A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

fevereiro 18, 2015

Aparição de Nossa Senhora de Lourdes em Alta Gracia, Argentina

O ano passado estive em Alta Gracia, Argentina, que é um município da província de Córdoba. A cidade se encontra a 553 metros de altitude e sua população estimada é de 45.000 habitantes.

DSCF3990 - Cópia (2)

Com quase 430 anos, Alta Gracia se destaca pela sua importância histórica para todo o continente sul americano. Foi lá que se instalaram os primeiros jesuítas a chegar à América, no século 17. E foi lá que viveu, em sua infância, um dos nomes mais reverenciados do século passado, Ernesto Che Guevara.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A região é serrana e em julho estava um pouco frio, mas suportável. Fui conhecer o Museu Casa Ernesto Che Guevara entre outras coisas. Duas horas ali! Foi um passeio fantástico pela história desse líder tão combatido.

O povo de Alta Gracia dá muita atenção aos turistas e são simpáticos. Quando percebiam o idioma português, aquele sotaque diferente que vinha do outro lado da fronteira, apressavam-se a fazer um cumprimento e o atendimento no comércio foi sempre muito bom. (more…)

julho 29, 2014

Alta Gracia e o revolucionário Ernesto Che Guevara – parte 2

Voltando ao assunto Ernesto Che Guevara e sua relação com Alta Gracia, na Província de Córdoba, Argentina.

Era o ano de 1932, e as crises de asma já não davam trégua aos brônquios de “Ernestito”, c0mo Che era chamado quando criança.  Ele contava com apenas quatro anos de idade, quando sua família decidiu mudar-se para as serras, por recomendação médica. O clima seco aliviou parte do sofrimento do garoto, após muitos tratamentos ineficazes na solução da doença que o acompanhou por toda a vida.

Assim, a cidade de Alta Gracia vem fazer parte da história de “Che”. Ela está localizada a 35 km de Córdoba, capital da província argentina de mesmo nome e viu crescer quem futuramente seria conhecido como Che Guevara em toda a América Latina e por outras bandas. Foram 12 anos, mudando de casa em casa, durante a maior parte da infância e da adolescência do revolucionário.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma destas casas foi definida pelo irmão de Che, Roberto Guevara, como a “casa de nossas recordações infantis”. A residência Villa Nydia, localizada na Calle Avellaneda 501, foi aberta ao público em 2001 e convertida no Museu Ernesto Che Guevara, que abriga réplicas de seus objetos pessoais e diversos registros da trajetória percorrida desde sua infância até sua fase guerrilheira.

Uma escultura de “Ernestito” sentado na varanda, logo na entrada da casa, é o primeiro dos elementos que vão desenhar a linha narrativa da história do personagem, desde a mudança à cidade em busca de uma cura para sua doença, passando pelas viagens pela América Latina e seu protagonismo na Revolução Cubana, até a descoberta de sua ossada em uma cidade do interior da Bolívia, em 1997. (more…)

Alta Gracia e o revolucionário Ernesto Che Guevara – parte 1

Meu amigos ficam intrigados e sempre me perguntam por que sou diferente da maioria quando o assunto é viagem. Procuro fazer incursões aleatórias rumo ao desconhecido, longe do lugar-comum, de roteiros pré-traçados por empresas de turismo. E sempre volto para casa com a certeza de ter feito a coisa certa.

Passei alguns dias em Buenos Aires (minha sexta visita!). No primeiro dia comprei passagens de ônibus de ida e volta para Buenos Aires/Córdoba/Buenos Aires e viajei a noite, ficando lá por 5 dias. E em um deles fui até a pequena Alta Gracia, uma cidade de cerca de 50 mil habitantes que fica na província de Córdoba, a noroeste de Buenos Aires. Foi naquela região que se instalaram os primeiros jesuítas que chegaram na América, no século 17. E foi lá que viveu um dos nomes mais reverenciados e, ao mesmo tempo, contestados do século passado, o revolucionário Ernesto Che Guevara.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mas antes de entrar no assunto Che Guevara, seguem mais algumas coisas interessantes a se fazer em Alta Gracia.

Valem a pena uma visita:

– ao Museu Nacional Estância Jesuítica. A estrutura foi adquirida pelo governo da Argentina em 1969, e o museu foi inaugurado em 1977, preservando sua arquitetura original. Em 2 de dezembro de 2000, o local foi declarado como Patrimônio Histórico da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).  (more…)

julho 11, 2014

Córdoba, Argentina – o que fazer e ver

Ainda pouco visitada por brasileiros, Córdoba é um importante ponto turístico para os argentinos, que a tomam como base para passeios pelas sierras,  que são as regiões de montanha com lindas paisagens, perfeitas para serem percorridas de automóvel. Por aqui, o verão quente é ligeiramente chuvoso, enquanto as demais estações, mais secas e frescas, são perfeitas para atividades ao ar livre. Agora, em julho e agosto,  inverno, é possível ver neve nos picos e nas localidades mais altas, como La Cumbre.

DSC00003

Na cidade em si, o maior atrativo é o centro histórico, na Plaza San Martín e arredores, onde há diversos edifícios coloniais, boa parte deles obras dos jesuítas, que chegaram a Córdoba em 1599 e foram expulsos do país em 1767.

Faz parte  das heranças deixadas pelos jesuítas a Universidade de Córdoba, que tem sua origem em um colégio onde os noviços estudavam filosofia e teologia. Em razão dela, Córdoba é até hoje um importante centro universitário, o que lhe vale o epíteto de La Docta (“A Douta”). (more…)

Blog no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: