ONGs, Conselheiros Municipais e a população em geral, bastando para tal ter o ensino médio. As inscrições serão feitas exclusivamente por meio de formulário online. Para acessar o formulário de cadastro, clique aqui.

Os participantes selecionados receberão um e-mail confirmando a sua participação no curso entre os dias 22 e 25 de abril.

As aulas serão a distância, com início no dia 22 de abril e término em 1º de julho. É imprescindível que o candidato tenha conhecimentos prévios de informática, um e-mail particular e acesso à internet.

O curso conta com cinco etapas (módulos) e ao final de cada uma haverá uma avaliação. Na última fase, os alunos poderão elaborar uma atividade prática dentro dos temas estudados. Para os aprovados (mínimo de 70% de aproveitamento) é emitido um Certificado correspondente a 120 h/a.

O curso é uma parceria entre Secretaria da Fazenda, Secretaria Estadual de Educação, Escola de Administração Fazendária, Receita Federal entre outros parceiros que fazem parte do GefeSP – Grupo de Educação Fiscal Estadual.

O curso é oferecido no intuito de abrir possibilidades para que os professores e gestores se aprimorem a cada dia mais no caminho da cidadania. Além disso, o tema educação fiscal faz parte do currículo escolar como disciplina transversal que será mais bem aplicado em sala de aula com o embasamento assimilado pelos professores que acompanharem o curso.

Acesse o Portal da Educação Fiscal www.educacaofiscal.sp.gov.br e conheça os materiais didáticos disponíveis para auxílio em sala de aula.

outubro 24, 2014

Diretora de escola municipal de Rio Claro/SP é eleita a Professora do ano de toda a região

Acabo de ler no El Pais a notícia abaixo, que me deixou cheio de orgulho. Afinal sou Rioclarense! A Profa. Andrea Marangoni, diretora da E.M. Diva Marques Gouvêa, foi eleita a professora do ano de toda a região. Este é um prêmio anual de reconhecimento organizado pelo Estado de São Paulo.

Embora não trabalhe em uma escola de tempo integral, a rotina profissional da professora Andrea Marangoni ultrapassa 12 horas por dia. Diretora em uma escola municipal de Rio Claro (a 190 quilômetros de São Paulo) durante o dia, e professora de uma escola estadual em Santa Gertrudes (a 10 minutos de Rio Claro) no período da noite, sua rotina se inicia às sete da manhã e termina às onze e meia da noite.

Em meio à troca de ataques entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) neste segundo turno, a escola em tempo integral é uma bandeira levantada por ambos quando decidem falar de propostas e não de acusações. Mas Andrea é contra a ideia. “Não existe um projeto que estipule quais seriam essas aulas dadas durante o dia todo”, explica. “O que faremos com os alunos? Como eles fariam para trabalhar? Não há um planejamento claro de como isso seria implantado”, diz a professora de 47 anos que dá aula há 25 anos na rede pública de São Paulo. (more…)

outubro 15, 2013

Professora usa o facebook para ensinar sobre Meio Ambiente

A professora Teresa Candolo usa o Facebook para trabalhar a questão da sustentabilidade com seus alunos da EE Gustavo Marcondes. Tudo começou quando a colega Adriana Gregório, apresentou para a equipe de gestão e seus colegas o material e as atividades da Conferência Infanto Juvenil Internacional do Meio Ambiente.

Teresa explica diz que após a Adriana apresentar o Congresso para a equipe escolar, surgiu a ideia de um projeto sobre Sustentabilidade, por parte da gestão, e que deveria ser desenvolvido por todos os professores.  (more…)

maio 28, 2013

IV Seminário Estadual de Educação Fiscal aconteceu na semana passada em São Paulo

Nos dias 22, 23 e 24 da semana passada, o Grupo de Educação Fiscal Estadual (GEFE/SP) realizou o IV Seminário Estadual de Educação Fiscal, com a colaboração de várias entidades. O evento contou com a participação de aproximadamente 332 pessoas, sendo elas professores da rede estadual e municipal, servidores públicos das três esferas do governo e estudantes universitários.

A mesa solene de abertura do evento foi composta por Evandro Luís Alpoim (Secretaria da Fazenda), Carlos Eduardo de Arruda (Controladoria Geral da União), Claudia Chiaroni Afuso (Secretaria da Educação do Estado), Rai de Almeida (Escola de Administração Fazendária), Marcelo Barreto (Superintendente Adjunto e Substituto da Receita Federal da 8ª região), Simone Azeredo (Procuradoria Geral da Fazenda Nacional), Antonio Cesar Russi Callegari (Secretário Municipal de Educação).

Confira abaixo algumas imagens do evento capturadas por Saulo Oliveira –  Assessoria de Comunicação Receita Federal do Brasil

Este slideshow necessita de JavaScript.

A finalidade do evento foi de divulgar o Programa Nacional de Educação Fiscal – PNEF, fomentando o debate acerca da função socioeconômica dos tributos e do controle social dos gastos públicos e da transparência, com vistas à construção da cidadania, criando condições para uma relação harmoniosa entre o Estado e o cidadão. (more…)

Blog no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: