A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

abril 18, 2012

“A USP derruba seus muros” – a institucionalização da EAD ainda é entrave para as Universidades

Desde 2003, no dia 27 de novembro é comemorado o Dia Nacional da Educação a Distância (EaD), criado pela Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED) para estimular a modalidade que hoje, segundo dados do Censo da Educação Superior de 2010, já corresponde por 14,6% das matrículas de graduação no ensino superior do País.

EAD continua sendo um entrave nas universidades brasileiras

Apesar da grande difusão, a EaD ainda é motivo de luta dentro das Universidades contra o preconceito de educadores e por uma maior inserção nos processos pedagógicos institucionais.  Mesmo sendo uma modalidade que surgiu há décadas, que é amplamente difundida e reconhecida em outros países, aqui no Brasil a resistência é um fator limitante para o seu crescimento.  

Acabo de ler na Folha on line de hoje um artigo do Gilberto Dimenstein que fala sobre o assunto e que reproduzo abaixo. Como ele, também penso que principalmente na USP tal movimento encontrará grande resistência.

18/04/2012 – 07h39 – Folha de São Paulo

A USP derruba seus muros

Gilberto Dimenstein

Comento aqui com frequência projetos das melhores universidades do mundo, entre elas Harvard, MIT e Stanford, de abrir suas aulas para todos, acessíveis pela internet –algumas dessas aulas traduzidas ao português você acessa aqui.

Impossível, portanto, não considerar um avanço a iniciativa do governo estadual de criar a Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo) para a democratização do conhecimento.
A ideia é juntar o conhecimento de USP, Unicamp e Unesp, além do Centro Paula Souza, fornecendo aulas a distância, combinadas com encontros presenciais próximos de onde moram os alunos. Entre os cursos está Engenharia, para responder à monumental carência de engenheiros.

Na prática, uma USP, considerada a melhor universidade da América Latina, vai derrubar seus muros.

O projeto segue agora para a Assembleia Legislativa e, aprovado, vamos ver se a ideia é bem executada. Ou seja, pode ser mais um daqueles projetos bem intencionados, mas realizados sem eficiência.

Não acredito que a experiência de estar dentro de um campus seja substituível. Mas a Univesp, se executada com competência, pode ser um marco no ensino superior brasileiro.

Pode apostar que essa proposta vai provocar irritação em grupos acadêmicos que se dizem preocupados com os pobres, mas não querem que se toque no fechado mundo corporativo. Estão na vanguarda do atraso.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: