A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

novembro 27, 2014

A infância dos anos 60 e seus sabores

No tempo de minha infância não havia nada, mas vivi com muito pouco e aproveitei tudo.

O auge de minha infância e adolescência foi nas décadas de 60 e 70. Era um tempo maravilhoso e quem visita o A Simplicidade das Coisas com frequência já sabe que eu sempre escrevo sobre ela.

Quando bem pequeno morei na Fazenda São José do Morro Grande – até meus 4 ou 5 anos – onde minha mãe era cozinheira, meu pai tratorista, meu avô paterno administrador e meus tios agricultores. Tais terras pertenciam ao Sr. Renato Mário Pires de Oliveira Dias, e que, além de plantações agrícolas tinha também um Haras. Segundo minha mãe, o Renatinho, como era chamado o filho do proprietário, gostava de fotografar (ou seja, “tirar retrato” como se dizia naquela época). E são de autoria dele as quatro únicas fotografias que tenho da época em que morei na Fazenda. Seguem abaixo, junto com uma “3×4”, a minha primeira nesse formato e com 7 anos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Olhando estas fotos antigas pude lembrar de alguns episódios e fiquei com saudades de minha infância. Então, tive a ideia de escrever alguns “fragmentos gustativos” daquela época. Neste texto trago à memória as coisas que eu mais gostava de comer e beber. Se você nasceu na década de 70 pode ser que se identifique com algumas delas. Seguem:

– banana São Thomé frita, polvilhada com açúcar cristal e canela;

– bolinho de chuva;

– pipoca doce;

– cocadinha de assadeira;

– queijo meia cura assado na chapa do fogão a lenha;

– sopa de macarrão com feijão;

– salada de sardinha com cebola e cheiro verde (para comer com arroz e feijão);

– sardinha salgada frita (daquelas que vinham em caixas de madeira e fediam muito!!!);

– doces de leite, abóbora e banana, feitos no tacho e no fogão a lenha;

– pão caseiro, com açúcar queimado de recheio, ou doce de banana, ou mel e manteiga, ou banha de porco;

– não sei que nome dar, mas era algo delicioso que minha mãe fazia: mandioca cozida, amassada, misturada com manteiga, pimenta do reino, sal e cheiro verde. Ela colocava em uma frigideira besuntada com manteiga e levava ao fogo, fritando dos dois lados até ficar com uma crosta dourada. Virava uma espécie de Tortilha Espanhola;

– limonada de limão siciliano ou limão cravo;

– groselha (lembram do comercial): “Groselha vitaminada Milani, yahoo! É uma delícia, no leite, no refresco e no lanche…”

– bala 7 Belo, bala Chita, Confete, biju (eu gostava somente do salgado, pois o doce me causava vômitos), chocolate Sensação (aquele que soltava um creme com sabor de frutas na boca), balas soft, caramelos coloridos e os dadinhos de amendoim, da Dizioli;

– doce de banana triangular, que vinha no palito ou com um indiozinho de plástico. O doce de abóbora em forma de coração e a paçoca Amor;

– refrigerante Gini;

– suspiro e maria mole;

– pirulito em forma de chupeta;

– bolo de fubá ou de milho verde;

– geladinho (sorvete de saquinho);

– a crosta que ficava grudada no fundo da panela de ferro onde a polenta era cozida;

Ivone, Tereza, Cida – como diz o Datena: “me ajude aí, oh!”. O que mais poderia fazer parte da lista de gostosuras de nossas infâncias?

Leia também A infância nos anos 60

Anúncios

4 Comentários »

  1. Nossa quantas delicias ….

    Curtir

    Comentário por Eliana — novembro 28, 2014 @ 0:04 | Resposta

  2. Delicias de nossa infância, as crianças de hoje não sabem o que é bom!

    Curtir

    Comentário por Filomena Signorelli — novembro 28, 2014 @ 20:00 | Resposta

    • Concordo contigo, Filomena. Abrs. Augusto

      Em 28 de novembro de 2014 20:00, A Simplicidade das Coisas — Augusto

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — novembro 28, 2014 @ 21:34 | Resposta


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: