A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

junho 12, 2017

Programa Juventude Legal, do balneário de Praia Grande, conscientiza jovem sobre o seu papel social

Seis escolas receberão as atividades durante todo o mês de junho

O programa Juventude Legal já tem o calendário de junho confirmado. Nesta fase, seis escolas de Praia Grande recebem as atividades do projeto que é realizado pela Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve) e tem por objetivo aproximar a população jovem dos serviços prestados pela Administração Municipal.

1

O programa leva palestras e exposições sobre a importância da participação política e social dos grêmios estudantis e busca conscientizar os jovens sobre as diversas situações vivenciadas nesta faixa etária. Busca também demonstrar aos alunos as possibilidades de formação técnica e do mercado de trabalho em geral, e é oferecido aos estudantes do Ensino Médio do Município.  (more…)

setembro 28, 2016

PRORROGADO! 8.º Concurso de Desenho e Redação da CGU – 2016

PRORROGADO! 8.º Concurso de Desenho e Redação da CGU – 2016

Em 2016, a Controladoria-Geral da União (CGU) realiza a 8ª edição do Concurso de Desenho e Redação. Com o tema “Um por todos e todos por um! Pela ética e cidadania”, o objetivo da iniciativa é despertar nos estudantes o interesse por assuntos relacionados ao controle social, à ética e à cidadania, por meio do incentivo à reflexão e ao debate desses assuntos nos ambientes educacionais. O concurso é direcionado a estudantes regularmente matriculados em escolas públicas e privadas do país.
Início das inscrições 11/03/2016
Fim das inscrições 31/10/2016

banner

Tema UM POR TODOS E TODOS POR UM! PELA ÉTICA E CIDADANIA.

Nessa 8ª edição do Concurso de Desenho e Redação, o tema “Um por todos e todos por um! Pela ética e cidadania” faz referência a um programa desenvolvido pela CGU em parceria com o Instituto Mauricio de Sousa que aborda assuntos relacionados ao desenvolvimento da autoestima, valorização das diferenças, organização do Estado, democracia, cidadania e participação social.
Nesse sentido está disponível um curso de capacitação a distância, gratuito, denominado ‘Um por todos”, no site da ENAP – Curso Virtual Um por todos!, no qual o professor poderá se inscrever para melhor conhecer o tema a ser trabalhado com os alunos e a comunidade escolar.

(more…)

fevereiro 1, 2015

Por uma melhor valorização dos (bons) Professores

Em alguns países do mundo, entrar em um curso de licenciatura, que oferecerá ao final a oportunidade para se ser professor é quase tão difícil quanto entrar nas melhores universidades do mundo. Na Finlândia, por exemplo, é assim. O candidato tem que se submeter a um exame de acesso e, se aprovado, ser avaliado numa exigente entrevista. E apenas um em cada dez candidatos consegue e, no caso dos cursos de ensino básico, a média é ainda inferior: na universidade de Helsínquia (2011-2012), candidataram-se 1789 para somente 120 vagas. Quem não conseguir entrar numa das poucas universidades que oferece o curso, fica de fora – não existe outra alternativa para ser professor. Os finlandeses só confiam nos melhores entre os melhores para preparar as gerações futuras nas suas escolas. Por isso, ser professor na Finlândia tem tão ou mais prestigio do que ser médico e, internacionalmente, o país é reconhecido pelos bons desempenhos dos seus alunos.

valorizacao

Sabemos que por aqui não é assim. Os melhores alunos do segundo grau não querem ser professores, o acesso aos cursos de licenciatura não é competitivo e, geralmente, quem frequenta esses cursos são os alunos que apenas obtiveram resultados médios ou fracos no seu desempenho escolar, com raras exceções. Ou seja, confiamos a missão de preparar os jovens do futuro àqueles que, hoje, estão entre os piores alunos da sua geração. E os resultados disso estão à vista: nas comparações internacionais o Brasil tem baixos níveis de desempenho escolar, e entre nós, tornar-se professor está longe de ser uma opção de carreira de prestígio. Mas, de novo eu digo: há exceções – em nossas escolas também temos ótimos e dedicados professores que fazem de tudo por amor a profissão.  (more…)

novembro 4, 2013

EJA – Educação de Jovens e Adultos – como estudar para prestar os exames sem sair de casa!

Minha irmã, a Tereza, do blog Memórias de Tereza quer finalizar os estudos. Isso, para ela, significa concluir o ensino médio. Assim, me perguntou sobre como estudar para prestar o EJA – Educação de Jovens e Adultos (equivalente ao antigo exame supletivo). Tereza é minha irmã mais velha e tem só 3 anos a mais que eu. Meu pai achava que mulher não precisa estudar. Bastava saber ler e escrever! Assim, minhas irmãs foram “preparadas” para o casamento – bastava saber lavar, costurar, cozinhar e cuidar da casa. Nada mais!

Meu pai também achou besteira quando eu disse que queria fazer o segundo grau. Assim, comecei a trabalhar cedo. Quando fiz 18 anos e “consegui ser dono do meu nariz”, voltei a estudar.

Bem, voltando aos desejos da Tereza… Fiz uma pesquisa e vi que a LDB –  Lei de Diretrizes e Bases da educação estabelece o direito das pessoas que não concluíram seus estudos em idade apropriada a possibilidade da conclusão em qualquer época. Contudo ela não diz como isto deve ser feito, ou seja, se é presencial ou por EAD. A LDB, como o próprio nome sugere, determina as bases para a educação, mas como isto vai chegar até as pessoas, depende de várias circunstâncias.

Quando a gente fala em Supletivo a Distância, deve ficar claro que estamos falando que os estudos para as provas do EJA serão feitos a distância e não  a prova, que é realizada fisicamente. Então, quem quiser prestar o EJA pode estudar sem sair de casa, mas terá de fazer a prova presencialmente. (more…)

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: