A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

janeiro 25, 2015

Saiba quais são as quatro posições do Yoga que ajudam a facilitar o fluxo do sangue nas suas veias.

Varizes, pernas inchadas, cansaço, dores, sensação de peso são alguns dos efeitos indiretos da má circulação.

Estas desordens, na maioria dos casos não são graves, mas sim incômodas. No entanto, se não forem tratadas a tempo, podem levar a complicações de maior gravidade e reduzir a qualidade de vida. Quando as deficiências circulatórias afetam as artérias (que levam o sangue do coração para o resto do corpo), as consequências podem ser ainda piores.

Conheça as posições do Yoga que você deve executar para melhorar a circulação sanguínea, segundo o Huffington Post.

1. Viparita Karani (postura invertida fácil)

viparitakaranipared1

Podemos começar com esta postura simples que ajuda as pernas a relaxarem. Deitado no chão, coloque as nádegas – o máximo que conseguir – na parede, assim como as suas pernas. Manter esta ásana durante 5-10 minutos permite que todo o corpo relaxe: a cabeça, rosto, ombros, costas, peito …

2.  Halásana (postura do arado)

posturahalasana

Leve as pernas em direção à cabeça e, se verificar que os seus pés não chegam a tocar o chão, coloque as mãos na região lombar, de modo a que não haja sobrecargas desnecessárias. Halásana é uma excelente posição para melhorar também o trânsito intestinal e aliviar a tensão na região lombar. Se sofreu alguma lesão no pescoço, esta posição não é a mais indicada. Então, não a execute!

3. Garudasana (postura da águia)

posturagarudasana

Não se assuste com a complexidade desta posição que ajuda a não sobrecarregar as zonas mais frágeis e a ganhar equilíbrio – qualidade fundamental para termos controle na nossa vida. Ao cruzar uma perna sobre a outra, irá exercer uma estimulante massagem nas panturrilhas, estimulando o fluxo de sangue nas pernas e tornozelos.

4. Supta Padangusthasana (Postura do polegar ao pé em repouso)

suptapadangusthasana

Finalmente, depois de ter passado pelas ásanas anteriores, você já terá as pernas preparadas para um último estímulo circulatório. Esta posição vai ajudar a alongar os tendões do poplíteo e a fazer com que o calor irradie pela perna inteira, desde os dedos dos pés até aos quadris. Se a sua flexibilidade for limitada e não conseguir agarrar o dedo grande do pé, pode agarrar a panturrilha, popularmente chamada de “barriga da perna”, joelho ou coxa.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: