A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

outubro 26, 2016

A educação fiscal como agente transformador da sociedade

“Ninguém faz educação fiscal sozinho”. A frase é mais que verdadeira, pois a educação fiscal deve ser compartilhada, disseminada e, quem sabe, tornada disciplina dentro das escolas. A autora da afirmação é a gerente do Programa Nacional de Educação Fiscal (PNEF), Fabiana Baptistucci, que esteve presente nos três dias do 3º Curso de Formação de Educadores Fiscais, que aconteceu de 4 a 6 de outubro, promovido pelo Gefe-SP (Grupo de Educação Fiscal Estadual de São Paulo), da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo.

curso_educacao_fiscal_out2016_1

Foto: Afresp/SP

O encontro foi organizado pela diretora do Gefe-SP, a auditora fiscal Gabriela Lubies Maia de Sousa. O curso procura ampliar a rede de educadores fiscais, para que eles possam realizar eventos, palestras e seminários voltados ao tema, nas suas cidades.

O curso contou com palestras sobre educação fiscal no Brasil e no mundo, fireitos fundamentais, função social do tributo, federalismo e repartição de receitas, gastos públicos com políticas sociais, planejamento e orçamento público e ferramenta e controle social. Mas não foram palestras formais, no estilo acadêmico do termo. Os palestrantes deixaram o púlpito de lado e fizeram suas apresentações como se estivessem conversando com os participantes. “A formação foi toda dialogada, isso facilita o aprendizado”, diz Fabiana. (more…)

Finalistas do Prêmio Nacional de Educação Fiscal 2016

No dia de ontem (25/10), em evento para jornalistas e representantes de entidades parceiras, foram anunciados os dez projetos finalistas da 5ª edição do Prêmio Nacional de Educação Fiscal.

Esta edição recebeu 141 projetos de 18 estados e do Distrito Federal, divididos nas Categorias Escolas e Instituições.  Os projetos inscritos surpreenderam não só pela criatividade e originalidade, mas pela corresponsabilidade de trabalhos que apresentam desdobramentos e que cultivam a inteligência coletiva, sempre pensando em um país melhor.

Desde a primeira edição do prêmio, em 2012, foram mais de 600 projetos inscritos. São escolas e instituições sensíveis ao tema, utilizando-se da participação social para transformar o país. São os protagonistas da nossa história, que influenciam as novas gerações e que torna poderosa a sociedade, que passa a assumir a fiscalização, combater a sonegação e verificar se os recursos públicos são bem aplicados, e assim, exercer a cidadania plena e global para o desenvolvimento de uma nação. (more…)

outubro 21, 2016

Qual é o seu estilo de aprendizagem?

Atualmente qualquer produto que compramos acompanha um manual de instruções. Nele encontramos praticamente todas as informações necessárias para instalar, manusear, limpar e conservar o produto. Mas você lê todas as informações? Eu não! Acho tão mais prático utilizarmos o produto como se já soubéssemos tudo sobre ele  – e vou apertando todos os botões! Acredito firmemente que a maioria das pessoas não leem manuais.

E o que acontece quando agimos assim? Nos decepcionamos quando, sem querer, queimamos, quebramos ou danificamos o produto por não ler atentamente o manual de instruções. De igual forma, na maioria das vezes não “lemos” o manual das pessoas com as quais convivemos. E então nos frustramos e nos zangamos por não suportar o seu modo de ser e por esperar que funcionem igual a nós.

Acabo de ler no El País o texto abaixo, postado na coluna “Aprendizagem” por Pilar Jericó, que achei muito interessante sobre estilos de aprendizagem e quero dividi-lo com vocês. Aproveitem!

Os quatro estilos de aprendizagem − ou por que alguns leem os manuais e outros não

Aprendemos em função de como percebemos e processamos a realidade

PILAR JERICÓ , El País, 18 out. 2016

Há pessoas que leem até a letra pequena dos manuais, enquanto outras simplesmente vão apertando todos os botões para ver o que acontece. Isso não é nem bom nem mau. Apenas nos dá pistas de nossa maneira de aprender. Vejamos os quatro tipos de aprendizagem que existem para identificar qual é o seu.

Adaptadores, assimiladores, divergentes e convergentes são os quatro estilos de aprendizagem, segundo David Kolb.

Adaptadores, assimiladores, divergentes e convergentes são os quatro estilos de aprendizagem, segundo David Kolb.

Você quer fazer uma viagem a dois e um de vocês precisa ler até o mínimo detalhe sobre o lugar aonde vão, enquanto o outro fica nervoso porque preferiria se lançar à aventura. Ou, em uma reunião de trabalho, um colega não para de dar ideias sem concretizar nada, enquanto o outro fica inquieto por não poder trabalhar sozinho. Já passou por algo assim? Se sim, bem-vindo aos diferentes modos de aprender e suas dificuldades (e oportunidades). (more…)

outubro 20, 2016

Prêmio Nacional de Educação Fiscal, edição 2016

No próximo dia 25/10, a Febrafite e a Escola de Administração Fazendária – Esaf anunciarão os dez projetos semifinalistas do Prêmio Nacional de Educação Fiscal, edição 2016.
febra
O evento será no auditório da Receita Federal para jornalistas, instituições parceiras e patrocinadores da quinta edição.

Para a entidade, a participação de todos é condição fundamental para a transformação do Brasil.

Saiba mais https://goo.gl/B46TGz

 

outubro 19, 2016

Curso ITCMD – Procedimentos – 3ª. turma de 2016

Curso ITCMD – Procedimentos – 3ª turma de 2016

 itcm_3aed-2016

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, por meio de sua Escola Fazendária – Fazesp, informa que estarão abertas a partir do próximo dia 24/10/2016 as inscrições para o curso ITCMD – Procedimentos – 3ª turma de 2016.

O curso que é gratuito e será realizado no próprio ambiente virtual da Fazesp, terá como públicos-alvo profissionais, estudantes e cidadãos interessados em questões relativas ao Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doações – ITCMD,

em especial os procedimentos necessários ao cálculo desse tributo.

Com uma carga horária de 10 horas, contempla três módulos, sendo o primeiro sobre Introdução e Procedimentos, o segundo sobre Regras para Base de Cálculo e o terceiro sobre Cálculo do ITCMD.

Para a emissão do certificado de participação é necessário que o aluno responda os exercícios de fixação de cada um dos módulos e, ao final do curso, poderá imprimi-lo no campo especificado.

Informações

Curso: ITCMD – Procedimentos – 3ª turma de 2016 – (carga horária de 10h)

Modalidade: Educação a Distância – auto instrucional

Período de realização: de 07/11/2016 a 27/11/2016

Público-alvo: Advogados, Oficiais de Cartórios, demais profissionais, estudantes e cidadãos interessados no tema

Período de inscrições: de 24/10/2016 a 07/11/2016 ou até esgotarem-se as vagas

Vagas: 500

Realização das inscrições: Manual de Inscrição Curso ITCMD – Procedimentos

outubro 14, 2016

Disciplina Eletiva de Educação Fiscal – para Universidades

O Grupo de Educação Fiscal Estadual – GEFE-SP oferta em cursos de graduação e pós-graduação disciplina eletiva aos alunos abordando a Educação Fiscal objetivando preparar para o exercício da cidadania.

GEFE-SP logo_preferencial

Tanto a carga horária, quanto os conteúdos abordados podem ser adaptados para atender as necessidades específicas da entidade parceira.
Ofertamos atualmente, tanto na USP (disciplina: Educação fiscal e coesão social), quanto na Unifesp (política fiscal e cidadania), disciplina eletiva com carga horária de 30 horas.

A responsabilidade por levar os instrutores da disciplina fica a cargo do GEFE-SP e tal atividade não apresenta custo para a entidade que a oferta aos seus alunos.

Abaixo seguem os conteúdos abordados nas disciplinas:

disciplina

Acesse a página da Educação Fiscal do estado de São Paulo e conheça nossas atividades e produtos.

Se sua Universidade tiver interesse na Disciplina Eletiva, entre em contato com o GefeSP

outubro 11, 2016

O que É, Afinal, a Geografia?

Filed under: Uncategorized — Augusto Jeronimo Martini @ 14:20

…sou um geógrafo. E, no mesmo momento em que acabava de pronunciar aquelas palavras, já podia prever que o embaraço de uma explicação mais longa viria automaticamente.
“- Um geógrafo?”

“Ah… eh … sim, um geógrafo” afirmei, procurando demonstrar a serena e entusiástica confiança com que falam de suas profissões os médicos, engenheiros, pilotos, caminhoneiros, marinheiros e até, os andarilhos.
” – Mas, … o que fazem os geógrafos?”

A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

Estou muito atarefado. Hoje, deixo de lado o hábito de escrever para apresentar um texto muito interessante de Peter Gould e que fala sobre a Geografia, essa ciência enigmática e que poucos entendem o que é. Espero que gostem!

Ver o post original 1.414 mais palavras

outubro 7, 2016

Seade lança aplicativo com dados de todos os municípios paulistas

Integrando o programa Governo Aberto, nova plataforma reúne dados e indicadores dos mais de 600 municípios de São Paulo

A partir de agora as estatísticas do Estado de São Paulo e seus 645 municípios estão na palma da mão. A Fundação Seade acaba de lançar um aplicativo para celular que mostra 52 tipos de informações sobre temas como habitação, educação, economia, saúde, população (nascimentos, óbitos, casamentos), história dos municípios (aniversário, padroeiro, etc) e nome dos prefeitos e presidentes das câmaras municipais.

No aplicativo Perfil dos Municípios Paulistas todas as informações dos municípios podem ser comparadas com os dados do próprio Estado e regiões onde estão localizados. Além disso, é possível visualizar a evolução dos resultados em formato de gráfico e entender o que  significa cada indicador ali disponibilizado.

foto_perfil_mun_paulista_02

A plataforma digital oferecida gratuitamente pela Fundação Seade está disponível para os sistemas iOS (iPhone) e Android e faz parte do projeto Governo Aberto,  uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo de disponibilização, através da internet, de documentos, informações e dados governamentais de domínio público para a livre utilização pela sociedade.

A Fundação Seade, vinculada à Secretaria de Planejamento e Gestão, é um centro de referência nacional na produção e disseminação de análises e estatísticas nas áreas socioeconômicas e demográficas. Para isso  realiza pesquisas domiciliares e levantamentos de informações produzidas por outras fontes, compondo um amplo acervo de diferentes aspectos da realidade do Estado, suas regiões e municípios paulistas.

Por dentro do app

O aplicativo é bastante simples de ser usado, mesmo com um volume enorme de informações. Há uma série de filtros e possibilidades de acesso aos dados. (more…)

Projeto “Cuidando do meu bairro”

Você conhece alguma das ferramentas disponíveis para que a sociedade possa conhecer melhor a temática do orçamento público, exercer o controle e fiscalização dos gastos realizados em equipamentos públicos da cidade e promover ações concretas no seu bairro?

Clique aqui e conheça o projeto  Cuidando do meu Bairro.

cuidando-meu-bairro

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: