A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

março 12, 2013

Capela Sistina – visita virtual

A eleição de um novo Papa, após a renúncia de Bento XVI, levou os cardeais de todo o mundo à Capela Sistina, espaço que acolhe regularmente os conclaves desde 1492.

O Papa João Paulo II (1920-2005) fez referência particular ao “Juízo Final”, pintado por Michelangelo na parede do altar, na Constituição Apostólica Universi Dominici Gregis, sobre a eleição do Papa, quando escreveu: “Disponho que a eleição continue a desenrolar-se na Capela Sistina, onde tudo concorre para avivar a consciência da presença de Deus, diante do qual deverá cada um apresentar-se um dia para ser julgado”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Desde as primeiras assembleias cristãs romanas aos cardeais, em 1179, a eleição de um novo Papa aconteceu quase sempre em Roma e, desde 1492, na Capela Sistina.

Capela Sistina deve o seu nome a Sisto IV, Papa que viveu entre 1471 e 148 e que promoveu as obras de restauro da antiga Capela Magna a partir de 1477.

A Sistina começou por ter elementos do século XV, como as histórias de Moisés e de Cristo, além dos retratos dos Papas, trabalho que foi executado por uma equipe de pintores originalmente formada por Pietro Perugino, Sandro Botticelli, Domenico Ghirlandaio e Cosimo Rosselli.

A decoração do espaço de 1100 metros quadrados foi confiada em 1508 a Michelangelo, por Júlio II, Papa que viveu entre 1503 e 1513.

Júlio II, sobrinho do Papa Sisto, decidiu modificar parcialmente a decoração do espaço, entregando a tarefa a Michelangelo, que pintou a abóbada e a parte alta das paredes com cerca de 300 figuras: nos nove quadros centrais estão representadas histórias do Gênesis, primeiro livro da Bíblia, desde a criação ao dilúvio.

De dimensões iguais ao templo do rei Salomão, em Jerusalém – 40,5 metros de comprimento, 13,2 de largura e 20,7 de altura, a capela que albergou os conclaves dos últimos séculos ficou assim conhecida pelos seus afrescos de temática bíblica.

A Visita Virtual da Capela Sistina é um tour online onde você pode conhecer as pinturas mais famosas de Michelangelo. O mouse é o único instrumento necessário para ver os afrescos da capela dos papas.

Sem dúvida, a Capela Sistina é um dos lugares com mais arte e história acumuladas no mundo. Estive visitando-a em agosto de 1987 e posso dizer que visitar este marco imponente pode virar um inferno: são filas quilométricas de turistas,  ingressos que acabam rápido e dor no pescoço que pode virar um torce colo depois de olhar para o teto durante um tempão.

A Visita Virtual da Capela Sistina é uma boa solução para conhecer o monumento sem pressa e melhor ainda – é grátis. Realizado pelo Museu Vaticano, o tour virtual mostra em alta definição a capela completa.

Você pode utilizar o mouse ou as teclas de direção para explorar cada detalhe das pinturas. Também pode utilizar o zoom para aumentar o tamanho das imagens e observar melhor o talento de Michelangelo.

Além do teto e o Juízo Final de Michelangelo, a capela contém pinturas de outros mestres da Renascença como Boticelli, Rafael e Ghirlandaio.

Aproveite!

Pena que a Visita Virtual da Capela Sistina não inclua nenhuma informação extra e seja apenas visual. Mesmo assim, vale muito a pena dar uma olhada.

Anúncios

2 Comentários »

  1. posso publicar em meu blog está matéria

    Curtir

    Comentário por alexandre — novembro 2, 2015 @ 19:12 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: