A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

janeiro 20, 2014

Elis Regina é só saudades – 31 anos depois…

Hoje é dia de recordar Elis Regina, uma das grandes intérpretes do mundo, considerada a diva maior da música brasileira. Elis nasceu em Porto Alegre, em 17 de março de 1945, e destacou-se pela voz, pela personalidade e por uma presença em palco um tanto que burlesca.

images

Na sua música, na mesma música, cantou a melancolia e a felicidade, o reencontro e a saudade, a proximidade e a desavença, realidades e sentimentos contraditórios, que concederam uma particularidade à sua interpretação. Muitos críticos elegem-na como a maior cantora brasileira de todos os tempos.

Encantou o mundo com temas como ‘Falso Brilhante’ e ‘Transversal do Tempo’, emergindo na década de 60, com participação em diversos festivais. Elis Regina foi a primeira estrela da canção popular brasileira da televisão, numa altura em que outras grandes cantoras contemporâneas, como Maria Bethânia, se dedicavam ao canto em outras áreas, como o teatro.

Elis muda-se para São Paulo em 1964, onde alcançou grande sucesso, em uma cidade de cultura efervescente. Cantou música popular, bossa nova, samba, jazz e até rock. Deu notas de arte ao amor e à tristeza, sentiu com patriotismo um Brasil que vivia um período austero – era a ditadura militar. Trabalhou com nomes então desconhecidos, como Milton Nascimento e Ivan Lins, permitindo que alguns lançassem a sua carreira. Fez duetos com Jair Rodrigues, Tom Jobim, Rita Lee e com Chico Buarque, entre outros.

Idolatrada pelos brasileiros, morreu precocemente em São Paulo, em 19 de janeiro de 1982, com apenas 36 anos. Uma vida obscura de dependências, de álcool e de droga, silencia a voz maior e choca a sociedade.

Curiosidades – nasceram em 19 de janeiro James Watt, inventor da máquina a vapor (1736), Auguste Comte, filósofo francês (1798), Edgar Allan Poe, escritor norte-americano (1809), Paul Cézanne, pintor francês (1839), Pérez de Cuéllar, político peruano, ex-secretário geral da ONU (1920), Eugênio de Andrade, escritor português (1923), Janis Joplin, cantora norte-americana (1943), Dolly Parton, cantora norte-americana (1946), e Stefan Edberg, tenista sueco (1966).

Morreram neste dia William Congreve, poeta e dramaturgo inglês (1729), Esteban Echeverría, escritor argentino (1851), Pierre-Joseph Proudhon, anarquista francês (1865) e Elis Regina, cantora brasileira (1982).

Entrevista de Elis Regina na TV Cultura realizada 14 dias antes da sua morte, em 19 de janeiro de 1982, com 36 anos de idade.

1 Comentário »

  1. […] Elis Regina é só saudades – 31 anos depois… | A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini. […]

    Curtir

    Pingback por Elis Regina é só saudades – 31 anos depois… | A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini | Inesagula's Blog — janeiro 20, 2014 @ 20:37 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Pensieri Parole e Poesie

Sono una donna libera. Nel mio blog farete un viaggio lungo e profondo nei pensieri della mente del cuore e dell anima.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: