A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

fevereiro 20, 2013

Osho Neo -Tarô – Carta Confiança – a confiança transforma a vida!

De alguma maneira, eu não posso acreditar que haja alguma montanha que não possa ser escalada por um homem que saiba o segredo de tornar sonhos realidade. Este segredo especial, parece-me, pode ser resumido em quatro C s. Eles são curiosidade, confiança, coragem e constância, e o maior de todos é a confiança. Quando acreditar em uma coisa, acredite em tudo o que o envolve, implícita e inquestionavelmente. – Walt Disney

Meu mestre de Yôga e meditação, Dada Diipajinananda, do Anandamarga, sempre me dizia do fantástico que é termos confiança em nós mesmos. Isso também envolve aprender a ouvir a intuição e assim fazer o seu caminho ser real e verdadeiro.

Boa parte do nosso sucesso está relacionado em quanto nós confiamos em nós mesmos, conhecendo muito bem todos os nossos pontos fortes, buscando o equilíbrio e atuando para fortalecer este equilíbrio.

Confiar pressupõe conhecer e acreditar, saber que a gente é capaz e que nós é que somos a força que faz o tudo. A confiança é transmitida na atitude, na demonstração de valores pessoais, no posicionamento seguro, e na forma como a gente conduz todas as situações da forma mais positiva possível.

Mesmo em situações que fazem a gente sair do eixo, em que se tem de direcionar grande esforço ou se dedicar de uma forma considerada inimaginável para aquilo, a confiança é fundamental para fazer com que tudo se ajuste e assuma uma posição de problema resolvido, por mérito e por se entender que se a pessoa é positiva, ela soluciona qualquer situação.

A confiança é tão poderosa e tão importante para nós, que faz com que vejamos claramente as situações, estejamos abertos a ouvir mais e a enxergar os fatos e não somente as suposições. O importante é não confundir confiança com arrogância, porque quem confia em si mesmo olha a seu redor e percebe o que está a sua volta.

O que faz a diferença para qualquer indivíduo é sempre confiar em si e naquilo que ele tem a dizer a si próprio. Se você ainda não confia, descubra logo o caminho, porque ninguém pode fazer isso por você!

Depois de tanto papo cabeça, segue a interpretação da carta Confiança, do Tarô Zen, do Osho.

14  CONFIANÇA.

Quando você está sentindo profunda confiança, essa qualidade da confiança transforma sua vida, não importam as circunstâncias.

Quando Milarepa foi até seu Mestre, no Tibete, ele era tão humilde, tão puro, tão autentico, que outros discípulos ficaram com inveja. Ele certamente se tornaria o sucessor; então tentaram mata-lo.

confiança

Carta 14 – Confiança

Milarepa era muito, muito confiante. Um dia os outros discípulos disseram: “Se você realmente acredita no Mestre, então é capaz de saltar do rochedo. Se existe confiança, então não há perigo. Nenhum mal vai acontecer”.  (more…)

Você tem coragem de ser feliz?

Eu acredito na felicidade e acho que é possível a acharmos mesmo num mundo atribulado e cheio de problemas, os quais vivenciamos todos os dias. Basta apenas que procuremos ser pessoas mais resolvidas e determinadas em nosso dia-a-dia, não importa os problemas pelos quais passamos, não importa as barreiras que venhamos a ultrapassar.

O fato de eu ser feliz ou não, não depende de ninguém e sim apenas de nós mesmos. Você deve pensar sempre – eu sou a única pessoa da qual depende a minha felicidade. Você é quem determina ser feliz em cada situação e em cada momento da sua vida, pois se a sua felicidade dependesse de alguma pessoa, coisa ou circunstância, você estaria com sérios problemas! Tudo o que existe nesta vida muda constantemente: o ser humano, as riquezas, o emprego, o seu corpo, o clima, o seu chefe, os prazeres, os amigos, sua saúde física e mental. E assim eu poderia citar uma lista enorme de coisas. Você decide ser feliz! Se você tem hoje sua casa vazia ou cheia: é feliz! Se vai sair acompanhado ou sozinho: é feliz! Se seu emprego é bem remunerado ou não: você é feliz!

feliz

A Felicidade está dentro de cada um de nós!

Devemos aprender com as experiências passageiras e viver as que são eternas como amar, perdoar, ajudar, compreender, aceitar, consolar.

 Há pessoas que dizem: hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque eu não soube me dar valor, porque meus filhos não me fazem felizes, porque meus amigos não me fazem felizes, porque meu emprego é medíocre, etc., etc.  (more…)

Blog no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: