A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

agosto 10, 2016

Luto – vamos falar sobre ele?

Já tive grandes perdas na vida. Não cheguei a conhecer meus bisavôs e nem minha avó materna. Perto dos dez anos perdi o meu avô materno. Depois meus avós paternos também se foram.

Perdi minha mãe e poucos anos depois o meu pai. Nessa lista incluo tios, primos, amigos…. Isso são apenas exemplos. O luto não tem hierarquia!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mortes são sempre doloridas. Em meu trabalho, no espaço de poucos meses, oito amigos perderam pai ou mãe. Hoje mesmo retornou ao trabalho uma pessoa de minha equipe que perdeu o pai na semana passada. Teve um ataque cardíaco fulminante.

Não há palavras que nos façam superar essa dor. Eu sempre digo que a dor nunca passa. A gente acostuma com ela. Aprende a administrar. (more…)

outubro 8, 2015

Buenos Aires e seus maravilhosos Jacarandás

(more…)

agosto 25, 2014

Câmbio de moeda em Buenos Aires – trocando reais por pesos argentinos

Estive na Argentina em Julho passado (Córdoba e Buenos Aires) e hoje recebi uma mensagem de uma amigo que me perguntava sobre o câmbio por lá. Para quem não sabe, há o câmbio oficial e o paralelo. Muitas vezes vale mais à pena você trocar dólares por pesos, ao invés de reais por pesos, porque os dólares são mais valorizados que o real no câmbio paralelo.

moedabuenosaires

Já estive seis vezes em Buenos Aires e o meu ponto de troca mais frequente é a Calle Florida onde há diversas casas de câmbio que trocam no “paralelo”, sem falar no povo na rua oferecendo “câmbio, câmbio, câmbio” a cada segundo. Já li na internet alguns relatos de gente recebendo notas falsas. Eu nunca tive esse problema. (more…)

agosto 13, 2014

As mulheres e o assédio sexual nas ruas e nos transportes públicos

O projeto de lei que previa carros preferenciais para mulheres em trens e metrôs do estado de São Paulo, foi vetado pelo governador Geraldo Alckmin no último dia 11. O projeto denominado vagão rosa, como seria chamado o vagão exclusivo para as mulheres em trens e metrôs de São Paulo, foi questionado por alguns grupos que se mobilizaram para pedir o veto, que consideravam a medida segregacionista. “Desde o início não vi com bons olhos o projeto. Acho que segregar, separar, não parece ser o caminho adequado”, disse o Governador Geraldo Alckmin durante a coletiva de imprensa esta tarde no Palácio dos Bandeirantes, em nota divulgada pelo gabinete. Outras razões sustentam o veto. Segundo Alckmin, para coibir o assédio e motivar a denúncia, mais seguranças mulheres foram contratadas e há câmeras de vídeo instaladas em todas as estações e em “mais da metade dos trens”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O projeto de lei, que foi protocolado no começo do ano passado, tinha até amanhã, dia 14 de agosto, para ser sancionado pelo Governador Geraldo Alckmin, já que foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado em 4 de julho. Caso entrasse em vigor, as empresas responsáveis pelos trens e metrô no Estado teriam 90 dias para adaptar o serviço, ainda que não estivesse definido no projeto a quantidade exata de vagões exclusivos para mulheres. “No mínimo um vagão por trem”, dizia o texto. Pelo que vejo, essa é questão vai muito mais longe – tem que acontecer uma mudança de cultura, pois as mulheres saem dos ônibus ou do metrô e continuam sofrendo assédio. Não é só nos meios de transportes que ele acontece. (more…)

agosto 4, 2014

Buenos Aires e seus “paseadores de perros”!

Votando ao assunto que mais gosto: Buenos Aires. Por lá, cerca de 78% das pessoas têm algum animal de estimação.  Vejam que incrível: só na cidade de Buenos Aires há entre 800 mil e 1 milhão de animais domésticos, isso falando somente de cachorros e gatos.

E os cachorros são tão adorados por lá que a cidade possui uma rua com nome de cachorro. É em homenagem à “Chonino”.  A rua leva à Divisão de Cães da Polícia Federal, em Palermo. Lá há também estátua de Chonino (da raça Pastor Alemão), por um de seus atos heroicos. E todo dia 2 de junho se celebra o Dia Nacional do Cão. Era uma noite chuvosa de outono, em 1983, quando dois agentes da Polícia Federal abordaram uns tipos suspeitos que estavam na esquina da avenida General Paz e Lastra. Eles responderam com tiros e os policiais ficaram feridos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Chonino avançou sobre os bandidos e arrancou um pedaço do bolso da camisa de um deles. Junto com o tecido vieram os documentos do delinquente que, a partir disso, foi identificado e preso – ele e o parceiro. O cachorro foi baleado e morreu no incidente, ao lado do policial que o treinou, que também faleceu na hora. Desde então recebe homenagens.  (more…)

julho 27, 2014

Buenos Aires e seu circuito Papal

A Buenos Aires que vou falar hoje não é a dos famosos bairros portenhos como a chique Recoleta, o boêmio San Telmo ou o turístico La Boca. Há poucos meses outra região de Buenos Aires entrou no circuito turístico, o bairro de Flores. E quem colocou esse lugar, pouco conhecido dos turistas, na lista dos visitantes foi um argentino, o papa Francisco.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Jorge Mario Bergoglio nasceu e cresceu nesse bairro modesto de Buenos Aires, e de repente o bairro ganhou fama. Filho de imigrantes italianos, Bergoglio viveu com seus pais e irmãos na casa da Calle Membrillar, 531, que antes passava despercebida por quem caminhava por essa rua. Ainda em Flores, na esquina da sua residência, a pequena praça Herminia Brumana, que antes só era conhecida pelos vizinhos do bairro, também ganhou fama. Quando criança, o Papa costumava jogar bola ali com seus amigos do bairro. Talvez até tenha sido nessa época que a sua paixão pelo futebol surgiu.

Mesmo com todo o protocolo que o rodeia, o Papa não esconde seu fanatismo pelo clube de futebol do Clube San Lorenzo. A imagem dele segurando a camiseta azul e vermelha do time argentino deu a volta ao mundo e estampou jornais e revistas. (more…)

julho 25, 2014

Buenos Aires e o Parque de la Memoria – um monumento às Vítimas do Terrorismo de Estado

Em tudo o que diz respeito a memória, os hermanos são infinitamente melhores que nós. O Parque de la Memoria, localizado em Buenos Aires, é apenas um exemplo disso.

Ontem meu passeio saiu fora do roteirão que todos os turistas que veem para Buenos Aires fazem. Fui conhecer o Parque de la Memoria. Fiquei impressionado com a força e a tristeza do lugar. É um dos poucos espaços na cidade que familiares e amigos dos desaparecidos possuem para deixar uma flor. Em outra oportunidade que estive na cidade eu havia feito uma visita ao  Espacio Memoria y Derechos Humanos (ex ESMA) – a máquina do terror na ditadura Argentina!

Este slideshow necessita de JavaScript.

A entrada no Parque impressiona logo de cara é o Monumento a las Víctimas del Terrorismo de Estado –  um muro gigante que abriga 30 mil placas, sendo que 9 mil delas contêm nomes de pessoas desaparecidas, reunidas pelo ano em que foram sequestradas e em ordem alfabética. Outra informação é a idade que tinham na época e, no caso das mulheres, se estavam grávidas ou não. É impressionante o número de menores de idade, entre 14 e 18 anos. Esta lista se complementa com um arquivo digital que pode ser consultado por familiares, estudantes, investigadores e público em geral, e que contém fotos, desenhos e objetos pessoais de cada um deles.  É possível consultar, no site do parque, dados sobre as vítimas e ainda contribuir com informações (veja aqui). Esse é um monumento que está em constante reformulação, já que muitas informações da época da ditadura estão sendo reveladas aos poucos. Segundo uma das funcionárias, em pouco dias um sistema de busca on line  bem mais completo do que o existente hoje estará no ar.  (more…)

julho 24, 2014

Em Buenos Aires, faça seus passeios de bicicleta!

Buenos Aires tem um sistema gratuito de empréstimo de bicicletas para passeios pela cidade. Como nas grandes cidades do mundo, na cidade também é possível usar a bicicleta como meio de transporte. As ciclovias estão espalhadas por quase todos os pontos turísticos da cidade. A maioria das viagens realizadas em Buenos Aires são de menos de 5 km, distância a percorrer de bicicleta fácil, fácil. Tudo é muito plano!

E se você estiver fazendo turismo na cidade, agora poderá utilizar o Sistema de Transporte Público de Bicicletas para percorrê-la de uma maneira diferente.

buenos-aires-bicicleta

Vá até a estação mais próxima e apresente o seu passaporte ou RG e uma cópia. Além disso, terá que preencher seus dados pessoais e a informação de contato do lugar onde está hospedado: endereço, nome do hotel e telefone. Eles fazem uma foto e entregam para você um número de senha (PIN). Você assina a declaração juramentada de aceitação das condições e sai pedalando! Grátis! (more…)

julho 22, 2014

Buenos Aires e seus cafés, bares, billares e confiterías considerados notáveis!

Quem já visitou Buenos Aires sabe que não dá para imaginar a cidade sem os seus bares e cafés. Alguns deles são testemunhas de todos os períodos conturbados que a cidade já viveu.

Para preservar essa riqueza, em 1998 foi criada pela Prefeitura da cidade a “Comisión de protección y promoción de los cafés, bares, billares y confiterías notables”. Segundo o artigo 2º. da Lei 35/98, se enquadra todo os bares e cafés antigos e clássicos, com imóvel que tenha valor patrimonial e por estar relacionado com feitos culturais ou políticos significativos, por sua antiguidade, projeto arquitetônico ou relevância local.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A lista dos cafés notáveis foi elaborada em duas etapas e foi formada por 53 lugares (já são 73, ver lista ao final do post), mas a Comissão está analisando novos pedidos de locais que querem se integrar ao projeto.

No site do jornal La Nación estão todos eles, cada um mais distinto que o outro, mas os quais sempre têm algo em comum: são parte importantíssima da cidade. Os cafés e bares notáveis recebem da prefeitura apoio, treinamentos especiais e facilidades e incentivos para manter o clima antigo. Cada portenho tem o seu notável preferido, que vão desde o Café Tortoni, Cafeteria Las Violetas  ao El Britânico, em San Telmo. (more…)

julho 20, 2014

Buenos Aires, o bairro de Palermo e suas subdivisões!

Em Palermo, um extenso bairro de Buenos Aires, convivem duas zonas de marcante diferença arquitetônica: Palermo Chico, onde se destacam os lagos e os grandes parques, e Palermo Viejo, um tradicional vizinho de ruas largas e antigas casas, quase todas enormes.

Palermo Chico: esta pequena zona se caracteriza por sua exclusividade  e pelas poucas lojas e comércio. Suas ruas se apresentam em forma circular, quase formando um pequeno labirinto. Ao recorre-las se pode observar os suntuosos palacetes de arquitetura francesa com amplos jardins.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Palermo Viejo é um antigo bairro formado por largas e arborizadas ruas que nos últimos anos tem se convertido em um bairro muito atrativo, tanto para os portenhos como para nós, os turistas. Este bairro se encontra, por sua vez, dividido em Palermo Soho e Palermo Hollywood e lá tem se desenvolvido uma ampla gama de propostas gastronômicas, comércios de design de moda e decoração. (more…)

Próxima Página »

Blog no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: