A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

novembro 19, 2012

O El Rosedal del Prado, em Montevideo

As roseiras já estavam no planeta Terra há milhões de anos quando nós, seres humanos chegamos. Babilônios, sírios, egípcios, romanos e gregos adotaram a rosa como sinônimo de beleza e tentaram dominar o arbusto, mas os ramos escapuliram por caminhos tortuosos e espinhosos. Na Idade Média, os muros dos mosteiros eram cobertos por elas, mas as plantas saltaram acima dos muros e foram adornar palácios, jardins, varandas, pérgulas e poemas. Na Índia, a rosa é elevada a categoria de mito. Nas escrituras hindus ela é descrita como Lakshmi”, a Deusa do amor e da beleza, vinculando-a ao nascimento dessa flor.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nas duas vezes que estive em Montevidéu, pude visitar el Rosedal Juana de Ibarbourou, um passeio público que abriga várias espécies. Juana de Ibarbourou é o nome de uma poeta uruguaia proeminente e isso por si só justifica o nome desse lugar romântico. Em 17 de dezembro, o jardim vai coimpletar um século de vida perfumando o bairro. São poucos anos para a história da rosa, mas é cerca da metade da idade do Uruguai independente. 

Localizado no mesmo lugar onde se instalaram as primeiras famílias que fundaram a capital uruguaia, os imigrantes canários que vieram a bordo do Arroyo Miguelete, em 1726, o Rosarium, assim era conhecido então, é o trabalho do talentoso paisagista francês Charles Racine (nascido em Dieppe, em 1859, e morto em Montevidéu, em 1935) e as 12.000 roseiras plantadas na época que foram importados da França, em 1910.

Agora, nessa época do ano, a maioria das 300 variedades de rosas que vivem por lá estão esplêndidas. O sol da primavera bate com alegria sobre a fonte de bronze central e se divide entre as 20 colunas que centralizam o plantio uniforme das roseiras com cores e aromas. Você pode andar pelos canteiros, encontrando atalhos, até as Banksias da China, ou entrar em trilhas próximas para cheirar a impressionante Louis-Philippe, que apesar de florescer o ano todo, nessa época deixam-se mostrar em seu vermelho vibrante.

É reconfortante andar em baixo de cada uma das quatro pérgulas que oferecem sombra, descanso e uma vista sem fim em apenas 60 metros. É aconselhável ter paciência e fazer paradas em qualquer das oito cúpulas com arquitetura no estilo Art Nouveau que nos recorda com elegância que é primavera.

O Rosedal é cercado por um parque magnífico e generoso em suas espécies arbóreas o El Prado: com eucaliptos centenários, araucárias australianas, coníferas, etc.

E, estando por lá, bem pertinho encontrará o El Museo y Jardín Botánico de Montevideo “Prof. Atilio Lombardo”Botânico. Não deixe de visita-lo! É um primor de cuidados e beleza.

O Roseldal Juana D’Ibarbourou está localizado no bairro do Prado, um dos bairros mais lindos de Montevidéu, rodeado pelas avenidas Agraciada, Lucas Obes, Joaquín Suárez, Luis Alberto de Herrera e ruas Castro e José María Reyes .

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Pensieri Parole e Poesie

Sono una donna libera. Nel mio blog farete un viaggio lungo e profondo nei pensieri della mente del cuore e dell anima.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: