A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

março 11, 2017

Lembranças, saudades e cheiros de infância…

“… As pessoas podiam fechar os olhos diante da grandeza, do assustador, da beleza, e podiam tapar os ouvidos diante da melodia ou de palavras sedutoras. Mas não podiam escapar do aroma. Pois o aroma é um irmão da respiração. Com esta, ele penetra nas pessoas, elas não podem escapar-lhe caso queiram viver. E bem para dentro delas é que vai o aroma, diretamente para o coração, distinguindo lá categoricamente entre atração e menosprezo, nojo e prazer, amor e ódio. Quem dominasse os odores dominaria o coração das pessoas.”   

Trecho do livro “O Perfume”, do escritor alemão Patrick Süskind

Minha mãe, aos dezesseis anos

Minha mãe, aos dezesseis anos

Os anos vão passando e a gente vai lembrando as coisas boas que aconteceram há muitos anos atrás. São memórias que fazem parte de nossas vidas… E se tais recordações trouxerem coisas boas, a isto chamamos de saudades. Tenho saudades de brincar na enxurrada da rua quando chovia. Tenho saudade de apanhar frutas direto do pé, de brincar nos bancos de areia que tinha em frente a minha casa. Tenho saudades dos meus amigos de infância; tenho saudades do cheiro dos lençóis limpos pendurados no varal e de quando passava correndo por eles… De olhos fechados, o pano deslizando sobre meu rosto enquanto eu corria… Tenho saudades de minhas idas ao barbeiro o qual recebia os clientes com aquela sua capa branca característica. Tenho saudades do cheiro da água velva que ele passava no “pé do cabelo” e que dava um friozinho por toda a cabeça. 

Acho que cada pessoa guarda um cheiro ou um sabor de alguma comida que lhe traz bonitas recordações de infância. Desconheço a razão para este fenômeno, mas a verdade é que há cheiros e sabores que posso passar muito tempo sem sentir, no entanto assim que os sinto novamente, recordam-me de todos esses bons momentos.

Quem é que não se lembra de quando criança, acordar sentindo o cheiro do café e pão quentinho que vinha da cozinha? O olfato é o primeiro dos sentidos que desenvolvemos, dizem que ainda no útero materno e a memória olfativa é a mais impactante para nós, pois uma vez que sentimos um aroma ele provavelmente ficará gravado em algum lugar de nossa memória.

Sabe quando de repente vem aquele cheiro de uma pessoa que a gente gosta? Ou então quando estamos caminhando pela cidade e ela começa a ter cheiro fome?

Ah, nesse meio de tarde, aqui onde estou, está cheirando a café com pão, cheiro de passado, de sítio da vó, de cozinha de mãe, cheiro das coisas simples da vida que emocionam e deixam histórias gostosas de serem contadas, ou então apenas a gostosa recordação de ser sentida. Como era bom o cheiro do pão caseiro que minha vó e minha mãe faziam… O de minha avó era feito no forno a lenha que tinha lá no sítio onde morava. As brasas eram retiradas com uma vassourinha feita de Alecrim do Campo, que soltava um cheiro delicioso e que ficava um impregnado nos pães.

Ah, o cheiro dos pães de minha mãe. Cheiro que deixava os cachorros parados e sentados na porta da cozinha, cheiro de saudade, de amor. Hoje, é o cheiro do vazio com o qual se aprende a conviver depois da ida dela para outros planos.

Como diz o Drummond em seu poema, acredito que existam almas perfumadas, porque creio que os sentimentos também têm cheiro e tocam todas as coisas com os seus dedos de energia. Minha mãe era assim. Minha avó também. Elas perfumaram nossas vidas com luzes e cores. E o perfume delas era tão gostoso, tão suave, tão delicado, que hoje penso que elas só mudaram de frasco e o cheiro continua vivo no coração de tudo e todos que elas amaram. E tudo o que eu amar vai encontrar, de alguma forma, os vestígios desses perfumes que vêm de Deus, que durante alguns anos de minha vida estiveram presentes para me falar de amor.

Anúncios

9 Comentários »

  1. Coisas que nos marcam pra sempre.Coisas gostosas de sentir….

    Irany Soares de Arajo

    Date: Mon, 6 May 2013 19:22:29 +0000 To: iranysa@hotmail.com

    Curtir

    Comentário por Irany Soares de Arajo — maio 7, 2013 @ 7:47 | Responder

    • Oi Laly, minha querida! Saudades de vc! Um grande beijo. Augusto

      2013/5/7 A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

      > New comment on your post “Lembranças, saudades e cheiros de infância…” > Author : Irany Soares de Araújo (IP: 65.55.116.73 , 65.55.116.73) > E-mail : iranysa@hotmail.com > URL : > Whois : http://whois.arin.net/rest/ip/65.55.116.73 > Comment: > Coisas que nos marcam pra sempre.Coisas gostosas de sentir…. > > Irany Soares de Araújo > >

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — maio 7, 2013 @ 8:46 | Responder

  2. Que saudades da minha vó … que tudo fazia pra agradar a gente.
    E a misturinha que ela fazia pra gente com pinga e açucar pra quando tínhamos dor de dente e num tinha um remédio em mãos ?? Ela fazia e dava pra gente passar no dente que doia….

    Curtir

    Comentário por Regiane C. Christofoletti Gouveia — maio 7, 2013 @ 10:45 | Responder

  3. Você sabe que eu adoro ler aqui sobre as tuas lembranças.
    Eu acho que você sabe do que estou falando quando digo ‘o cheiro lembrança da minha infãncia’ é aquela aroma misturado de Nescau e Nescafé que o vento espalhava vindo da fábrica da Nestlé aqui em Araras e que todas aquelas crianças sentiam quando brincavam juntas na rua.
    Abraços de Luz e Paz

    Curtir

    Comentário por Simone — maio 7, 2013 @ 16:32 | Responder

    • Oi Simone. Obrigado pela visita! Verdade! Em Araras existe a fábrica da Nestlé! Até hoje, não é? Abraços.

      Em 7 de maio de 2013 16:32, A Simplicidade das Coisas — Augusto

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — maio 7, 2013 @ 16:38 | Responder

  4. […] um privilégio ter tido isso tudo na minha infância. Foi um privilégio crescer no meio da natureza e senti-la como fazendo parte de mim. Foi um […]

    Curtir

    Pingback por Lembranças, saudades e cheiros de infância…parte 2 | A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini — março 15, 2016 @ 17:50 | Responder

  5. Lindo texto, me fez retornar ao passado!

    Curtir

    Comentário por Samara Fortes — setembro 14, 2016 @ 1:19 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: