A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

dezembro 7, 2011

Comissão de Educação e Cultura discutiu a inclusão de educação fiscal no currículo escolar

Educação Fiscal

A Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados,  reuniu-se ontem, em Brasília,  com economistas, tributaristas, advogados e pedagogos para discutir, em audiência pública, sobre a inclusão da educação fiscal como disciplina autônoma e transversal nos currículos do ensino fundamental e médio. O debate foi proposto pela deputada Fátima Bezerra (PT-RN).

Ela afirma que o conhecimento sobre impostos e tributos hoje é praticamente domínio apenas de profissionais da área. A deputada considera importante promover a conscientização dos cidadãos sobre direitos e deveres fisco-tributários e sobre a aplicação dos recursos públicos, incentivando o controle social.

“Ensinar os aspectos básicos do uso e controle do dinheiro é fundamental para que crianças e jovens construam uma visão mais realista do mundo, sejam mais solidários e possam crescer com autonomia, liberdade de escolha e equilíbrio”, afirma Fátima Bezerra.

A deputada também discutiu sobre a instituição da Semana Nacional da Educação Fiscal, que seria um ciclo interdisciplinar composto de palestras, vídeos, mostras e concursos de redação, entre outras iniciativas. “Um dos objetivos será a compreensão da importância dos impostos e tributos para a saúde financeira da vida econômica nacional”, ressalta. Avaliou,  com os convidados para a audiência, o período ideal do ano para a realização do evento.

Os convidados
Foram convidados para a audiência:
– a representante do Ministério da Educação Sueli Mello;
o coordenador do Programa Nacional de Educação Fiscal, Eugênio Celso Gonçalves;
– o presidente da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital, Manoel Isidro dos Santos Neto;
– a presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais do Rio Grande do Norte, Marleide Macedo.

A audiência, marcada para as 14 horas, aconteceu no Plenário 3.

Clique aqui para acessar os arquivos de áudio da Audiência Pública. Observação: sempre selecione o orador anterior e o posterior ao trecho desejado.

Ou clique aqui  para acessar os arquivos de vídeo da Audiência Pública.

Anúncios

6 Comentários »

  1. Augusto,

    estou torcendo para dar certo! A educação fiscal tem que virar mesmo disciplina e/ou conteúdo obrigatório no Ensino Fundamental e no Médio. Para a implantação há bastante material e pessoas que podem implementar.
    Poderia ser criado um prêmio com diferentes categorias para as escolas que apresentassem os melhores projetos relacionados com de disseminação. além de dar visibilidade para o tema mobiliza as escolas para trabalhar com os alunos e a comunidade próxima às escolas.

    Vera

    Curtir

    Comentário por vera — dezembro 7, 2011 @ 14:24 | Responder

    • Boa tarde Vera.
      Estamos lutando por isso já faz alguns anos. Vamos ver se depois das inclusões que conseguimos fazer o ano passado na CONAE e com essa audiência pública a coisa toma forma e deslanche.
      Aqui no estado de São Paulo, por alguns anos, tivemos algumas edições de um prêmio para as escolas que apresentassem os melhores projetos relacionados com a E.F. Mas, com o passar do tempo a Seduc distanciou-se. Agora estamos de novo em processo de namoro e quase casamento. Vai dar certo!
      Abrs.

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — dezembro 7, 2011 @ 14:37 | Responder

  2. Bacana que está indo pra frente a discussão sobre Edução Fiscal na grade dos curríluns escolares! Se isso já estivesse implantado, eu não precisaria explicar muita coisa que parece essencial a qualquer cidadão! É metade do meu “blá-blá-blá” profissional. Seria mais tempo para cursos, mais tempo para pesquisa de legislação, enfim, é isso aí! Abraço. Silvia

    Curtir

    Comentário por Silvia Gouvea — dezembro 7, 2011 @ 15:17 | Responder

  3. Estou feliz por ver o nosso sonho se realizando!

    Não vamos “deixar a peteca cair!!!”

    Curtir

    Comentário por Solange — dezembro 7, 2011 @ 16:52 | Responder

  4. A audiência foi ótima. Infelizmente tivemos a concorrência da avaliação
    do Plano Nacional de Educação – PNE. O que esvaziou a nossa.
    Mas de forma geral foi uma ótima oportunidade de falarmos na temática.
    Três estados apresentaram suas experiências: Ceará, Paraná e Rio
    Grande do Sul. Além das falas já previstas na programação.

    Saimos com o compromisso dos deputados Arthur Bruno (PT/CE), Fátima
    Bezerra (PT/RN) e Chico Lopes (PCdB/CE) de lutarem pela inclusão da EF
    no PNE e da criação do Dia Nacional da Educação Fiscal.

    Foi fundamental o apoio da FENAFISCO que mandou muitos representantes para lá.

    Para mim esse é mais uma importante espaço conquistado! Vamos adiante…

    bjs
    Imaculada

    Curtir

    Comentário por Imaculada — dezembro 7, 2011 @ 16:54 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: