A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

junho 19, 2013

Brasil – redes sociais, protestos e o nascimento de um filho rebelde!

As manifestações que se espalham e agitam o Brasil têm deixados perplexos os políticos e sociólogos. O que começou como uma pequena caminhada de protesto em São Paulo contra a tarifa de ônibus resultou, depois de alguns dias, em manifestações de massa em todo o país.

_protesto

Apenas alguns meses atrás, as pesquisas mostraram os brasileiros como uma sociedade satisfeita e otimista, que abriu as portas para grandes eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas. E de repente as ruas estão cheias como não se via desde o fim da ditadura, em meados dos anos oitenta. A presidenta Dilma demorou, mas apareceu na mídia e aprovou a manifestação pacífica. Ela qualificou a manifestação como uma mensagem direta a todos os governos como forma de repúdio a corrupção e ao uso indevido do dinheiro público.

O PT se pergunta o que aconteceu e com quem negociar. Mas nas ruas há um movimento sem liderança, 80% dos participantes não milita em nenhum partido. Os cidadãos, especialmente os jovens, estão exercendo o seu direito mais do que justo  de reclamar contra a corrupção política, a criminalidade, o sistema de transporte ruim e os gastos de infraestrutura com a Copa do Mundo e as Olimpíadas. É inevitável encontrar alguns paralelos com os protestos que aconteceram na Turquia. Em ambos os países, a indignação contra a repressão policial e as redes sociais têm sido fundamentais para a difusão das manifestações.

Ao contrário do que aconteceu na Primavera Árabe, onde as pessoas lutaram e exigiram o fim das ditaduras e direitos básicos, no Brasil, como em outras democracias emergentes, os distúrbios eclodiram de uma sociedade que chegou a níveis mais elevados de bem-estar, por cidadãos que estão mais informados e melhores educados, e, portanto, não toleram mais o agravamento da desigualdade e o abuso de poder, e requerem serviços públicos de qualidade, a começar com a educação e a saúde, e que sejam de acordo com a alta carga tributária a que são submetidos.

manifesto

Mas, por que só agora começou a emergir esse movimento de protesto? O Brasil é pior hoje do que há dez anos atrás? Não, é melhor. É mais rico, é mais democrático e menos desigual. Então, por que o Brasil, muito orgulhoso de seu futebol, parece estar agora contra a Copa do Mundo?

Por que acontecem esses protestos, mesmo violentos, em um país invejado até mesmo pela Europa e pelos Estados Unidos por sua taxa de desemprego ser quase zero ?

Por que de repente os índios se levantaram em armas, esses mesmos índios que  já têm 13% do país e tem o Supremo sempre ao lado de suas reivindicações?

As respostas para todas essas perguntas que criam uma espécie de perplexidade e espanto poderiam ser resumidas em algumas respostas.

Porque os mais pobres, recém-chegados à nova classe média tornaram-se conscientes de ter tomado um salto quântico em matéria de consumo e agora querem mais. Eles querem, por exemplo, serviços públicos de primeiro mundo, escola pública de qualidade e aptas para prepará-los para o trabalho…

Eles querem hospitais com um mínimo de dignidade, sem filas desumanas e meses de espera, querem são tratados como pessoas.

Protestos-

Eles querem uma democracia mais madura, em que a polícia não continue a agir como nos tempos da ditadura, eles querem uma democracia onde exista uma oposição com poder de controle.

Querem menos desperdício em obras que consideram inúteis quando ainda existem oito milhões sem casa própria, eles querem que o abismo social seja menor. Eles querem ver na cadeia os políticos corruptos.

Querem o impossível? Não!!!  Ao contrário dos movimentos de 1968, que queriam mudar o mundo, os brasileiros agora, mais conscientes e insatisfeitos com os serviços públicos, querem ser como o primeiro mundo. Querem um Brasil melhor. Nada mais.

Ontem, aqui no trabalho, ouvi alguém questionar: “mas o que mais essas pessoas querem?” Querem a atenção e a preocupação com o que eles acham corretos e não com o que às vezes é oferecido, ora bolas!!!

E para esses jovens, que cresceram e se tornaram conscientes não só do que eles já têm, mas ainda daquilo que podem alcançar, está faltando apenas deixá-los serem os protagonistas de sua própria história.  Eles não querem a violência, porque aqui já tem muita violência e este país maravilhoso sempre preferiu a paz à guerra.

Ontem estive na Praça da Sé e a manifestação seguia de forma pacífica e organizada. E li em uma faixa: “País mudo é um país que não muda.” E um jovem com um cartaz: “Não atirem nos meus sonhos.” E alguém pode negar a um jovem o direito de sonhar?

Também vi uma senhora com presumíveis 70 anos, enrolada em uma bandeira do Brasil e que me deixou emocionado. Nas mãos, uma panela e uma colher, que me fez lembrar os protestos de Buenos Aires e Santiago do Chile.

E a luta continua! Ambiciosa, complexa e sem líderes!

O povo acordou.ppt

Como pensam muitos, tomara que todo esse sonho que está vivendo o Brasil, antes adormecido, não acabe em pesadelo pelos gestos de violência de alguns grupos extremistas, como os que tentaram destruir a sede dos governos do Rio de Janeiro e São Paulo.

Anúncios

8 Comentários »

  1. Augusto, assino embaixo tudo o que escreveu… é lindo e emocionante ver os jovens lutando por melhorias.. por direitos conquistados e de fato… na mais perfeita paz e harmonia… isso é gratificante… apoio as manifestações saudáveis.. elas tem que existir… são marcas da nossa história… são necessárias… vamos que vamos!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Legal você ter participado aí, pode sentir a energia, a vibração e ver tudo de perto.. a verdade.. a parte boa e correta da manifestação.. seu objetivo real… Valeuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Tô contigo!

    Curtir

    Comentário por Ivana — junho 19, 2013 @ 11:38 | Responder

    • Obrigado. Bjs, Ivana.

      Em 19 de junho de 2013 11:38, A Simplicidade das Coisas — Augusto

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — junho 19, 2013 @ 11:39 | Responder

  2. Olá Augusto,
    Eu assino embaixo: Apesar dos “oportunistas” que se aproveitam da oportunidade para roubar e praticar outras atrocidades em nome do movimento, o Brasil está mostrando a sua cara, que identifica uma nação que amadurece a cada dia, e que cresce o real sentido da palavra “Cidadania”, além do quê, se fosse um protesto silencioso e pacato, jamais alcançaria as proporções e resultados que já alcançou.
    Viva o Brasil!!

    Curtir

    Comentário por José Antonio Caetano — junho 19, 2013 @ 11:39 | Responder

    • Estamos mudando para melhor, José Antonio! E vivemos e estamos fazendo a nossa parte! Abrs.

      Em 19 de junho de 2013 11:39, A Simplicidade das Coisas — Augusto

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — junho 19, 2013 @ 11:41 | Responder

  3. Augusto boa tarde!
    Excelente seu texto, concordo em gênero, grau e número. Sou contra qualquer ato de violência ou baderna, mas soou a favor de um povo organizado e consciente de seus direitos e deveres. Parabéns aos jovens de todas as idades que estão saindo de suas vidinhas para lutar pacificamente por um mundo melhor. O Brasil merece o melhor.
    Abraços e vamos em frente.

    Curtir

    Comentário por Magali — junho 19, 2013 @ 13:04 | Responder

    • Abraços, Magali e agradeço pela visita. Augusto

      Em 19 de junho de 2013 13:04, A Simplicidade das Coisas — Augusto

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — junho 19, 2013 @ 14:04 | Responder

  4. muito positivo todo este movimento
    bjs

    Curtir

    Comentário por RoPertile — junho 19, 2013 @ 22:02 | Responder

    • Oi Ro!

      Sim, é um movimento mais que positivo! Abrs. Augusto

      2013/6/19 A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — junho 20, 2013 @ 8:22 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: