A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

fevereiro 18, 2015

Aparição de Nossa Senhora de Lourdes em Alta Gracia, Argentina

O ano passado estive em Alta Gracia, Argentina, que é um município da província de Córdoba. A cidade se encontra a 553 metros de altitude e sua população estimada é de 45.000 habitantes.

DSCF3990 - Cópia (2)

Com quase 430 anos, Alta Gracia se destaca pela sua importância histórica para todo o continente sul americano. Foi lá que se instalaram os primeiros jesuítas a chegar à América, no século 17. E foi lá que viveu, em sua infância, um dos nomes mais reverenciados do século passado, Ernesto Che Guevara.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A região é serrana e em julho estava um pouco frio, mas suportável. Fui conhecer o Museu Casa Ernesto Che Guevara entre outras coisas. Duas horas ali! Foi um passeio fantástico pela história desse líder tão combatido.

O povo de Alta Gracia dá muita atenção aos turistas e são simpáticos. Quando percebiam o idioma português, aquele sotaque diferente que vinha do outro lado da fronteira, apressavam-se a fazer um cumprimento e o atendimento no comércio foi sempre muito bom. (more…)

julho 29, 2014

Alta Gracia e o revolucionário Ernesto Che Guevara – parte 2

Voltando ao assunto Ernesto Che Guevara e sua relação com Alta Gracia, na Província de Córdoba, Argentina.

Era o ano de 1932, e as crises de asma já não davam trégua aos brônquios de “Ernestito”, c0mo Che era chamado quando criança.  Ele contava com apenas quatro anos de idade, quando sua família decidiu mudar-se para as serras, por recomendação médica. O clima seco aliviou parte do sofrimento do garoto, após muitos tratamentos ineficazes na solução da doença que o acompanhou por toda a vida.

Assim, a cidade de Alta Gracia vem fazer parte da história de “Che”. Ela está localizada a 35 km de Córdoba, capital da província argentina de mesmo nome e viu crescer quem futuramente seria conhecido como Che Guevara em toda a América Latina e por outras bandas. Foram 12 anos, mudando de casa em casa, durante a maior parte da infância e da adolescência do revolucionário.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma destas casas foi definida pelo irmão de Che, Roberto Guevara, como a “casa de nossas recordações infantis”. A residência Villa Nydia, localizada na Calle Avellaneda 501, foi aberta ao público em 2001 e convertida no Museu Ernesto Che Guevara, que abriga réplicas de seus objetos pessoais e diversos registros da trajetória percorrida desde sua infância até sua fase guerrilheira.

Uma escultura de “Ernestito” sentado na varanda, logo na entrada da casa, é o primeiro dos elementos que vão desenhar a linha narrativa da história do personagem, desde a mudança à cidade em busca de uma cura para sua doença, passando pelas viagens pela América Latina e seu protagonismo na Revolução Cubana, até a descoberta de sua ossada em uma cidade do interior da Bolívia, em 1997. (more…)

Alta Gracia e o revolucionário Ernesto Che Guevara – parte 1

Meu amigos ficam intrigados e sempre me perguntam por que sou diferente da maioria quando o assunto é viagem. Procuro fazer incursões aleatórias rumo ao desconhecido, longe do lugar-comum, de roteiros pré-traçados por empresas de turismo. E sempre volto para casa com a certeza de ter feito a coisa certa.

Passei alguns dias em Buenos Aires (minha sexta visita!). No primeiro dia comprei passagens de ônibus de ida e volta para Buenos Aires/Córdoba/Buenos Aires e viajei a noite, ficando lá por 5 dias. E em um deles fui até a pequena Alta Gracia, uma cidade de cerca de 50 mil habitantes que fica na província de Córdoba, a noroeste de Buenos Aires. Foi naquela região que se instalaram os primeiros jesuítas que chegaram na América, no século 17. E foi lá que viveu um dos nomes mais reverenciados e, ao mesmo tempo, contestados do século passado, o revolucionário Ernesto Che Guevara.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mas antes de entrar no assunto Che Guevara, seguem mais algumas coisas interessantes a se fazer em Alta Gracia.

Valem a pena uma visita:

– ao Museu Nacional Estância Jesuítica. A estrutura foi adquirida pelo governo da Argentina em 1969, e o museu foi inaugurado em 1977, preservando sua arquitetura original. Em 2 de dezembro de 2000, o local foi declarado como Patrimônio Histórico da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).  (more…)

julho 11, 2014

Córdoba, Argentina – o que fazer e ver

Ainda pouco visitada por brasileiros, Córdoba é um importante ponto turístico para os argentinos, que a tomam como base para passeios pelas sierras,  que são as regiões de montanha com lindas paisagens, perfeitas para serem percorridas de automóvel. Por aqui, o verão quente é ligeiramente chuvoso, enquanto as demais estações, mais secas e frescas, são perfeitas para atividades ao ar livre. Agora, em julho e agosto,  inverno, é possível ver neve nos picos e nas localidades mais altas, como La Cumbre.

DSC00003

Na cidade em si, o maior atrativo é o centro histórico, na Plaza San Martín e arredores, onde há diversos edifícios coloniais, boa parte deles obras dos jesuítas, que chegaram a Córdoba em 1599 e foram expulsos do país em 1767.

Faz parte  das heranças deixadas pelos jesuítas a Universidade de Córdoba, que tem sua origem em um colégio onde os noviços estudavam filosofia e teologia. Em razão dela, Córdoba é até hoje um importante centro universitário, o que lhe vale o epíteto de La Docta (“A Douta”). (more…)

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: