A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

julho 4, 2013

Prêmio Nacional de Educação Fiscal 2013 recebe 190 inscrições

As avaliações serão realizadas até outubro e a solenidade de premiação em novembro, na capital federal 

 A edição 2013 do Prêmio Nacional de Educação Fiscal recebeu 190 inscrições de projetos realizados em 20 unidades da federação.  O Estado com o maior número de inscritos foi novamente o Amazonas, com 44 inscrições,  seguido pelo Rio Grande do Sul (36) e por Minas Gerais (23).  Confira o total de inscritos em cada estado e no Distrito Federal:

Alagoas – 5; Amazonas – 44; Bahia – 2; Ceará – 10; Distrito Federal – 4; Espírito Santo – 1; Goiás- 9; Mato Grosso do Sul- 5; Minas Gerais – 23; Pará – 5; Paraíba – 3; Paraná – 15; Pernambuco – 6; Piauí – 1; Rio de Janeiro – 3; Rio Grande do Sul – 36; Roraima- 3; Santa Catarina- 5; São Paulo – 9; Tocantins –  1.

feba

Avaliação e premiação
Os projetos serão analisados pela Comissão Técnica, composta por representantes das associações à FEBRAFITE em todo o país e seguida pela Comissão Julgadora, que será formada por representes da Federação, do Encat, do Ministério da Educação, do Conselho Federal da OAB, do Congresso Nacional, do Ministério Público e outros organismos convidados. 

De acordo com o cronograma, será divulgada a lista dos finalistas no site da FEBRAFITE e também do Prêmio (premioeducacaofiscal.com.br ) até a primeira semana de novembro.

O Prêmio Nacional de Educação Fiscal é uma realização da FEBRAFITE, em parceria com a Escola de Administração Fazendária – Esaf e com o Programa Nacional de Educação Fiscal – Pnef. Esta edição conta com o patrocínio do Banco de Brasília (BRB) e da Petrobras, e apoio do Centro Interamericano de Administração Tributária (CIAT), do Conselho Federal da OAB, do Encontro de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (Encat), do Ministério Público, das associações filiadas à FEBRAFITE e das Organizações Globo de Televisão, entre outras entidades.

Esta  edição tem como principal novidade a criação de duas categorias de participação:  a categoria Escolas (ensino básico, ensino fundamental e ensino médio) e a categoria Instituições (universidades, ONGs, secretarias municipais de educação). Além disso, o coordenador de cada projeto vencedor receberá, a título de reconhecimento e incentivo, o prêmio em dinheiro no valor de R$ 1.000,00.

A categoria “Escolas” recebeu 142  inscrições e a “Instituições”, 48. Com a criação de uma nova categoria teremos cinco prêmios vencedores que receberão o Troféu “Prêmio Nacional de Educação Fiscal” e os prêmios em dinheiro: R$15 mil, R$10 mil e R$ 5 mil, para o primeiro, segundo e terceiro colocados na categoria “Escolas”, respectivamente. Na categoria “Instituições”, R$ 15 mil e R$10 mil, para o primeiro e segundo lugar, respectivamente.

Anúncios

2 Comentários »

  1. Oi Augusto!!!
    Sucesso esse premio nacional !!! O meu projeto está lá…..A vitoria é de todos nos bjss

    Curtir

    Comentário por luciana — julho 4, 2013 @ 14:31 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: