A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

novembro 11, 2016

Estado de São Paulo é agraciado com o 1º Lugar do Prêmio Nacional de Educação Fiscal, na categoria Instituições, e com o 3º Lugar, na categoria Escolas

Os cinco vencedores da quinta edição do Prêmio Nacional de Educação Fiscal foram divulgados na noite desta quarta, dia 09, no Clube de Engenharia de Brasília, em cerimônia marcada pela diversidade de temas dos finalistas do ano que atuam com a temática da educação fiscal no país. Dos 141 projetos inscritos nas categorias Escolas e Instituições, 10 chegaram à final, destes dois são projetos do Estado de São Paulo.

Para o presidente da Febrafite, Roberto Kupski, a entrega do prêmio é um momento especial para a federação, suas associadas, auditores fiscais e representantes dos projetos finalistas, pois todos são vencedores. Em sua manifestação, ele citou sobre o momento atual do Brasil, onde tanto se fala em ajuste fiscal, como uma oportunidade para se falar mais em educação fiscal, sem deixar de ver as necessidades da sociedade. “O país clama por uma consciência sobre a importância de pagar tributos e sobre monitorar sua correta aplicação”, disse.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na categoria Instituições, o grande vencedor foi o projeto “Cuidando do Meu Bairro”, uma iniciativa da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (USP), na capital paulista. A professora Gisele Silva Craveiro levou para a universidade a premiação em dinheiro no valor de dez mil reais e troféu.

O projeto busca oferecer uma ferramenta para que a sociedade possa conhecer melhor a temática do orçamento público, exercer o controle e fiscalização dos gastos realizados em equipamentos públicos da cidade e promover ações concretas no seu bairro. Por meio do georreferenciamento a ferramenta permite que o cidadão verifique por bairro como está a distribuição do orçamento e o status de cada uma das rubricas (planejado, empenhado ou liquidado). Além disso, o site permite que dúvidas sejam encaminhadas diretamente ao SIC do município de São Paulo e faz o acompanhamento e monitoramento das respostas, sendo que tanto pergunta, quanto resposta, permanecem públicas ao acesso de qualquer cidadão.

Em parceria com o Observatório Social do Brasil em São Paulo a professora e os alunos do projeto promovem oficinas de capacitação para manuseio da ferramenta, contando com a participação de membros da Controladoria Geral e do Tribunal de Contas do Município.

Mais informações e acesso ao aplicativo podem ser feitos por meio do endereço: http://cuidando.org.br/

O professor universitário Francisco Leite levou para a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) a premiação em dinheiro no valor de cinco mil reais e troféu do segundo lugar da categoria Instituições, como Programa Receita para Cidadania e para o Desenvolvimento, realizado no campus de Campina Grande.

O primeiro lugar na categoria Escolas foi o colégio da Polícia Militar de Goiás, Unidade Nestório Ribeiro, com o projeto “Tributos: O que nós temos a ver com isso”, realizado município goiano de Jataí. A escola foi representada pela major Selma Rodrigues Silva, que recebeu troféu e a premiação em dinheiro de dez mil reais para ser investido no projeto.

A escola EMEB Coronel Manoel Thiago de Castro, representada pelo professor Cristian Roberto Antunes de oliveira, da cidade de Lages, em Santa Catarina, levou para casa a premiação em dinheiro no valor de cinco mil reais, troféu do segundo lugar, além do reconhecimento e motivação para continuar fazendo a diferença e sua região.

O terceiro lugar da categoria Escola ficou com o projeto “Vivendo a Cidadania com Atitudes Valiosas”, do colégio EMEI/EMEF Professor Alaor Xavier Junqueira da cidade de Caraguatatuba, interior de São Paulo. A instituição foi representada pela professora Irlândia Ramos dos Santos. O projeto trabalhado com o Ensino Fundamental I recebeu grande apoio da comunidade escolar e local, fazendo a diferença na realidade local. Além dos educadores, o projeto conta com cinco crianças ex-alunas que ministram pequenas palestras de conscientização com os alunos da escola, o que traz maior empatia e identidade entre os alunos.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: