A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

setembro 6, 2014

Casamento gay, aborto e maconha – a maioria dos brasileiros são contrários!

Esse Brasil é mesmo o País dos contrastes, mandos e desmandos e absurdos afins. Na padaria, na tabacaria ou em qualquer posto de gasolina é possível encontrar e comprar um pacotinho de seda, dessas que os usuários utilizam para enrolar um cigarro de maconha. Isso não é novidade para quase ninguém, e não há pessoa alguma que critique. Em contrapartida, uma pesquisa realizada pelo Ibope e divulgada nesta quinta-feira, dia 04/09, revelou que 79% dos brasileiros são contra a descriminalização da maconha.

Outro dado revelado pela pesquisa é a posição dos brasileiros em relação ao casamento entre pessoas do mesmo sexo. Mais da metade, 53%, disseram ser contra. A maioria é contra também a descriminalização do aborto: 79%.

grafico

Fonte: El Pais elpais.com

O país do contra, porém, não reflete exatamente o que é feito na prática. Por aqui, calcula-se que um milhão de mulheres realizem um aborto ao ano. Ou seja, uma em cada cinco já fez esse procedimento clandestinamente. E a cada dois dias, uma brasileira morre em decorrência de um aborto inseguro.

E por que será que ocorre essa contradição entre a prática e o que é dito nas pesquisas? Certamente ocorre porque omitimos nossas opiniões em busca do politicamente correto! Com certeza muitas pessoas que disseram ser contra já fizeram um aborto ilegal ou já tiveram relações homoafetivas.

Em busca do politicamente correto, um problema de saúde pública como o aborto fica fora também da agenda eleitoral, já que os presidenciáveis evitam esbarrar nesses assuntos polêmicos. Na semana passada,  Marina Silva (PSB) mudou seu programa de governo, alterando o parágrafo que falava sobre a união de pessoas do mesmo sexo. Evangélica, ela evita falar sobre o tema. Dilma Rousseff e Aécio Neves compartilham da mesma postura, o silêncio, ou, evitar, ao máximo falar desses assuntos polêmicos.

Mesmo que os jornais de grande circulação tratem do assunto, e moldem a opinião pública favorável a esses temas, a quantidade de leitores atingidos é muito restrita. Poucos por aqui leem jornais ou levam a sério o que a mídia televisa transmite.

Os únicos candidatos que falam mais sobre o assunto – e defendem a descriminalização do aborto e da maconha – são Eduardo Jorge, do PV e Luciana Genro, do PSOL. Cada um deles tem apenas 1% das intenções de voto nas pesquisas.

Outros temas polêmicos tratados pelo Ibope são a pena de morte – 46% são a favor e 49% são contra; e o Bolsa Família, programa criado pelo governo do ex-presidente Lula, que tem apoio de 75% dos brasileiros. Entre os que têm renda mensal de até um salário mínimo, o apoio ao Bolsa Família chega a 90%, segundo o levantamento.

Aécio Neves, do PSDB, já afirmou em sua propaganda política na televisão que, se eleito, dará continuidade ao principal programa petista. Quando um tema tem grande aceitação, defendê-lo parece mais fácil. É a guerra em busca de votos.

Segundo a pesquisa, os homens são a maioria entre os que são contra o casamento gay: 58%. Já entre as mulheres, 49% são contra e 44% a favor. A descriminalização da maconha e do aborto não são defendidos nem mesmo pelos mais jovens. Entre aqueles com idade entre 16 e 24 anos, 74% são contra a legalização da maconha e 77% contra o aborto.

As eleições estão batendo à sua porta! Vote consciente!

Para pensar – somos a 6.a. economia do mundo, ganhando de diversos países da Europa, inclusive da Inglaterra. Enquanto que para muitos esse é um fato a ser comemorado, para outros é um dos fatos que comprova que o Brasil é de fato o país da contradição!

A concentração de riquezas nas mãos de poucos demonstra que não basta ser a 6.a economia mundial, é preciso desenvolver políticas públicas eficazes que sejam capazes de gerar riqueza e distribuí-la de modo igualitário a todos os cidadão e cidadãs brasileiros, promovendo dessa forma a melhoria de vida de todos.

Não sou contra os benefícios do governo no combate a miséria e pobreza. Mas não posso ser a favor de um sistema que cresce e que gera riqueza as custa da exploração do trabalhador, que se vê em muitos casos obrigados a se submeter à condições subumanas de trabalho para sustentar sua família enquanto aqueles que poderiam nos representar, desfilam com seus paletós importados comprados com o dinheiro do povo brasileiro, e que não fazem nada em beneficio dessa gente sofrida e necessitada  em suas necessidades mais básicas: moradia, saúde, educação e lazer!

Anúncios

4 Comentários »

  1. Dos três comentários o que me abala muito é o aborto.Isso é muito injusto …pois aquele ser não tem como se defender…Quanta maldade…Quanto a fumar maconha…casar com as pessoas de mesmo sexo,são ações que se toma consciente se pode ou não …

    Curtir

    Comentário por Irany Soares de Araujo — setembro 6, 2014 @ 14:45 | Resposta

    • Oi Laly.
      Saudades de vc! Concordo contigo. Há muitos métodos para se evitar uma gravidez.
      Bjs.
      Augusto

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — setembro 7, 2014 @ 12:23 | Resposta

  2. O “Jeitinho” brasileiro nunca cai da moda!
    Dá se um jeito pra tudo, e além do mais, prevalece a hipocrisia.
    Se as “pesquisas’ mostram um número, é sinal de que muita gente não concorda com tais atos,
    e devo concordar com a colega Irany Soares de Araujo o mais difícil é o aborto, já que tem tantos
    métodos anticoncepcionais, pq não optar por algum.Dessa forma evita muito estrago.

    Curtir

    Comentário por Adriana Siqueira — setembro 7, 2014 @ 1:52 | Resposta

    • Oi Adriana. Agradeço pela visita e pelo comentário. Abrs. Augusto

      Em 7 de setembro de 2014 01:52, A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — setembro 7, 2014 @ 12:15 | Resposta


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: