A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

julho 16, 2015

Cidadania Italiana – um longo caminho a percorrer!

E tudo começou com Luigi Martini, quando emigrou para o Brasil, em abril de 1886. Chegou com seus pais e irmãos e contava com 16 anos. Um século e 3 anos mais tarde (em 1989) comecei minha saga para saber em que Comune nasceu, pois somente tinha a informação que era da região de Treviso, norte da Itália. Nenhum documento documento italiano havia sido preservado pela família. Nada. Apenas informações desencontradas dos parentes mais velhos. Muitas cartas foram enviadas para Paróquias e Arquivos da região de Treviso. Muito dinheiro foi gasto com idas e vindas em busca das certidões aqui no Brasil.

luigi martini

Cirillo Calore

Somente em 2002 consegui localizar sua origem: Cornuda, cidadezinha pequena (é uma comuna italiana da região do Vêneto, província de Treviso, com cerca de 5.732 habitantes. Estende-se por uma área de 12 km², tendo uma densidade populacional de 478 hab/km².). Mas, os registros documentais da localidade foram destruídos e queimados durante bombardeios da primeira guerra mundial.

Luigi Martini

Luigi Martini

 

(more…)

outubro 27, 2014

Dicas para conservar suas lembranças… Tecidos

Se você faz parte daquelas pessoas saudosistas, que adoram relembrar o passado e curte cantarolar músicas antigas que marcaram algum momento de sua vida, provavelmente faz parte de um seleto grupo que como eu, guarda objetos relacionados a momentos especiais de seu passado para evocar aqueles instantes felizes. E aquilo que para alguns pode parecer bobeira, e que não passa de “mais um pedaço de papel” ou coisa parecida (pode ser a entrada para um espetáculo da Tina Turner, de uma sessão especial de cinema, o programa de uma ópera em que você teve a companhia de alguém especial ou a flor recebida no início do namoro), para você traz uma carga emocional, tem um valor inesperado.

Mandrião - bem parecido com o meu!

Mandrião – bem parecido com o meu!

Eu, que em minhas veias corre o amor pela História e Geografia, tudo o que hoje parece ordinário para muitos, poderá me parecer extraordinário algum tempo depois e, de certa forma, posso com esses guardados transformar essas pequenas lembranças em algo que valerá a pena redescobrir anos mais tarde e isso irá aumentar o meu bem-estar emocional. (more…)

maio 2, 2013

Filme A Caça (Jagten) – um drama sobre a tragédia e o perdão

a caça2

A caça

Lucas tem quarenta e alguns anos, está divorciado, tem um filho adolescente e trabalha em uma escola infantil, tipo jardim de infância. Quando tudo parece caminhar para uma situação estável, uma mentira vira de cabeça para baixo essa suposta estabilidade. Primeiro com a surpresa, depois então a suspeita e finalmente a condenação social por toda uma pequena comunidade. E Lucas terá que enfrentar uma situação indesejável para defender sua integridade.

Para mim é um dos melhores filmes lançados este ano.  Ele nos mostra o perfil da ignorância humana quando esta é colocada à prova em julgar sem antes saber qual é a verdade, o que pode destruir a vida de um inocente. Uma história cruel que duvido que alguém saia do cinema sem se sentir incomodado. Lucas (Mads Mikkelsen) é um quarentão bonito, carinhoso, simpático, gentil e humilde. Se divorciou de sua esposa e está tentando obter a custódia de seu filho adolescente. Encontrou trabalho em uma pequena cidade como professor de educação infantil. Em torno dele um monte de amigos de infância. A comunidade está embasada em uma antiga tradição: quando um rapaz faz 16 anos, recebe o porte de arma, e sai com todos os homens da comunidade para caçar veados, dando-lhe assim o batismo de fogo. Lucas é feliz brincando com as crianças até que uma delas faz uma declaração. Klara (Annika Wedderkopp), a filha mais nova de seu melhor amigo, de apenas 5 anos, inventa uma mentira acidental e inocente que vai se tornar uma farsa abominável alterando a vida na cidadezinha. A diretora da escola, Grete (Susse Eold) não sabe como lidar com a situação, em princípio, depois a fazendo caminhar para um absurdo fim. Socialmente Lucas é condenado, o que o compromete a não ter a custódia de seu filho, comprometendo também seu trabalho e sua vida amorosa.
(more…)

Blog no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: