A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

abril 6, 2017

Conheça o jogo de tabuleiro do Pnef e a equipe da Defis por trás de sua criação

“Caminhando com a Cidadania” tem o intuito de transmitir os conceitos básicos de educação fiscal e estimular o exercício da cidadania de forma lúdica e divertida!

Junte uma cidade fictícia a cédulas de dinheiro fictícias. Adicione situações corriqueiras da vida real e conceitos de cidadania e educação fiscal. Eis o jogo de tabuleiro “Caminhando com a Cidadania”.
jogo
Iniciativa pioneira da Delegacia de Fiscalização – Defis da 8ª Região Fiscal, o jogo é destinado a crianças e jovens de 10 a 17 anos. Contudo, é diversão garantida para a família inteira – crianças com 6 anos ou mais conseguem jogar acompanhadas de um adulto.

Apresentado ao público externo pela primeira vez na Bienal do Livro de São Paulo, em agosto, o jogo foi muito bem recebido e despertou o interesse de aquisição não só em educadores, mas também em jovens de todas as idades.

Inspirado em jogos de grande sucesso no mercado, como “Jogo da Vida” e “Monopoly”, “Caminhando com a Cidadania” envolve sorte e estratégia e pode ser jogado por 2 a 5 participantes. Se o objetivo do jogo é divertir e ensinar, o objetivo do jogador é, como não poderia deixar de ser, ganhar. “Ganhando ou perdendo, pagando o imposto no jogo ou sonegando, os jogadores aprendem sobre o parasitismo do sonegador e as consequências que seus atos podem ter para a sociedade como um todo. Aprendem a ser bons cidadãos”, explica a equipe que criou o jogo.

Como funciona o jogo
O objetivo do jogo é acumular dinheiro. No início de cada rodada, cada um dos jogadores recebe $ 1.000 e decide se vai pagar o imposto devido de $ 300 ou se vai sonegá-lo, definindo assim o valor líquido do seu salário. A proporção entre pagadores e sonegadores de impostos define o funcionamento do tabuleiro naquela rodada: se metade ou mais sonegar, as casas de serviços de saúde, educação, segurança e transportes têm consequências ruins (como atraso nas aulas do filho, que deixa o jogador parado por uma rodada para tomar conta dele); se mais que a metade pagar, consequências boas (como avançar três casas em função das novas faixas preferenciais de ônibus).

jogo2

Na sua vez, o jogador lança o dado, anda o número de casas correspondente e recebe a consequência da casa em que cair. Ele também retira uma carta de um dos dois baralhos disponíveis: Baralho Azul, para quem pagou o imposto naquela rodada, e Baralho Vermelho, para quem não pagou. Essas cartas também têm impacto financeiro para o jogador: podem levá-lo à malha fiscal e ao pagamento do imposto sonegado com multa, ou ao recebimento de restituição de parte do valor recolhido, por exemplo.

O jogo acaba quando o primeiro jogador chega à última das casas do tabuleiro. Esse jogador recebe uma bonificação em dinheiro. Todos devem usar suas cartas de restituição e contabilizar o dinheiro conquistado. Quem obtiver a maior quantia vence o jogo.

Conheça a equipe
O desenvolvimento do jogo “Caminhando com a Cidadania” exigiu um trabalho intenso iniciado em janeiro deste ano. Além dos representantes do Programa Nacional de Educação Fiscal – Pnef da Defis, Enia Briquet e Alcides Rodrigues Cintra, esteve na linha de frente de criação do jogo uma equipe de jovens e talentosos estagiários: Daniel Parri, Isabela Corrêa, Lucas Patrick e Murilo Beraldo.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: