A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

abril 25, 2014

Um cochilódromo no centro de São Paulo – bateu o cansaço? Tire um cochilo!

Tirar um cochilo durante o dia não é sinal de preguiça! Tradição em muitos países, especialmente os latinos e na Espanha, siesta começa a vencer preconceitos por aqui. Tirar de 10 a 40 minutos para uma cochilada  após o almoço revigora o cérebro, desperta a atenção e dá um “up” para aguentar melhor o período da tarde.

cochilo 1

Um estudo realizado pela Harvard Medical School na Grécia com 23.000 adultos mostrou que os dorminhocos de meio da tarde tinham 30% a menos de chance de sofrer de doenças coronárias. Uma das explicações para esse benefício é que o relógio biológico humano pede um descanso naturalmente, por duas vezes ao dia, um às 2 horas da manhã e a outro às 2 horas da tarde.

Existem, porém algumas regras para que o cochilo seja realmente proveitoso. A principal delas é que não passe de 40 minutos. Isso porque o sono é dividido em cinco estágios e a partir do terceiro, que ocorre em cerca de 45 minutos, a atividade dos neurônios é bastante reduzida e acordar nesse ponto pode causar mais cansaço, sonolência e, obviamente aumentar o stress. Outro ponto importante é criar condições para o sono, cochilando deitado ao invés de sentado e procurar locais de reduzido barulho e claridade.

Cochilo

Cochilódromo

A boa notícia é que no centro velho de São Paulo já é possível tirar um cochilo no horário do almoço. A Cochilo, criada pelo empresário paulista Marcelo Von Ancken, abriu uma loja com 20 cabines reservadas para a “siesta”, na praça Antônio Prado, nas imediações da BMF& Bovespa, no centro velho de São Paulo. O empresário diz que quer criar uma cultura do sono dentro das próprias empresas. Ele investiu R$ 200 mil no estabelecimento. Os valores de “cochilo” variam de R$ 10, por 15 minutos, a R$ 20, por uma hora. O local tem cabines que são totalmente fechadas e podem ser trancadas internamente. Elas têm paredes isoladas acusticamente e acompanham cama exclusiva, fones de ouvidos e luz negra, lenço e fronhas descartáveis. Na hora do despertar, sensores vibram o colchão juntamente com um piscar de luzes para indicar que o tempo contratado se esgotou.  E você ainda tem direito a um cafezinho ou chocolate quente na saída, para ter certeza de que você acordou. Vá conferir!

COCHILO

Fones: 2337 – 8212 ou 3796 – 5444

Praça Antônio Prado, 33 – Conj. 711

São Paulo – Centro -SP

CEP: 01010-010

cochilo@cochilo.com.br

Anúncios

1 Comentário »

  1. […] Um cochilódromo no centro de São Paulo – bateu o cansaço? Tire um cochilo! | A Simplicidade das…. […]

    Curtir

    Pingback por Um cochilódromo no centro de São Paulo – bateu o cansaço? Tire um cochilo! | A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini | Inesagula's Blog — abril 25, 2014 @ 13:18 | Resposta


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: