A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

dezembro 4, 2011

Na Mooca, em São Paulo – pães e padeiros como antigamente…

Dia cinzento em São Paulo. Lá fora deve fazer uns 17 graus agora – 19h35 do dia 04 de dezembro. Aqui na cozinha o cheiro é da fornada de pão de mandioquinha que está esfriando. E, enquanto esfria, resolvi escrever.

O cheiro  me fez lembrar dos pães que minha avó assava em forno de barro. A preparação tinha todo um ritual – o trigo, o fermento, a água, o óleo, um ovo, uma música italiana sendo cantada enquanto a massa era sovada. Depois, enquanto a massa descansava ela ateava fogo ao forno de barro, a madeira em brasas, e, quando  estavam apagando o forno era varrido com uma vassourinha de Assa-Peixe, um arbusto comum que crescia nos campos e que deixava um cheiro delicioso no ar. 

Guilherme e Gabriel - os padeiros da Mooca - foto de Karime Xavier/Folhapress

 

Em Rio Claro, onde morei até dez anos atrás, o pão vinha até a porta de nossa casa em uma charrete. O Baiano, figura simpática e querida por todos, era o nosso entregador de pães – que podima ser doces e salgados – entre outras tantas coisas gostosas que fazia chegar até nós, como as cocadas caseiras, pudim de padaria, bombas de chocolate… Ele descia da charrete e ia até a porta das casas – em algumas, sabia já o que o freguês queria e este nem se dava ao trabalho de abrir o portão. 

O cavalo do Baiano era  ensinado a ir andando e parando aqui e ali. E esse rapaz ficou tão nosso amigo que um sábado escutamos alguém bater palmas na frente da casa. Era ele. Tinha vindo convidar meus pais para serem padrinhos de seu casamento – o que logo foi aceito!

Agora, morando em São Paulo, até dias atrás não imaginava que nessa metrópole ainda pudesse existir algo parecido – o pão de cada dia sendo entregue na porta de casa. E qual não foi minha surpresa ao ler uma reportagem da Folha de São Paulo que dizia que na Mooca isso ainda existe. Dois rapazes, Guilherme, 27, e Gabriel Carillo, 26, padeiros, trabalham com a mesma receita de pão do bisavô, Raphaelle Carillo – italiano que chegou em São Paulo em 1914 e que montou uma padaria naquele bairro, reduto de imigrantes daquele país. Todas as manhãs Raphaelle saía para as ruas de terra do bairro e arredores para entregar o pãozinho direto na casa dos fregueses – de charrete. O imigrante deixou o negócio para seu filho, avô de Gabriel e Guilherme.  E seus bisnetos pegaram gosto pela coisa e mantém a tradição. Só que a entrega dos pães agora é feita de carro, mas eles fazem o mesmo trajeto estabelecido pelo bisavô.

Como o Baiano lá de Rio Claro, também sabem as preferências de cada freguês – pão branquinho ou mais moreno, pequeno, grande ou recheado…

O meu pão de mandioquinha feito aqui em casa

Acredito que após ler o texto e ver as fotos, você tenha ficado com vontade de comer um pão assim, desses entregues na porta da casa… Mas vou logo dizendo – em São Paulo, apenas nos finais de semana o portão de ferro da fábrica é aberto para clientes. Mas, Guilherme e Gabriel pretendem ampliar o horário. Por enquanto abrem ao público enquanto dura a fornada. E se estiver mesmo com vontade de comer esse pão, terá que acordar cedo – os portões são abertos a partir das 4h, aos sábados.

A panificadora fica na rua Demétrio Ribeiro, 29, Mooca, SP; tel. 0/xx/11/2605-4045

Anúncios

32 Comentários »

  1. Esse ar de interior na cidade é uma preciosidade. Assim como o sabor de pão entregue na porta. Obrigado pela descoberta, e pela água na boca que esse post deu. Abraços.

    Curtir

    Comentário por doiscasados — dezembro 4, 2011 @ 22:19 | Responder

    • Olá – existem coisas impagáveis em nossas vidas – que já aconteceram ou que ainda acontecem. Lembranças são sempre bem vindas, não é mesmo?
      abrs.

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — dezembro 5, 2011 @ 12:55 | Responder

  2. Nada mais saboroso do que um pão bem quentinho para derreter a manteiga.

    Curtir

    Comentário por Emília — dezembro 5, 2011 @ 13:35 | Responder

  3. Augusto, você me deixou com água na boca! Pão de mandioquinha, pão italiano, pão do interior…hummm…tudo de bom! Sou uma “rata” de padarias! Não digo nada se eu aparecer nessa daí da Mooca! rs.
    Abraço. Silvia

    Curtir

    Comentário por Silvia Gouvea — dezembro 5, 2011 @ 13:41 | Responder

  4. Eu conheço esse pão desde 1959 quando morávamos no Tatuapé. Na minha opinião é o
    melhor pão tipo italiano que conheço; melhor mesmo daqueles que comi na Itália.
    Estão de parabéns. Todos os meus patrícios e minha família consomem o pão que eles fazem até hoje..

    Curtir

    Comentário por giuseppa.licari@hotmail.com — fevereiro 11, 2012 @ 21:14 | Responder

    • Boa noite Giuseppa.

      Agradeço pela visita ao blog e pelo comentário! Esse pão que eles fazem realmente é algo delicioso. Parece muito o que a minha avó, Virgínia Calore Martini fazia em seu forno artesanal.
      Abraços.

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — fevereiro 11, 2012 @ 23:05 | Responder

  5. Pena que so entreguem na regiao da mooca, tb sou apaixonada por pão, mas, vendo este ai, tb me apaixonei…sou da zona sul, prox. do clube do sesc interlagos, e ficaria encantada se entregassem aqui para nos tb…sei que é longe e pra eles seria totalmente fora de mão…ou seja fora da rota como eles costumam dizer que tem uma “rota” para entrega do pão…mas, tudo bem, vou la qualquer dia deste que perder o sono e acordar antes das 8hs. Beijao a todos, e muito legal o blog…

    Curtir

    Comentário por Elenir — fevereiro 12, 2012 @ 9:20 | Responder

    • Bom dia Elenir.
      Agradeço pela visita ao blog e por ter deixado um comentário. Vale a pena experimentar esses pães deliciosos.
      Abraços.

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — fevereiro 12, 2012 @ 10:09 | Responder

  6. Eta, água na boca, de ler esse post! risos
    Abraço.
    Silvia

    Curtir

    Comentário por Silvia Gouvea — fevereiro 13, 2012 @ 9:14 | Responder

  7. oi pessoal,
    obrigado pelos elogios, fico mto lisongeado pela tamanha apreciasao q vcs fazem pelo nosso pão Italiano…
    Giuseppa preciso conhece-la c é q nao nos conhecemos ???
    saibam mais sobre a padaria em http://www.padariacarillo.com.br

    Curtir

    Comentário por guilherma carillo — março 10, 2012 @ 22:01 | Responder

    • Bom dia Guilherma.
      Para uma interiorano como eu, descendente direto de italianos por todos os lados, é sempre bom saber que posso contar em São Paulo com locais tão interessantes como a sua padaria. Parabéns!
      Abrs.

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — março 11, 2012 @ 11:01 | Responder

  8. Eu acho muito interessante como se deturpam as coisas. O local onde se situa a padaria em questão, não fica na Mooca, mas sim na Água Rasa.

    Curtir

    Comentário por sergio — maio 1, 2012 @ 8:58 | Responder

  9. eo sou irmao do primo do pedro seu filho
    gabriel

    Curtir

    Comentário por william — agosto 1, 2012 @ 20:21 | Responder

  10. manda uma receita pão italiano

    Curtir

    Comentário por cozinheiro Marcelo — junho 23, 2013 @ 23:55 | Responder

    • Oi Marcelo.
      Segue uma receita básica, que eu faço. Era de minha avó.

      Pão Italiano

      Ingredientes

      1 kg de farinha de trigo
      50 gr de fermento biológico fresco
      1 colher(es) (chá) de sal
      1 unidade(s) de ovo
      quanto baste de água morna(s)

      Como fazer

      Numa vasilha grande, desmanche o fermento em um pouco de água morna.
      Aos poucos, acrescente a farinha, o sal, o ovo e a água até que a massa fique homogênea, sem grudar nas mãos.
      Coloque a massa numa tigela grande, cubra com um pano e deixe crescer até dobrar de volume.
      Divida a massa em três partes e coloque-as numa assadeira untada com um pouquinho de óleo.
      Para obter uma massa crocante, pincele a parte superior com água fria.
      Faça dois riscos com uma faca e asse em forno médio pré-aquecido por 30 a 40 minutos.

      Abraços.

      Augusto

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — junho 24, 2013 @ 8:54 | Responder

  11. obrigado vou fazer a receita, e ciabata vc conhece alguma.abraço Marcelo

    Curtir

    Comentário por cozinheiro Marcelo — junho 24, 2013 @ 12:38 | Responder

    • Oi Marcelo. Segue uma receita simples de Ciabatta

      Ingredientes:

      • 1 kg de farinha de trigo branca • 800 ml de água, em temperatura ambiente • 30 g de fermento biológico (fermento fresco) • 20 g de sal • 100 ml de azeite de oliva

      Prepare assim:

      • Numa vasilha grande, misture a farinha e o sal; • Dilua o fermento em água e adicione a metade do fermento diluído à farinha; • Misture bem até formar uma massa bem líquida e coloque o restante do fermento diluído; • Amasse vigorosamente a massa (vai ficar parecendo um mingau) com as mãos por 10 minutos, até começar a ter um pouco de consistência; • Misture o azeite e amasse novamente por mais 10 minutos; • Deixe a massa crescer na própria vasilha durante 1 hora; • Depois, vire a massa em cima da mesa previamente polvilhada com farinha; • Corte com uma faca os pedaços de massa e coloque diretamente na assadeira, previamente untada com azeite de oliva; • Pré aqueça o forno por pelo menos 15 minutos. Depois, é só colocar os pães para assar por 20 a 30 minutos.

      Abraços e bom apetite!

      Em 24 de junho de 2013 12:38, A Simplicidade das Coisas — Augusto

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — junho 24, 2013 @ 12:53 | Responder

      • obrigado vou fazer adoro o trabalho de vcis,abraço tudo de bom

        Curtir

        Comentário por Marcelo — junho 25, 2013 @ 3:08

  12. eu assisti o vídeo de vc no youtube muito bom a história e o trabalho de suas família parabéns tudo de bom

    Curtir

    Comentário por cozinheiro Marcelo — junho 24, 2013 @ 12:45 | Responder

  13. demais a receita que vcs me enviarão eu fiz e todos adorarão pão recheado italiano
    vou guarda em segredo com muito carinho para os meus futuro netos. susseço na vida de vcs

    Curtir

    Comentário por Marcelo — junho 25, 2013 @ 3:01 | Responder

  14. e a receita do pão de mandioquinha, quero conhecer. aurea….. apucci@uol.com.br

    Curtir

    Comentário por aurea pucci — agosto 1, 2013 @ 22:15 | Responder

    • Oi Aurea.
      Vou encontrar a receita e a enviarei para você.
      Abrs.

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — agosto 2, 2013 @ 8:27 | Responder

    • Oi Áurea.
      Encontrei a receita. O pão de mandioquinha é bem simples de fazer e fica muito gostoso. Aproveite. Eu sempre faço meia receita. Somos apenas duas pessoas em casa.

      Pão de Mandioquinha

      Ingredientes

      1 quilo de mandioquinha cozida
      1 quilo de farinha de trigo
      1 copo de leite morno
      100 gramas de fermento biológico
      250 gramas de manteiga ou margarina sem sal
      5 ovos
      2 xícaras de açúcar
      1 colher de sopa de sal

      Modo de Preparo

      O primeiro passo é usar um espremedor para amassar as mandioquinhas até fazer uma massa. Misture todos os ingredientes, menos a farinha de trigo, mexendo sempre com uma colher.
      Acrescente a farinha de trigo aos poucos até engrossar usando as mãos para dar ponto à massa. Ela não deve grudar nas mãos.
      Deixe a massa descansar por aproximadamente uma hora. Em seguida, basta abrir a massa, não muito fina, enrolar os pães e colocar em uma assadeira.
      Leve os pães para o forno com temperatura média, entre 180 e 210ºC, por 20 minutos. Depois é só servir e aproveitar.

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — agosto 2, 2013 @ 8:32 | Responder

  15. Por favor::: para ir na sua padaria que metro devo descer???? moro na brigadeiro l. antonio.

    Curtir

    Comentário por MARY — dezembro 1, 2013 @ 10:50 | Responder

    • Vou tentar descobrir qual o metrô mais próximo e lhe informo. Acredito que seja a Mooca/Bresser.
      Abrs.

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — dezembro 1, 2013 @ 16:00 | Responder

      • Desce

        Curtir

        Comentário por Katia Shinohara — julho 26, 2014 @ 10:57

      • desce no metro belém e pega onibus que passa na Av. Alvaro Ramos desce em frente ao Banco Bradesco e é logo ali a esquerda a R. Demetrio Ribeiro.

        Curtir

        Comentário por Katia Shinohara — julho 26, 2014 @ 10:58

  16. Olá tudo bem, eu tentei enumerás vezes fazer o pão doce tradicional de padaria aquele que vai creme de baunilha em cima, por gentileza se vcs tiver uma e puder enviar para mim. Muito obrigado.

    Curtir

    Comentário por Marcelo lima — abril 16, 2014 @ 10:00 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: