A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

agosto 5, 2018

Céu e Inferno

Quanto eu era garoto em Rio Claro/SP, passava muito tempo do lado de fora da casa, parte do tempo olhando para o céu da noite. A luz dos postes era bem fraca. Então, a luz da lua era quase a única a desafiar a luz das estrelas. E elas me davam uma sensação inexpressível de admiração. E minha mãe ensinava: “ali está o Cruzeiro do Sul. Aquelas são as Três Marias”. E, ao mesmo tempo dizia: “não aponte as estrelas com o dedo menino!”. Na crença popular, o apontar estrelas com os dedos acarretaria em “ganhar” verrugas nas mãos.

Quando ia para o sítio de meus avós essa admiração pelo céu noturno era ainda maior. Pois o espetáculo que se apresentava frente aos olhos era magnífico por conta da escuridão da noite!

A minha avó paterna, Virgínia Calore Rosin Martini, me disse que o céu ficava ali, “no céu das estrelas”: o lugar onde Deus mora. O lugar onde pessoas boas vão quando morrem.

hieronymus-bosch-garden-of-earthly-delights-art-poster-print_a-G-8830862-0

Insira uma legenda

Ela também me avisou sobre um outro lugar – o inferno. O lugar para onde você vai quando é mau. Aos sete anos de idade, essas ideias eram esmagadoras, assustadoras, inspiradoras, eu acho. E acho que muitas pessoas, não importa qual a sua fé, também tiveram que lidar com esses pensamentos e medos. O que é o céu? E o que é o inferno? Como esses lugares que nunca foram vistos mudaram a forma como nós vivemos na Terra?

Muitas fés têm muitas crenças sobre o céu e o inferno. Céu é simplesmente amor. E esse é o poder do céu e do inferno. Como eles nos afetam emocionalmente? Como nos enchem de amor por nossos irmãos e irmãs? E de medo, o que nos afasta do mal? E de esperança por um futuro melhor?

A fé nos leva a fazer mudanças positivas. Não em um outro mundo. Mas bem aqui na Terra!

abril 13, 2014

Monte seu altar – um cantinho para oração e meditação!

Existem altares de todos os tipos e para todas as crenças. Desde a pré-história os humanos constroem altares para orações, sacrifícios e oferendas em torno de suas divindades. O cristianismo agregou essa prática cultural de outros povos e manteve um espaço dentro das igrejas, capelas e altares domésticos para as imagens de santos e anjos.

Até o século passado nada mais comum que encontrar nas casas um nicho com um oratório ou uma mesinha coberta com toalha de renda e muitas imagens de santos. Com a sociedade cada vez mais laica e o afastamento progressivo das pessoas do sagrado, há cada vez vemos menos esse tipo de espaço reservado para a oração e introspecção.

DSC06083

Além dos católicos, muitas religiões orientais como o budismo e o xintoísmo possuem altares. Nas religiões de culto afro, os altares são elementos de identidade e devoção ao orixá protetor. Eu acredito que a religião é um ato de ligação entre os humanos e as divindades e procuro praticar isso na minha mente e em meu dia a dia.

DSC06097,

Como dizia minha avó e minha mãe: não vivemos apenas de pão e água! Então, é melhor pensar em conversar mais com Deus e todas as boas energias, agradecer e pedir discernimento para entender aquelas que não saíram como idealizamos.

Pensando em tudo isso, resolvi montar um altar em meu apartamento, mas para respeitar meu multiculturalismo em relação as religiões, fiz dois espaços sincréticos mas muito especiais. Um com meus mestres espirituais, Francisco de Assis e Prabhat Ranjan Sarkar, também conhecido como  Shrii Shrii Anandamurtijii. No prédio onde moro, por ser um apartamento por andar, tenho dois halls: um do elevador, onde fiz o meu canto de meditação, e o outro, na entrada do apartamento, onde montei meu altar católico.  (more…)

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: