A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

fevereiro 19, 2013

Saiba um pouco sobre Osho, o guru indiano do amor!

Filed under: Uncategorized — Augusto Jeronimo Martini @ 10:55
Tags: , , , , , , ,

SOBRE OSHO

Caro leitor: tenho certeza que pelo menos uma vez você já deve ter lido algo escrito por OSHO.

Para aqueles que não sabem, Osho originalmente é um título de reverência concedido a certos mestres na tradição Zen do Budismo. Atualmente, o título é mais comumente relacionado com o controverso filósofo indiano originalmente conhecido como Bhagwan Shree Rajneesh.

Osho nasceu em Kuchwada, Madhya Pradesh, Índia, em 11 de dezembro de 1931. Desde sua mais tenra infância, foi um espírito rebelde e independente, desafiando todas as religiões, todas as tradições sociais e políticas aceitas, e insistindo em experimentar a verdade de si mesmo ao invés de adquirir conhecimentos e crenças dados por outros.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Aos vinte e um anos de idade, no dia 21 de março de 1953, Osho tornou-se iluminado. Ele contava que numa noite de março de 1953 foi acordado por uma energia forte em seu quarto, correu para o jardim onde meditava e viu tudo iluminado. Ficou 3 horas em estado contemplativo  e 7 dias sem falar. “Dias se passavam e eu não sentia fome, não sentia sede. Desde aquela noite, nunca mais estive em meu corpo.” A luz trouxe a percepção de que não há nada a ser obtido, pois o ser humano já é perfeito. Ele comenta sobre si mesmo:  “não estou mais buscando, procurando alguma coisa. A existência abriu todas as suas portas para mim. Nem ao menos posso dizer que pertenço a existência, porque sou simplesmente uma parte dela… Quando uma flor desabrocha, desabrocho com ela. Quando o Sol se levanta, levanto-me com ele. O ego em mim, o qual mantém as pessoas separadas, não esta mais presente. Meu corpo é parte da natureza, meu ser é parte do todo. Não sou uma entidade separada”.  (more…)

Osho Neo -Tarô – Carta Desafio – Um pouco de luta é uma necessidade!

Tenho sempre na gaveta de minha mesa de trabalho o tarô zen, do Osho.  Ele não é um tarô tradicional, no sentido de lidar com predições. Trata-se antes de um jogo transcendental do zen que espelha o momento presente, apresentando o que existe aqui e agora. Ele é um jogo que tem um chamado para o despertar, para sintonizar-se com a sensibilidade, a intuição, a compaixão, a receptividade, a coragem e a individualidade.  Essa ênfase na consciência é uma das muitas inovações em relação aos velhos sistemas e maneiras de se jogar o tarô, e isso é a primeira coisa que aquele que utilizar o baralho perceberá.
Hoje, ao chegar ao trabalho, senti a necessidade de fazer uma meditação visualizando só coisas boas e depois tirar uma carta do baralho. A carta que abri foi a de número 48 – DESAFIO, e sua mensagem é a seguinte:
neo-tarot-48-DESAFIO

Carta 48 – Desafio

“Um pouco de luta é uma necessidade. Tornamos-nos mais ricos com as tempestades – relâmpagos, trovões tristezas assim como a alegria e a felicidade”.

Ouvi uma antiga parábola – deve ser muito antiga, porque naquela época Deus costumava morar na terra…  (more…)

Blog no WordPress.com.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: