A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

junho 8, 2018

Lyon e seus mistérios

O Parque da Tête d’Or abriu seus gramados para a visitação em 1857. Para os aficionados da caça ao tesouro, reza a lenda que uma cabeça de Cristo em ouro está enterrada no local, o que lhe rendeu o nome. Mas não vá sair cavando pelo parque que você poderá ser preso!

Os irmãos Buhler, paisagistas suíços, deram ao ambiente um aspecto de jardim inglês ornado de um jardim botânico, um jardim zoológico e um lago, além de muitos outros edifícios, como as grandes estufas, o velódromo, o chalé dos guardas. Mais tarde, um memorial aos mortos foi erguido na ilha dos Cygnes. Os apreciadores de rosas nunca deixam de visitar o roseiral, que conta com mais de 30 mil roseiras de 350 diferentes variedades.

O parque da Tête d’Or é o lugar favorito dos lionenses de todas as gerações para caminhadas e piqueniques. Cada visitante desfrutará do melhor do parque segundo suas preferências: passeios românticos pelo lago, aulas de ioga no gramado, caminhadas entre os canteiros de flores, piqueniques gourmet à sombra dos cedros do Líbano, corridas de bicicleta…

Parc de la Tête d’Or
69006 Lyon

Fone: +33 (0)4 72 10 30 30

O Velho Lyon

Este slideshow necessita de JavaScript.

Aos pés da colina de Fourvière, o Velho Lyon tem o nome bem apropriado, pois o bairro data da idade média. Foi naquela época que as primeiras traboules (passagens de pedestres) foram construídas para facilitar o transporte de mercadorias das praias do Ródano até as casas sobre pilotis.

Mais tarde, já na Renascença, graças a Maria de Médicis, um grupo de florentinos lá se instalam e constroem habitações cujos interiores são autênticas obras do Quattrocento italiano. Algumas ainda perduram, porém são propriedades particulares. É possível, no entanto, visitar certos pátios interiores e percorrer as traboules como num jogo de pistas. São subterrâneos? Não, trata-se de passagens secretas de arquitetura gótica que permitem aceder de uma rua para outra, atravessando muitas vezes pátios de imóveis.

O Velho Lyon sendo exclusivo para pedestres, caminha-se prazerosamente por suas ruelas, que souberam evitar um confinamento no passado e onde as tentações são exacerbadas diante de confeitarias, livrarias antigas e animados cafés.

A Ópera de Lyon

Sua aparência incomum surpreende e encanta. A Ópera de Lyon tem um pé no clássico e outro no contemporâneo, tanto em sua arquitetura quanto em sua programação.

O prédio foi renovado por Jean Nouvel que, do antigo edifício, preservou apenas as quatro paredes e o foyer. Suas temporadas artísticas sempre associam, com mestria, diferentes repertórios de música e balé.

Não perca a chance de assistir a algum de seus espetáculos, principalmente porque muitas companhias realizam ali sua estréia antes de partir em turnê internacional.

Opéra de Lyon
Place de la Comédie
69001 Lyon

Fone: +33 (0)4 69 85 54 54

www.opera-lyon.com

Em 1801, Napoleão inaugurava um museu, em Lyon, num antigo mosteiro beneditino, a Abbaye Royale des Dames de Saint-Pierre – O Museu de Belas Artes. Mais tarde, o prédio foi tombado como monumento histórico, suas coleções foram enriquecidas de muitas obras ao longo dos séculos e, hoje, ele é considerado um dos grandes museus da Europa.

A visita a seus cinco departamentos é um programa apaixonante, seguindo um percurso artístico que vai do antigo Egito até a Arte Moderna. Quem não dispõe de muito tempo deve dar prioridade às duas salas dedicadas aos pintores de Lyon.

Muito além de uma pintura regional, a Escola de Lyon representa um movimento conhecido como Style Troubadour (Estilo Trovador) por suas inúmeras evocações florais. As obras de artistas do quilate de Jean-Claude Bonnefond, Pierre Revoil e Fleury Richard estão ali expostas. Não perca de jeito nenhum as 18 telas que compõem o ciclo do Poema da Alma, de Louis Janmot.

Se o sol marcar presença, suba os quatro pavimentos do museu e desfrute, no terraço, de uma das mais belas vistas de Lyon. Faça também uma pausa nos jardins. Ali são encontrados, com frequência, estudantes de belas-artes traçando esboços das estátuas, principalmente de Auguste Rodin, mas também dos visitantes.

Musée des Beaux-Arts de Lyon
20 Place des Terreaux
69001 Lyon

Fone: +33 (0)4 72 10 17 40

http://www.mba-lyon.fr/mba/

Musée des Confluences

Com arquitetura desconstrutivista ele foi erguido na confluência dos rios Saône e Ródano – daí seu nome – nos terrenos de uma antiga fábrica de gás. O museu, inaugurado em 2014, foi construído no local para tentar apagar os erros urbanísticos dos anos 70, inclusive o famoso túnel de Fourvière. Sua imponente silhueta sempre impressiona aqueles que chegam do sul da França pela rodovia.

Seu acervo está à altura de suas dimensões. Reúne coleções de Emile Guimet e de um museu de história natural fundado durante a revolução francesa, além de um antigo museu colonial e todos os objetos coletados durante o século XIX por missionários católicos.

Ele acumulou, assim, cerca de 2 milhões de peças, que vão da pré-história ao mundo moderno. Suas instalações são, às vezes, motivo de controvérsias, porém ninguém contesta seu status de gabinete de curiosidades. O museu também participa da Bienal de Lyon, recebendo exposições temporárias, inclusive uma instalação que encena “a vida moderna”.

Musée des Confluences
86, quai Perrache
69002 LyonFone: +33 (0)4 28 38 11 90

www.museedesconfluences.fr

O cinema e os Irmãos Lumière

Fundado em 1982 e presidido pelo grande cineasta lionense Bertrand Tavernier, o Institut des Frères Lumière está instalado, como era de se esperar, na mansão da família – rue du Premier Film nº 25. Foi neste endereço que os irmãos Lumière criaram seu cinematógrafo. O Instituto visa divulgar e conservar o patrimônio cinematográfico mundial.

Desde 2005, este patrimônio exclusivo está incluído no Registro da Memória do Mundo da Unesco. O museu exibe as inúmeras invenções dos visionários Louis e Auguste Lumière e apresenta toda uma coleção de materiais, inclusive o famoso cinematógrafo “Nº 1”. Foi graças a este equipamento que a dupla projetou seus dez primeiros filmes para um público pagante de 33 pessoas no Grand Café de Paris, em dezembro de 1895. Nascia o cinema! No Galpão do Primeiro Filme são conservados e apresentados os restos das oficinas Lumière e a decoração do Cinematógrafo.

Também vale a pena conhecer o Jardim de Inverno, onde estão expostos fotos e cartazes originais de filmes.

Institut des Frères Lumière
25 rue du 1er Film
69008 LyonFone: +33 (0)4 78 78 18 95

www.institut-lumiere.org

No sopé da colina de Fourvière, no coração do Velho Lyon, a Igreja Primacial de São João Batista é mais conhecida como Cathédrale Saint-Jean. Trata-se da igreja do arcebispo que continua primaz da Gália. Construída sobre igrejas antigas das quais ainda restam vestígios, a atual catedral data do século XII e sofreu modificações ao longo dos séculos.Suas naves góticas, seu coro romano e suas capelas laterais comprovam esses acréscimos sucessivos, assim como o seu relógio astronômico, com nove metros de altura datado do século XIV.Sua fachada é um marco emblemático da Festa das Luzes, que acontece todo mês de dezembro.

Cathédrale Saint-Jean-Baptiste
Place Saint-Jean
69005 Lyon

Uma tradição que remonta ao século XIX, as Halles (mercados) funcionaram, durante mais de um século, na Place des Cordeliers, entretanto as exigências de uma sociedade moderna obrigaram o prefeito Louis Pradel a reinstalá-las num bairro em processo de renovação, o Part Dieu. Inauguradas em 1971, elas foram reformadas em 2006 e abrem-se agora para a cidade graças a um imenso janelão sobre o pátio Lafayette.Alguns dos fornecedores do falecido chef Bocuse – que faleceu em janeiro de 2018, aos 91 anos de idade – ainda estão presentes, como os famosos queijos de Mère Richard ou Maréchal, o peixeiro Pupier, as charcuterias de Colette Sibilia ou a Maison Gast, os famosos chocolates de Sève ou as frutas secas de Bahadourian.

Les Halles de Lyon – Paul Bocuse

102 Cours Lafayette
69003 LYONFone: +33 (0)4 78 62 39 33

www.halles-de-lyon-paulbocuse.com

A Basílica

Os habitantes da cidade apelidaram-na “a coluna que ora”. De estilo neo-bizantino, a Basílica de Fourvière foi edificada no final do século XIX no local do antigo Fórum de Trajano.

Seu arquiteto, Pierre Bossan, quis expressar nela toda a grandeza da fé. Com quatro torres e muralhas esculpidas, a Basílica lembra uma fortaleza e simboliza a fé inabalável da Virgem Maria.

No interior, os dourados e o jogos de luz são totalmente dedicados à Virgem, proporcionando a Lyon o seu status de cidade mariana.

Basilique Notre-Dame de Fourvière
8 Place de Fourvière
69005 Lyon

Onde os jovens de encontram

A Place des Terreaux é assim chamada por causa das encostas onde foi construída. O local recebeu fortificações na Idade Média e foi transformado em mercado na Renascença. Após ser pavimentada no século XVIII, foi se tornando aos poucos o centro administrativo e econômico da cidade, como ainda podem comprovar a Câmara Municipal o Museu de Belas Artes.

Em 1892, o chafariz alegórico “La Garonne” de Auguste Bartholdi – criador da Estátua da Liberdade -, originalmente esculpido para a cidade de Bordeaux, foi instalado no centro da praça. Durante sua reforma, em 1994, o artista Daniel Buren completou o chafariz com 69 pequenos repuxos em forma de colunas pretas e brancas.

No verão, graças aos terraços que a cercam, a Place des Terreaux se torna um concorrido ponto de encontro da juventude de Lyon.

Place des Terreaux
69000 Lyon

Place Bellecour

Quem fala de Lyon, fala da Place Bellecour. É impossível estar na cidade sem passar alguma vez por esta praça de seis hectares, uma das maiores da França.

No coração da Península entre o Ródano e o Saône, esse cruzamento estratégico na vida da cidade fica na junção de três grandes artérias: a Rue de la République, que leva à Ópera Nacional de Lyon, a comercial Rue Herriot e a Rue Victor Hugo. Seu centro ostenta uma estátua equestre de Louis XIV no estilo romano, isto é, sem estribos.

É interessante lembrar aos adeptos dos patins que nesse local, todas as noites de sexta-feira, os patinadores se reúnem para um passeio noturno.

Place Bellecour
69002 Lyon

Fonte de consultas: https://www.airfrance.com.br 

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: