A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

junho 6, 2016

BairroYungay, em Santiago, Chile

Instalado entre os bares e restaurantes do Bairro Brasil e museus e área artística em torno da Quinta Normal, o Barrio Yungay, rico em história, é um dos bairros patrimoniais mais bonitos de Santiago .

A cem anos atrás foi a área mais exclusiva de Santiago , mas como muitas vezes acontece, ao longo dos anos, as famílias ricas se mudaram para lugares com mais verde e o bairro começou a declinar. As mansões imponentes desta área estavam vazias durante décadas, somando-se seus problemas com os danos causados por terremotos, o mais recente em 2010 e negligência. Felizmente, muitos projetos de resgate estão restaurando o Barrio Yungay, devolvendo-o aos seus dias de glória, e os vizinhos têm ajudado a desenvolver um forte senso de comunidade e orgulho na área.

A diversidade fascinante do Barrio Yungay é melhor entendida ao caminhar por ele. E esta é uma maneira agradável para passar uma manhã ou uma tarde na capital do Chile.

Eu fiz um roteiro sugerido pelo chile.travel/blog, no site oficial de turismo de Santiago, o qual tento reproduzir aqui.

Chegar no bairro é simples. Desça na estação Cumming (Linha 5 do Metrô), vire à direita e siga pela calle Catedral direto até o Barrio Yungay. Na esquina da General Bulnes há um dos edifícios mais grandiosos de Santiago, a Casa del Profesor . É algo como se tivesse saído de um romance de Isabel Allende. A casa se destaca majestosamente sobre as ruas circundantes, com suas diversas torres, arcos e varandas, dando-lhe a aparência de um pequeno castelo. Nela é onde Salvador Allende instalou seu primeiro gabinete em 1970, e tem sido usado por muitos governos chilenos. Também é conhecida como “La Moneda Chica”, referindo-se a sede do governo do país. Atualmente, a propriedade é administrada pelo Casa del Profesor.

Vire à direita na General Bulnes e à esquerda em Santo Domingo, e ande três quadras até a tranquila praça Yungay, um dos lugares mais bem preservados da cidade. Pelo caminho não deixe de apreciar os murais qué foram por pintados nos últimos anos. No centro da praça, você vai ver o símbolo ou a principal característica do bairro: o Monumento ao Roto Chileno, uma estátua que representa os jovens anônimos e pobres do país ( “roto” faz alusão às suas roupas gastas e rasgadas), cujo suor e sangue foram vitais na construção de Chile. A fachada amarela da Igreja San Saturnino também está na frente da praça; a sua estrutura ainda está com sinais dos danos causados pelo terremoto de 2010.

Dois quarteirões ao sul ao longo Da calle Libertad, se chega na zona dos restaurantes. Entre os muitos novos bares e restaurantes que abriram suas portas por lá nos últimos anos está a Cervejaria Nacional , um paraíso para os amantes desta bebida com uma variedade de amostras de cerveja, tanto nacionais como internacionais. Na esquina da Libertad com a Compañia de Jesús, você encontrará o Boulevard Lavaud , um bistrô inovador e muito popular, cujas paredes são revestidas com lembranças locais. O restaurante divide a mesma casa com a antiga Peluqueria francesa , sem dúvida, um dos mais famosos salões de beleza do Chile, uma instituição santiaguina que abriu suas portas em 1868 e que foi preservada como uma relíquia do passado.

Vire à direita na Compañia de Jesús e um poucos metros adiante irá encontrar as três famosas passagens que fazem parte do património do Barrio Yungay: são três ruas de paralelepípedos, que são uma das áreas mais bem restauradas da cidade: Hurtado Rodriguez, Lucrecia Valdés e Adriana Cousiño – esta última mais bela das três – com as formas sedutoras e palmeiras altas e belas casas coloridas, todos com arcos, portas de madeira e varandas cheias de flores. Muitos eventos e festivais são realizados nestas três ruas que capturam perfeitamente o esplendoroso passado do Barrio Yungay. Hoje, durante minha passagem pela Lucrecia Valdés, estavam fazendo uma gravação – para TV ou cinema, certamente.

No norte da passagem Adriana Cousiño, e de volta para a Compañia de Jesús, vire à esquerda e logo chegará ao Museo Quinta Normal na área das artes. O primeiro museu que você vai ver é o Museu de la Educación Gabriela Mistral , criado em homenagem a famosa poeta chilena. Um quarteirão de distância, na Avenida Matucana e do parque Quinta Normal estão outros museus como o de História Natural e o Museu da Memória e dos Direitos Humanos , inaugurado em 2010 para comemorar as vítimas do regime militar. Por perto você também pode encontrar centros culturais e artísticos, como o Museo Artequín , que utiliza a arte para crianças de forma interativa e educativa, e o centro Matucana 100, com salas de teatro, cinema, música e artes visuais e pela Biblioteca de Santiago, a maior do Chile.

Da estação de metrô Quinta Normal é uma curta caminhada ao longo da Avenida Matucana. Não há necessidade de terminar a sua caminhada por ali, porque, mesmo se você já viu tudo o de mais importante do lugar, vale a pena continuar caminhando. O Barrio Yungay é rico em cultura e diversidade histórica e uma passagem essencial de qualquer visita a Santiago. Leve sua câmera. Não irá se arrepender!

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: