A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

setembro 9, 2020

Você sabe quais os países onde se come melhor no mundo?

Depois que a OMS (Organização Mundial de Saúde) disse que em 2030 a Europa poderia enfrentar uma “epidemia” de obesidade, os especialistas declararam  que a situação poderia agravar-se pelo resto do mundo.
Entretanto, há certos países em que são levados a cabo uma série de hábitos alimentícios bastante corretos, que somados à qualidade da comida podem ajudar a evitar esta situação.
Descubra quais são os 10 países que melhor comem no mundo.


O Japão
O país nipônico é conhecido por sua taxa de esperança de vida, a mais alta de todo o mundo. Entre outras causas está a excelente alimentação de seus cidadãos.
A dieta japonesa se compõe em sua maioria de peixes frescos, pratos vegetarianos e um consumo bastante baixo de produtos de laticínio.
Dentro da população japonesa se observa uma taxa de obesidade de 5%, a mais baixa de todo o planeta, segundo a OMS.
A Holanda
Embora na gastronomia holandesa abundem os doces e as frituras, parece que este país tem uma taxa de obesidade de 10%.
Pode ser que este dado se deva ao fato dos holandeses fazerem um refeição “forte” no almoço e depois moderem as quantidades que comem mais tarde.
Entre os pratos mais famosos dos Países Baixos se encontram os gaufres secos cheios de caramelo ou a Groentesoep, uma sopa caseira de verduras.
A Suíça
Este país que se encontra entre a Alemanha, Itália e França é conhecido por sua apetitosa comida com sua ampla variedade de chocolates ou seus fondues de queijo e carne.
Parece bastante curioso que a Suíça seja o terceiro país em que melhor se coma, tendo em conta que em sua gastronomia abundem os ingredientes gordurosos, porém de acordo com a OMS, só 17,5% de sua população padeceria de obesidade.
A França
A França é uma dos destinos gastronômicos mais importantes do mundo.
Seus doces e sua ampla variedade de queijos são famosos em todo o planeta.
Entretanto dentro da cozinha francesa pode-se encontrar numerosos ingredientes com um alto teor de componentes calóricos como a manteiga  ou os queijos cremosos.
No entanto a OMS declarou que dentro da população francesa só 18,2% do total sofre de obesidade.
A Suécia
A cozinha sueca não é precisamente uma das cozinhas mais conhecidas em nível mundial como cozinha e a maioria das pessoas tem a impressão de que não seja nem variada nem apetitosa.
No entanto na Suécia como no resto dos países nórdicos, se come uma abundante quantidade de pescado fresco, legumes e principalmente cereais.
A OMS declarou que só 18,6% da população sueca padece de obesidade.
A Grécia
A cozinha grega se encontra dentro da dieta mediterrânea que já há alguns anos ostenta o título de Patrimônio da Humanidade segundo a UNESCO.
Apesar da gastronomia grega ser abundante em ingredientes frescos como as hortaliças e se use muito o super saudável azeite, o certo é que em sua população se pode observar uma taxa de obesidade de 20,1%.
A Bélgica
Aparentemente a Bélgica não se distingue por ter uma alimentação sadia e equilibrada.
Seus pratos mais famosos são os gaufres, o chocolate, as melhores batatas fritas (sem esquecermos da cerveja), que não parecem precisamente leves…
No entanto a OMS declarou que entre os belgas se observa uma taxa de obesidade de apanas 22,1%, que parece bastante baixa apesar de seus hábitos alimentares.
Portugal
A gastronomia de Portugal é conhecida devido à sua ampla variedade de pratos entre os que se destacam os pescados e frutos do mar.
Os ingredientes frescos e os cozidos tradicionais são dois pilares fundamentais da cozinha portuguesa, mas não parecem serem suficientes para controlar a taxa de obesidade do país que atualmente se encontra em 24%, segundo a OMS.
A Alemanha
A cozinha alemã tem fama de gordurosa e abundante.
Dentro dela podemos encontrar pratos tão famosos como as salsichas bratwurst e currywurst, a kartofellsalat, a típica salada de batatas que acompanha quase todas as suas comidas e naturalmente sobremesas fortes como o apfelstrudel ou o milchreis, um arroz doce muito cremoso.
Apesar de ter uma gastronomia muito forte, os alemães gostam de se cuidar e se deixaram contagiar pela febre vegetariana, o que faz com que tenham uma taxa de obesidade de 25,1% segundo a OMS.
A Espanha
A cozinha espanhola é variada e completa e, é claro, se encontra dentro da fabulosa dieta mediterrânea.
Frutas, verduras frescas, azeite e carnes e pescados de alta qualidade são alguns de seus componentes principais. Contudo, a OMS alerta que os hábitos alimentícios mudaram bastante no país há alguns anos e sua taxa de obesidade se encontra hoje em dia em torno de 27%.
Bônus: Itália
A gastronomia italiana é uma das mais famosas no mundo inteiro.
Pratos como a pizza, a lasanha ou seus famosos sorvetes se expandiram por todo o planeta e praticamente não os deixamos de incluir em nossa alimentação.
Apesar da cozinha italiana se distinguir por suas hortaliças frescas, o uso do azeite ou suas carnes de primeira qualidade, sua população padece de uma taxa de obesidade de 40% segundo os últimos dados da OMS. Isto a classifica entre os países que têm as taxas mais altas de obesidade, passando-a para o outro ranking mundial.

Fonte: Receitas sem Fronteiras 05/09/2020  Marly Helena Vanlerberghe

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: