A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

maio 9, 2014

Um estudo oficial revela quais e como são os consumos e hábitos culturais na Argentina

Você é daqueles que criticam os Argentinos? Pois, leia o texto abaixo e veja quem é que deveria ser criticado!

O que, como e quanta música escutam os argentinos? A quais e quantos recitais eles participam? Para que usam seus computadores e a Internet? Quanto dinheiro gastam com cultura? Algumas destas perguntas começaram a ser respondidas dias atrás, quando a Pesquisa Nacional de Consumo Cultural Digital e Meio Ambiente (Encuesta Nacional de Consumos Culturales y Entorno Digital  – ENCCyED) foi apresentada, talvez a última contribuição do secretário de Cultura Jorge Coscia, no governo de Cristina Kirchner.

images

Os dados mostram que nas casas dos argentinos há uma média de 82 livros e 76 CDs de música; também no país se consomem mais de duas horas de rádio e televisão por dia, na internet a maioria acessa o Facebook e eles valorizam muito o cinema nacional.

Na Internet, o Facebook, seguido pelo YouTube, é a página mais visitada pelos argentinos, que colocaram as redes sociais em  primeiro lugar no índice dos sites mais utilizados, juntamente com o uso do e-mail, assim como usam muito a web para ouvir e baixar música online.

O rádio, no entanto, continua vigoroso, com 86% dos ouvintes e um em cada três argentinos assistem a recitais ao vivo, especialmente de artistas nacionais (26%) e apenas 7% deles assistem a shows internacionais.

A televisão ainda domina: 98% da população vê televisão regularmente (uma média de quase 3 horas por dia), especialmente notícias (73%), seguido por filmes e séries. Cerca de 30% jogam videogame por cerca de uma hora e meia por dia e 85% dos entrevistados são considerados leitores assíduos. 73% dos argentinos leem jornais e 56%, no mínimo, leem um livro por ano, enquanto que a leitura digital é um fenômeno marcante, embora não com livros, mas com o acesso a notícias, uma vez que apenas 8% disseram que leem livros em formato digital. Enquanto 40% disseram que frequentaram uma sala de cinema no ano passado, 27% nunca assistiu a um filme em salas de cinema.

Os gastos totais dos argentinos com cultura, quando a pesquisa foi realizada (em 2013) significava quase 5% do salário mínimo – 2875 pesos argentinos (cerca de R$ 760,00), excluindo nessa porcentagem a Internet.

Alguns brasileiros adoram rivalizar com os argentinos. Mas a recíproca não é verdadeira. Nossos vizinhos nos adoram. Em Buenos Aires, onde já fui várias vezes, sempre ouvi elogios ao nosso país. Argentinos são cultos, não são vulgares ou invejosos. Vá conhece-los antes de criticar!

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: