A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

julho 29, 2011

Santiago do Chile – uma cidade fantástica!

Estive 31 dias fora do ar e sem escrever no blog. Mas por um bom motivo – férias mais que merecidas. Foram 17 dias sem Buenos Aires e região, 5 dias em Mendoza e 9 dias em Santiago. Aos poucos vou relatar minhas aventuras.

Você está andando pela rua e lá no horizonte estão os Andes - todo nevado!

Vou começar a relatar do fim para o começo. Santiago – que  é uma cidade impressionante! Pelo menos, a mim, impressionou muito!  Fomos para lá fazer a rota do vinho e da neve e sem muita expectativa quanto a cidade em si, mas descobrimos uma Santiago cheia de possibilidades. 

Cerro Santa Lucia e a Fonte de Netuno - subindo escadas e caminhos entre árvores, lá em cima, uma excelente vista panorâmica de Santiago

Em primeiro lugar, para ficar hospedado em Santiago, é bom ficar no Centro ou Belas Artes/Lastarria ou no bairro Providencia, assim, você fica perto de tudo e consegue fazer a maioria dos programas a pé. Nós ficamos em um apartamento do Vegas Hotel, muito bem localizado, cozinha bem equipada, quarto com closet e camareira que faz a limpeza diária. Ótimo pra quem é adepto de fazer a própria comida como nós! Você mesmo prepara seu “banquete” na hora que achar oportuno. Então para os preguiçosos, não há risco de perder o horário do café, do almoço ou do jantar.

Paseio Ahumada - uma das muitas peatonais do centro de Santiago. Por todas as ruas há dezenas de galeiras com lojas fantásticas

A primeira coisa que descobrimos em Santiago foi: apesar do Chile ser muito famoso por seus vinhos, o chileno bebe mesmo cerveja e pisco sauer. Então inevitável que experimentássemos as cervezas chilenas. Segue uma lista de algumas delas:  Kunstmann, Szot, Austral Calafate ( Ale) , Austral Larger, Cristal, Lastarria, Schopp Mestra, Escudo. Mas, cervejas, só mesmo para provar. O que bebemos mesmo foi muito vinho – bom e barato! Pelo preço de uma garrafa de um vinho chileno dos não tão caros aqui em São Paulo, compra-se de três a quatro garrafas do mesmo vinho em Santiago!

Plaza Italia, no Barrio Boquedano - Santiago é assim - fantástica! No centro, o antigo convive com o novo. Nos bairros novos, edifícios futuristas

Passeios durante o dia e a noite não faltam em Santiago. Não deixe de ir ao Mercado Central (achamos o nosso, da Cantareira, em São Paulo, muito melhor, mas vale a pena conhecer) e se estiver com bastante apetite e algum dinheiro no bolso, e não pouco, coma uma Centolla. Os garçons exageram na indicação dos pratos, normalmente o que eles indicam para uma pessoa, dá para duas ou três. No final de semana, um passeio pelo Parque Florestal, Museu Belas Artes e pela Calle Jose Victorino Lastarria ou ainda uma chegadinha a feira Pueblito Los Dominicos, são programas ideais. Essa feira tem muito artesanato bonito, e ateliês.

Outra vista da Fonte de Netuno

Aproveitamos muito Santiago e, ainda assim, acabamos não conhecendo muita coisa. Não fomosem nenhum Café com Piernas, mas fomos aos Cerros Santa Lucia e San Cristobal. Não chegamos em nenhuma estação de esqui, mas atravessamos os Andes em ônibus. Eesse será um novo post, pois merece. Foi uma das paisagens mais lindas que já vi em minha vida! Não dá para ver tudo em poucos dias, mas acho que sempre fica alguma coisa para a próxima visita… e essa pode ser definitiva e para fixar residência, quem sabe.

Uma das muitas lojas de Ropa Americana - Orange Blue. Essa é da rede Nostalgic

E esse parágrafo vai para algumas de minhas leitoras, especialmente a Lílian, do blog Isso é Coisa de Lilly ou para pessoas que não se importam em comprar roupas de segunda mão em bom estado. No centro de Santiago há uma loja chamada Emporium no estilo brechó, que fica em um belo prédio histórico do início do século 20. Ela é toda ambientada com móveis de época, que vende roupas de grife com bons preços, e o melhor, é muito organizada com provadores espaçosos com espelhos comprados em antiquários, e não cheira a naftalina como costuma acontecer com a maioria das lojas do gênero. É a prova que para vender roupas usadas não é preciso avacalhar – a loja pode ser bonita e ao mesmo tempo funcional, o que ajuda muito na hora de comprar, já que você não precisa garimpar em caixas e mais caixas de papelão as peças. Tal loja é dos mesmos donos da cadeia de roupas vintage Orange Blue. A loja está sempre cheia que até parece liquidação. Lá eu comprei um par de botas novinhos e em couro por $25.000 pesos chilenos e e duas camisas lenhadoras por $3.480 cada uma, entre outras ofertas. Possui uma seção infantil, outra feminina, outra masculina, uma de roupas para neve e outra de artigos de decoração. Fica na Bandera, 543, no Centro de Santiago. Se você não vê problema em comprar roupas usadas, vai adorar.

Uma das lojas Nostalgic - também de ropa americana (brechó fino!)

P.s. – Ah sim. Esqueci de converter os pesos chilenos citados acima para o Real. É só fazer o seguinte: dividir o valor dos pesos chilenos por 260. Assim, as botas que custaram $ 2500/260= R$ 96,00 e as lenhadoras que custaram $ 3.480/260= R$13,00.

Camisa estilo lenhador

 

A moda sempre volta, ela nunca morre. Por isso, não devemos nunca nos desfazer de nosso guarda-roupa. Um dia voltaremos a usar aquilo que ficou velho e fora de moda. A camisa de flanela xadrez voltou com tudo. Ralph Lauren foi um dos primeiros a colocar nas suas vitrines o velho estilo lenhador.

Comprei também uma camisa da Daslu! Muito bonita e com motivos florais. Ela saiu por R$ 12,00!

Anúncios

13 Comentários »

  1. Muito bom relatar o que nos deu prazer e admiração,não é?Foi um lugar que também encantou a mim e Tavares.

    Curtir

    Comentário por Irany Soares de Araújo — julho 29, 2011 @ 11:29 | Responder

  2. adoro brechós, adoro merca-tudos!
    imagino a sua duvida na hora de escolher entre tanta coisa boa e barata!
    uma sugestão: coloque o preço em reais pra gente fazer uma comparação com os produtos daqui!
    bjs

    Curtir

    Comentário por Lilly — julho 29, 2011 @ 14:51 | Responder

  3. Santiago, aí vamos nós!!! Hasta la vista !!
    Cidade encantadora, me fez lembrar muito Lisboa em uma parte.
    No meu coração também ficou Santiago de Chile.

    Gracias por todo hijo!

    Curtir

    Comentário por Alim Soares — julho 29, 2011 @ 18:28 | Responder

  4. Augusto, parabéns pelos presentes que você se dá regularmente, através de suas viagens!!! Conhecer outros países, outras culturas é uma maravilhosa experiência.

    Curtir

    Comentário por Emília — julho 30, 2011 @ 0:20 | Responder

  5. […] por lá, deixei registro aqui algumas dicas e impressões em dois posts. Poderão acessá-los aqui e […]

    Curtir

    Pingback por Santiago do Chile – em busca da neve « A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini — janeiro 15, 2013 @ 15:00 | Responder

  6. OI Augusto,

    Estou incom com a família para Mendonza e Santiago e gostaria de saber mais dicas da sua ida para Santiago. De onde saiu, como, etc. Pensamos em ir de ônibus de Mendonza a Santiago e vice-versa, já que as passagens estão mais baratas para Mendonza. Ficaríamos em Mendonza dois dias, iríamos pra Santiago, cinco dias e reornaríamos pra mais dois dias em Mendonza. O que acha? Devo dedicar mais um dia a Santiago (já que terei que voltar pra Mendonza a qualquer custo, pois o vôo de volta sairá de lá) ou volto e curto o que não vi em Mendonza? Me dê uma luz maior…já poesquisei várias coisas e a cada pesquisa acho algo mais para incluir…o objetivo principal e´conhecer neve e já estou até com medo de não encontrar (iremos dia 18/06 com retorno dia 29/06) o que acha? Vejo ou não neve?
    Valeu,

    Ana Crala

    Curtir

    Comentário por ana carla davila — abril 11, 2013 @ 11:49 | Responder

    • Oi Ana Carla.

      Já estive duas vezes em Santiago e esse ano, em junho, irei novamente. Vale a pena!
      No ano retrasado fiz a travessia Mendoza-Santiago, em ônibus. Foi fantástico! Um dos visuais mais belos que já vi na vida. Vc pegará muita neve, não se preocupe. Saí da rodoviária de Mendoza. Só que não voltei para lá. Fiquei alguns dias em Santiago, de onde retornei para o Brasil.
      Olha, pode ser que nessa época vc tenha alguma contrariedade na travessia da fronteira. Eu tive, mas foi final de julho. Muita neve. Fomos e até a fronteira e voltamos. Dois dias seguidos. No terceiro dia é que conseguimos fazer a travessia. Mendoza, se não conhece, também é uma cidade linda. Uma cidade arborizada e verde no meio do deserto. Eles possuem um sistema de irrigação, centenário, que vale a pena ler um pouco sobre ele.
      Abraços e boa viagem.
      Augusto

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — abril 11, 2013 @ 11:59 | Responder

  7. valeu pois sempre ajuda um iniciante como eu,um grande abraço

    Curtir

    Comentário por kiko — julho 9, 2013 @ 22:04 | Responder

  8. Acabei de retornar de Santiago e agradeço pela dica do brechó, é uma loja bem bacana mesmo… Comprei um sobretudo de lã da Zara por 18.000 pesos (equivalentes a R$ 90,00) em excelente estado, parece novo… meus filhos adolescentes, então, se esbaldaram quando viram as roupas das marcas que gostam.
    Santiago é realmente surpreendente, uma cidade charmosa, interessante, limpa e organizada.
    Abs,
    Fátima

    Curtir

    Comentário por Fátima Benatti — julho 19, 2013 @ 0:08 | Responder

    • Oi Fátima.
      Que bom que gostou. Essa questão de gostar de um lugar é subjetiva. As vezes indicamos e a pessoa pode não gostar.
      Abrs.
      Augusto

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — julho 19, 2013 @ 8:32 | Responder

  9. Olá

    Queria saber com que máquina fotográfica as fotos deste post foi tirado, pois ficaram muito boas?
    E gostei de uma opinião, pretendo ir para Santiago logo

    Curtir

    Comentário por Thiago — março 11, 2014 @ 21:16 | Responder

    • Oi Thiago.
      Sempre viajo com duas câmeras – uma Sony H1 e uma Fujifilm Finepix S8200. E nessa viagem levei também uma Olympus, dessas mais simples e fininhas.
      Abraços.
      Augusto

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — março 11, 2014 @ 23:06 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: