A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

setembro 8, 2019

Assis – a cidade de São Francisco

Em fevereiro desse ano realizei um de meus maiores sonhos: ir até Assis, na Itália. De Perúgia, fui para lá de trem até a frazione Santa Maria degli Angeli. E lá tem a basílica de Santa Maria degli Angeli  – a qual é uma basílica papal situada numa planície no sopé de uma colina em Assis. Foi construída em estilo maneirista entre 1569 e 1679 à volta de uma pequena igreja do século IX, a Porciúncula, o local mais sagrado para os franciscanos, pois foi nela que o jovem Francisco de Assis compreendeu sua vocação e renunciou o mundo para viver em pobreza entre os pobres, iniciando o movimento franciscano. Mas, sobre a Porciúncula e Santa Maria degli Angeli falarei em outro post. Agora gostaria de centrar sobre a Basílica de São Francisco de Assis.

Visitar a Basílica é uma experiência inesquecível. Talvez porque ela seja rodeada de paisagens espetaculares ou porque, nela, a gente sente a presença do santo em cada canto.

A igreja foi tombada como patrimônio da humanidade pela Unesco e está construída no mesmo local onde São Francisco quis ser sepultado: uma colina que, na época medieval, era chamada de Collis Inferni (Colina do Inferno), pois ali eram enterrados os corpos dos condenados à morte. Depois de ser colocada a primeira pedra para a construção da basílica, a colina foi rebatizada de Collis Paradisi (Colina do Paraíso).

(more…)

outubro 4, 2018

São Francisco de Assis

Hoje é o dia dele, meu santo de Fé, protetor de todas as horas. São Francisco de Assis. Acabei de passar em sua casa principal de São Paulo para tomar a benção. O Santuário está lindo, repleto de flores, pessoas com seus animais de estimação a igreja lotada para a primeira missa do dia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em minha mesa de trabalho ele sempre está. E hoje em patamar simples, mas especial. Com flores de manjericão colhidas em nosso jardim suspenso. Tomei a liberdade de reproduzir o texto e imagens abaixo do blog YOSHEH.

Paz e bem para todos!

    Um rico jovem, apaixonado pela vida noturna, roupas, música, bebida, aventuras e histórias de cavaleiros, foi sutilmente tocado por Deus para mudar o mundo.
Queria tornar-se herói, e tomou parte na guerra entre Assis e Perúgia, cidades italianas, mas foi preso por um ano e só libertado após um resgate pago por seu pai. Dessa prisão trouxe enfermidades de visão e de digestão que teve que suportar por toda vida.
    Depois alistou-se para lutar contra o Sacro-Império Germânico, que combatia os Estados Pontifícios, pertencentes à Igreja, mas teve algumas visões que o fizeram voltar para casa. Que nova realidade estaria contemplando agora? Que rumo daria à sua vida? Os amigos tentaram levá-lo de volta à boemia, mas Giovanni, seu nome de batismo, chamado de Francisco por gostar da arte e do estilo de vida francês, retirou-se para meditar numa caverna acompanhado de apenas um amigo. E aí pedia a Deus Sabedoria para entender overdadeiro sentido da vida.

agosto 11, 2014

Santa Clara de Assis – dia 11 de agosto

Nascida em 1193, Clara pertencia a uma família aristocrática e rica. Renunciou à nobreza e à riqueza para viver humilde e pobre, adotando a forma de vida que Francisco de Assis propunha. Apesar de seus parentes estarem planejando um matrimônio com uma personalidade de destaque, Clara, aos 18 anos, com um gesto ousado inspirado pelo profundo desejo de seguir a Cristo e pela admiração por Francisco, deixou a casa paterna e, em companhia de uma amiga, Bona di Guelfuccio, uniu-se secretamente aos frades menores junto à pequena Igreja da Porciúncula. Era a noite do Domingo de Ramos de 1211. Em meio à comoção geral, foi realizado um gesto altamente simbólico: enquanto seus companheiros tinham em mãos tochas acesas, Francisco cortou-lhe os cabelos e Clara recebeu um rude hábito penitencial. A partir daquele momento, tornou-se a virgem noiva de Cristo, humilde e pobre, e a Ele consagrava-se totalmente. Como Clara e suas companheiras, inúmeras mulheres ao longo da história foram fascinadas pelo amor de Cristo que, na beleza da sua Divina Pessoa, preenche os seus corações. E toda a Igreja, por meio da mística vocação nupcial das virgens consagradas, apresenta-se como o que será para sempre: a Esposa bela e pura de Cristo.

Santa Clara de Assis

O corpo de Santa Clara que está hoje na basílica foi restaurado algumas vezes. De 17 de novembro de 1986 até 12 de abril de 1987 um paciente trabalho foi feito para tirar do corpo da Santa um estado de viscosa humidade, devido ao clima e aos longos anos que criaram a decomposição das partes extremas, em particular as falanges e os dedos dos pés. Quando examinaram o corpo, ele mantinha a mesma posição deixada em 1850. Todo ele foi recomposto e restaurado com tela, gesso, esmalte e silicone. A equipe que trabalhou na restauração foi: Gianfranco Nolli (egiptólogo), Maria Venturi (ortopedista), Gabrielle Nazareno (químico), Massimo Benedettucci (escultor) acompanhados da Abadessa Madre Clara Lucia Canova e Frei Giovanni Boccalli, Provincial de Assis. Recompuseram o corpo e o rosto segundo os documentos da época.

Clara fala de Cristo – “Amando-o, sereis casta, tocando-o, sereis mais pura, deixando-vos possuir por Ele, sereis virgem. O seu poder é mais forte, a sua generosidade mais elevada, o seu aspecto mais belo, o amor mais suave e toda a graça mais fina. Agora estais apertada pelo abraço dele, que tendes adornado o vosso peito por pedras preciosas (…)  e tendes vos coroado com uma coroa de ouro gravada com o sinal da santidade” (Primeira carta: FF, 2862). (more…)

outubro 4, 2013

São Francisco de Assis – “il poverello”

Hoje, dia 04 de outubro, comemora-se o Dia de São Francisco de Assis, para mim sempre muito especial – ele é o meu santo de fé! Mas quando acontecem tantas coincidências como agora, com pela primeira vez um papa latino-americano, pela primeira vez um papa jesuíta e pela primeira vez um papa que escolhe o nome de Francisco e que atendeu o chamado de Cristo para reconstruir a Igreja com tanta novidade é porque vai ser mesmo especial.

São Francisco nasceu em Assis, na Itália, no ano de 1182. Seu pai era um rico comerciante de tecidos, o que permitiu a Francisco uma infância e juventude de fartura e a possibilidade de continuar o comércio. Quando jovem, o santo sempre procurou a realização de grandes ideais e o dinheiro do pai ajudava em seus projetos – vestia as melhores roupas, dispunha de vinho e comida para promover festas entre amigos.

Durante uma revolta do povo contra os nobres da cidade de Assis, Francisco tomou partido na causa social. Durante os confrontos, ele foi preso e permaneceu no cárcere por um ano. Seu pai pagou pela libertação. Enfraquecido e sem projeto de vida, Francisco se empenhou no ideal de buscar voluntários para as suas lutas em defesa dos territórios.  (more…)

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

alimmentos.wordpress.com/

congelados veganos

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: