A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

março 3, 2012

Brasileiros barrados na Espanha e o princípio da adoção de reciprocidade pelo governo brasileiro

Em menos de um mês, os espanhóis que desembarcarem no Brasil serão submetidos a uma rígida lista de exigências, fixada pelo governo brasileiro, para conseguir a autorização de entrada no país. 

Procedimento semelhante ocorre na Espanha em relação aos brasileiros que chegam. O Ministério das Relações Exteriores informou que a decisão é baseada no chamado princípio diplomático da adoção de reciprocidade.

Brasil adotará princípio diplomático da reciprocidade com turistas espanhóis



A medida ocorre no mesmo momento em que brasileiros são impedidos de entrar na Espanha se não cumprirem uma série de requisitos fixados pelas autoridades. Veja aqui o que eles exigem. Só em 2007, em um mês, cerca de 250 brasileiros foram barrados em aeroportos espanhóis. A decisão sobre a entrada no Brasil deve passar a valer a partir do dia 2 de abril.

O Itamaraty nega que a medida seja uma retaliação às humilhações sofridas por brasileiros na Espanha, que relatam casos de discriminação e preconceito, além de serem impedidos de se comunicar com autoridades brasileiras. Pelas novas regras, os espanhóis que quiserem entrar no Brasil terão de estar com o passaporte válido por, no mínimo, seis meses.

Também serão exigidos dos espanhóis os comprovantes de passagens de ida e volta. O espanhol que for se hospedar em hotel deverá apresentar o documento de reserva. Caso se hospede em casa de amigos ou parentes terá de apresentar uma carta-convite. O documento deve conter a assinatura do responsável pela residência na qual o espanhol ficará e um comprovante de residência dessa pessoa.

O último item se refere à renda mínima do espanhol que pretende visitar o Brasil. Ele deve comprovar que tem condições financeiras para arcar com até R$170 de despesas por dia em território brasileiro.

Em junho do ano passado, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, esteve no Congresso Nacional, quando conversou com os parlamentares sobre as constantes queixas dos brasileiros impedidos de entrar na Espanha. Patriota disse ter conversado com a chanceler espanhola, Trinidad Jiménez, lembrando que poderia ser adotado o chamado acordo de reciprocidade.

Na ocasião, Patriota disse ainda que o número de brasileiros na Espanha tem diminuído a cada mês em decorrência do aumento do desemprego no país. No Brasil, porém, ocorre o contrário. Segundo ele, o número de espanhóis em território brasileiro é cada vez maior. O pior momento ocorreu entre 2007 e 2008, quando cerca de 250 brasileiros eram impedidos mensalmente de entrar no país. Até agosto do ano passado,  1.005 brasileiros foram impedidos de entrar na Espanha. Em 2010, o Serviço de Imigração barrou o ingresso de 1.695 brasileiros na Espanha, uma das principais portas de entrada na Europa.

Basta fazer uma pesquisa nos sites de busca da internet para encontrar uma série de notícias e reclamações de brasileiros que foram barrados. No final do ano passado um amigo passou por isso.  Seu destino era a Itália, mas antes, decidiu que passaria por Madri, ficaria hospedado na casa de um amigo. Ao desembarcar, viu que o amigo o estava esperando. Sua estadia naquele país seria de 27 de dezembro até a passagem do Reveillon.  Daqui já saiu com as passagens de ida e volta Brasil-Madri-Roma. Durante horas passou por interrogatórios e ficou isolado, junto de outros turistas, em uma minúscula sala, onde pode dar apenas um telefonema para o Brasil. Nessa sala estava uma família que foi em visita a uma irmã, duas freiras, entre tantos outros. Todos deportados.

Notícias vindas da Espanha criticam a postura do Brasil em relação ao endurecimento das condições para a entrada de espanhóis ao País e diz que as novas medidas adotadas pelo Brasil são “injustificadas” e que são “além do normal”. 

A Espanha vive sua pior crise econômica desde a volta da democracia, em 1977. O desemprego chega a 22% da população e metade dos jovens não tem trabalho.

A crise também reverteu o sentido da migração. Entre 2000 e2007, aEspanha recebeu 5 milhões de imigrantes, a maioria da América Latina. Mas, pela primeira vez em 30 anos, a Espanha registrou em 2011 um êxodo de pessoas maior que a chegada de imigrantes. Uma parte importante desse contingente tem justamente vindo para o ao Brasil.

Vamos aguardar a aplicação da reciprocidade para ver como é que fica! Tomara que o governo brasileiro mantenha sua postura. Até agora, o pessoal da imigração espanhola tratava os brasileiros como vagabundos e as brasileiras como prostitutas quando desembarcavam no aeroporto de Barajas. O Brasil demorou a tomar esta atitude. Nada como uma boa chifrada para colocar os pingos nos “is”!

Anúncios

10 Comentários »

  1. Isso mesmo. Dificuldades lá, então dificuldades para eles aqui também.

    Para que ir à Espanha se temos Portugal, França e Itália que nos recebem muito bem.
    Viva a reciprocidade brasileira.

    Curtir

    Comentário por Alim — março 3, 2012 @ 14:41 | Responder

  2. Lamento que tenhamos chegado a esse tipo de atitude ,o ideal é a negociação ,mas realmente medidas tinham que ser tomadas ,porém independente disso ,seja aqui ou lá na Espanha as pessoas devem ser tratadas com o devido respeito ,não devemos deixar que, a forma com que eles nos tratam ,nos traforme em iguais,podemos ser melhores que isso .

    Curtir

    Comentário por robson nobrega — março 10, 2012 @ 10:06 | Responder

    • Bom dia Robson.
      Agradeço pela visita.
      Concordo contigo que é uma pena chegarmos em um ponto em que tenhamos que nos igualar com aquilo que não concordamos. Mas, quem sabe assim os procedimentos acabem se revertendo e fica tudo mais fácil para ambos os lados.
      Abrs.

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — março 11, 2012 @ 11:05 | Responder

    • ola robson…
      bem,eu concordo totalmente com vc,pois acho que o Brasil nao poderia se rebaixar a serto ponto de fazer o mesmo que os espanhois,mais sim tentar chegar a um acordo bem em fim eu acho que ao invez do brasil fazer essa baixaria,deveria ser responsavel e chegar a um acordo!

      Curtir

      Comentário por isa — abril 22, 2012 @ 13:10 | Responder

  3. O Brasil demorou demais para tomar esta atitude. Que os espanhois bebam do próprio veneno. Brasileiros não aceitem nem conexão na espanha. Ignoremos este país.

    Curtir

    Comentário por nil — março 16, 2012 @ 22:05 | Responder

  4. Obrigada Brasil pela resposta, se os filhos desta senhora de 77 anos vivem em Espanha de forma irregular, isto não é justo que a coloquem trés dias detida, uma vez que esta senhora era apenas turista naquele país em visita dos seus filhos. Agora sai um artigo nafolha de São Paulo que os Espanhóis terão uma ‘consideração especial com os brasileiros’ isto chams-se: OPERAÇÃO IÔ-IÔ, não é de fiar, pois esta está entre aspas. Nada mais é que o governo comece a fazer uma nova mudança para LEY SECA DE EMIGRAÇÃO PARA ESPANHÓIS E DESCENDENTES.

    Curtir

    Comentário por Regeane — março 30, 2012 @ 14:42 | Responder

  5. MANDEM DE VOLTA ESTES TOUREIROS PARA IREM ATRAS DE SUAS VACAS MAGRAS, QUE É O CAOS QUE A EUROPA VIVE HOJE, E VAMOS AOS JOGOS QUE SE APROXIMAM, DEIXEM ELES ASSISTIREM PELA POBRE TELEVISÃO QUE POSSUEM.
    A CARTA DA VEZ E NOSSA, “GRINGO GO HOME”.
    ATE HOJE SO FIZEMOS ENRIQUECER ESTA GENTE, E TRATA-LOS COMO SE FOSSE MELHOR MESMO QUE NOS, VEM AQUI E NOS LEVA DE TUDO, SEMPRE FOI ASSIM DESDE O DESCVOBRIMENTO DO BRASIL, AGORA BASTA !!!!

    Curtir

    Comentário por COUTINHO — abril 2, 2012 @ 9:16 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: