A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

novembro 25, 2017

Tiradentes/MG – uma das maravilhas de Minas Gerais

A cidade de Tiradentes fica a 372 km de São Paulo em linha reta e por estradas, 526 km.

Cidade linda, que pode ser classificada como uma mistura dos sabores de Minas: história, cultura, religiosidade, natureza e gastronomia. Certamente é a cidades histórica mais charmosas do Estado de Minas Gerais, com importantes exemplos de arte barroca enriquecendo sua paisagem.  

Graças a seu rico patrimônio histórico, a cidade é escolhida com frequência para servir de set de filmagens para gravações de filmes, novelas e minisséries de época. O calendário da cidade é repleto de eventos, além do tradicional Carnaval de rua e da Semana Santa. Destaques especiais devem ser dados para o Festival de Cinema, em janeiro; o Encontro dos Apreciadores das motocicletas Harley Davidson, em julho e o Festival Gastronômico, em agosto. Pertinho de Tiradentes fica o distrito de Bichinho. Mas este será motivo de um próximo post.

Estive em Tiradentes entre os dias 15 e 19 de novembro. Passear pelas ruas e pelo casario, em todos os dias, foi fantástico. O movimento das charretes, as pracinhas e o Chafariz de São José são uma atração à parte. O artesanato – de muito bom gosto – está por toda a cidade. No sábado à noite assisti a missa das 19h00 na Matriz de Santo Antônio e fiquei para assistir ao espetáculo de som e luz, narrado pelo saudoso Paulo Goulart.

Vale ressaltar que a Matriz é uma das mais significativas obras de arte do século XVIII do estado de Minas Gerais. Sua fachada foi projetada em 1810 por Aleijadinho, e tem em sua portada, o elemento mais importante. Em seu interior, intenso e arrebatador, foram utilizados cerca de 482 kg de ouro (só perde em  quantidade de ouro para a Igreja e Convento de São Francisco, em Salvador.

Em 1788 foi trazido da Alemanha um órgão que foi restaurado em 2008. Além da decoração, o porte e a escala da Igreja também impressionam. Como é costumeiro na arquitetura deste período em Minas, a inserção urbanística da Igreja busca amplificar sua monumentalidade. A igreja, que ocupa um terreno elevado em relação ao resto da cidade, é um marco visual na paisagem. Sua posição em relação às ruas vizinhas permite a visualização das suas fachadas por vários ângulos.

Não fiz trekking na Serra de São José, outra obra prima da natureza que está presente na paisagem, por onde quer que você desvie o olhar. Optei por deixar para uma próxima ida. 

Visitar Tiradentes é bom em qualquer época e a prova disso é a diversidade de eventos que existem durante todo o ano na Cidade. Portanto, se você está programando ir para lá, não deixe de dar uma conferida no calendário da Cidade. 

Se não for feriado prolongado, Natal, Ano Novo, Carnaval ou Semana Santa, não se preocupe – o que não falta em Tiradentes é opção de hospedagem, algumas bem pertinho do Centro Histórico, outras mais afastadas, pousadas simples e resorts de luxo, hotéis boutique e hostels. Enfim, a Cidade possui opções para todos os gostos e bolsos.

Gostaria de indicar dois lugares: a casa Fortim da Torre, alugada pelo Airbnb, local onde me hospedei e a Pousada Astral de Minas. Uma fica ao lado da outra e apesar de não estarem localizadas no Centro Histórico – que fica cerca de 1km de caminhada prazerosa, o charme e o atendimento dos proprietários da casa ou da Pousada superam qualquer distância. 

Dica importante – quase todas as casas comerciais e restaurantes têm a pratica incomum de não aceitarem cartões de crédito e débito, então viaje prevenido e leve dinheiro vivo! 

 No Centro Histórico existem apenas duas agências bancárias – uma do Itaú e outra do Bradesco e uma casa lotérica que atende à Caixa Econômica Federal. Também não há caixas eletrônicos. Não vi em nenhum dos muitos estabelecimentos que entrei.

Havia lido em alguns blogs  artigos na internet que desde 17 de abril de 2015 o Centro Histórico está fechado para circulação de carros, somente sendo liberada a entrada de veículos autorizados. Só vi essa prática no sábado e no domingo e em duas ruas principais. 

O calçamento do Centro Histórico, datado do século XVIII, em estilo pé de moleque, com inúmeras ladeiras é a marca da Cidade de Tiradentes. A melhor opção para passear pela Cidade são calçados confortáveis. Tênis ou botas para caminhadas são os ideais.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

alimmentos.wordpress.com/

congelados veganos

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: