A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

abril 15, 2013

Lembranças… e Caio Fernando Abreu, e Eça de Queiroz

“Gosto de pensar que quem já morreu fica num lugar quentinho, que a gente não vê, cuidando de quem ainda não morreu. E se você quiser agradar a essa pessoa, é só fazer coisas que ela gostava. Aí ela fica ainda mais quentinha e cuida ainda melhor da gente.” (Caio Fernando Abreu)
Hoje sonhei com minha mãe. Estávamos na cozinha grande de nossa casa em Rio Claro. O fogão a lenha aceso, panela com arroz soltinho, feijão cheiroso e uma frigideira cheia de batatinhas douradas, cortadas em rodelas bem fininhas, do jeito que eu gosto.
20130118093221872_0002
Isso me fez lembrar da frase acima, do Caio Fernando Abreu, escritor que que permeava minhas leituras de antigamente. Em 25 de fevereiro desse ano fez  17 anos que ele morreu.
“Então, que seja doce. Repito todas as manhãs, ao abrir as janelas para deixar entrar o sol ou o cinza dos dias, bem assim, que seja doce.. repito sete vezes para dar sorte: que seja doce que seja doce que seja doce e assim por diante. Mas, se alguém me perguntasse o que deverá ser doce, talvez não saiba responder. Tudo é tão vago como se fosse nada.” . Caio Fernando Abreu .
Ele nasceu em Santiago (RS) no dia 12 de setembro de 1948. Se estivesse vivo, estaria com 65 anos. Viveu por lá até os 15 anos. Depois saiu pelo mundo. Morou em São Paulo, trabalhou em revistas (Veja, Manchete…). Escreveu para os jornais Correio do Povo, Zero Hora, Folha de S.Paulo e tantos mais. Foi perseguido pela ditadura militar. Morou na Europa, onde experimentou de tudo: fome, droga, prostituição. Chegou a dizer: “Bebi de todos os prazeres e senti todas as dores. Me fez compreender, me fez aprender. Não me arrependo de nada”.
Sem dúvida ele é um dos maiores escritores do nosso tempo.
E outro escritor, de um outro tempo, que admiro: Eça de Queiroz. É de Primo Basílio o trecho abaixo:
“Onde estava o defeito? 
No amor mesmo talvez! 
Porque enfim, ela e Basilio estavam nas condições melhores para obterem uma felicidade excepcional: eram novos, cercava-os o mistério, excitava-os a dificuldade… Por que era então que quase bocejavam? É que o amor é essencialmente perecível, e na hora em que nasce começa a morrer. Só os começos são bons. Há então um delírio, um entusiasmo, um bocadinho do céu. Mas depois! … 
Seria pois necessário estar sempre a começar, para poder sempre sentir?”
Anúncios

10 Comentários »

  1. […] Lembranças… e Caio Fernando Abreu, e Eça de Queiroz | A Simplicidade das Coisas — Augusto Mart…. […]

    Curtir

    Pingback por Lembranças… e Caio Fernando Abreu, e Eça de Queiroz | A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini | Inesagula's Blog — abril 15, 2013 @ 21:08 | Responder

  2. Muito lindo!!!Vou comear a fazer este seu conselho todas as manhs olhando pro mar aqui da frente. Grande beijo

    Irany Soares de Arajo

    Date: Mon, 15 Apr 2013 19:25:52 +0000 To: iranysa@hotmail.com

    Curtir

    Comentário por Irany Soares de Arajo — abril 15, 2013 @ 21:16 | Responder

    • Oi Laly, querida. Saudades de seus comentários em meu blog. Bjs. Augusto

      2013/4/15 A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

      > New comment on your post “Lembranças… e Caio Fernando Abreu, e Eça de > Queiroz” > Author : Irany Soares de Araújo (IP: 65.55.111.72 , 65.55.111.72) > E-mail : iranysa@hotmail.com > URL : > Whois : http://whois.arin.net/rest/ip/65.55.111.72 > Comment: > Muito lindo!!!Vou começar a fazer este seu conselho todas as manhãs > olhando pro mar aqui da frente. Grande beijo > > Irany Soares de Araújo > >

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — abril 16, 2013 @ 8:44 | Responder

  3. Que seja doce.. que seja quente.. que seja eterno!!!!!

    Curtir

    Comentário por Ivana — abril 16, 2013 @ 9:16 | Responder

  4. Oi Gu,
    muito bonito ,
    e essa foto, q linda !!! me lembro bem do dia em que foi tirada , aliás acho que foi eu que bati, rsrsrs . Que saudade !!! Esse prédio está bem diferente e os coqueiros estão bem feios . Vi no final do ano quando estive lá. Bjusss

    Curtir

    Comentário por Regiane C. Christofoletti Gouveia — abril 16, 2013 @ 12:11 | Responder

  5. SAUDADES DA MINHA MÃE QUERIDA …..E DE VOCE MEU IRMÃO ..BJOS

    Curtir

    Comentário por ivone veronica martin christofoletti — abril 17, 2013 @ 23:07 | Responder

  6. Bom dia!!!
    Que seja doce!!!
    Gostei do texto e mais ainda da foto… Saudades…
    Bjo… Boa semana!!!

    Curtir

    Comentário por Rosana Christofoletti — maio 6, 2013 @ 8:27 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: