A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

julho 1, 2013

Educação Fiscal – curso gratuito em EAD (Educação a Distância)

O Grupo de Educação Fiscal de São Paulo – GEFE/SP, em parceria com a Escola de Administração Fazendária – ESAF promove regularmente, duas vezes ao ano, e GRATUITAMENTE, o CURSO A DISTÂNCIA DE DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL. Tal capacitação destina-se a professores das redes estadual e municipal de ensino, servidores e população em geral. O período de estudos, que será totalmente on line, ocorrerá de 02 de setembro a 08 de novembro. O objetivo do curso é oferecer aos cidadãos, servidores, dirigentes e demais interessados informações básicas sobre a Educação Fiscal, ampliando os conhecimentos que envolvem a relação Estado-sociedade.

cartilhas

Cartilhas do curso de Disseminadores de Educação Fiscal

Para o cidadão, o Estado é insuficiente e ineficiente e precisa ser mudado. Mas o Estado não muda sozinho e nós temos de conquistar as mudanças que interessam a todos. E para mudarmos o Estado temos de conhecê-lo e exercitar nossa capacidade de mobilização, pois isoladamente seremos incapazes de transformá-lo no Estado que queremos. Ainda, conhecendo o Estado, o indivíduo conhecerá também seu papel enquanto cidadão.  (more…)

O público e o privado – por Augusto Bernardo Sampaio

 Excelente artigo do amigo Augusto Bernardo Sampaio, do Amazonas, mostrando a grande diferença entre o patrimônio público e o patrimônio privado, que está em quem detém sua posse e no modo como ele deve ser utilizado. Cabe então perguntarmos: se o patrimônio privado pertence a um indivíduo ou empresa, a quem pertence o patrimônio público? No artigo, Augusto nos mostra que ele pertence aos cidadãos de um país, estado ou cidade. O patrimônio público é um conjunto de bens que se encontra sobre o poder do governo – seja ele federal, estadual ou municipal –, mas que pertence a todo o povo. Aproveitem a leitura!

AUGUSTO-BERNARDO-SAMPAIO-CECÍLIO

 Augusto Bernardo é auditor fiscal da Sefaz e coordenador do Programa de Educação Fiscal no Amazonas

Em nossos dias, uma das situações mais corriqueiras e factuais é o cidadão confundir os governantes com o Estado e considerar as coisas públicas como se não fossem nossas e como se nós, o povo em geral, não fôssemos os únicos responsáveis diretos pelo bem-estar de toda a sociedade.

Invariavelmente, essa situação provoca um afastamento do cidadão do poder público e isola o governante, que fica mais à vontade para incorrer em desmandos e cometer desatinos que estimulam o desprezo pela responsabilidade social e fiscal. Isso resulta numa prática governamental ineficiente e ineficaz, deixando de cumprir corretamente suas funções para com aqueles que decretaram sua eleição através do sufrágio universal.  (more…)

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: