A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

março 9, 2011

Trabalho escravo na China

De acordo com previsões embasadas em pesquisas reais, uma série de economias emergentes vai continuar a sua ascensão nos próximos anos. O grupo composto por China, Índia, Brasil, Rússia, Indonésia, México e Turquia, vai superar o chamado G-7 (EUA, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Itália e Canadá) em seis anos e dobrar o valor de produção em 2050.

Trabalho na China

Em 2018, a China ultrapassará os EUA e se tornará a maior economia do mundo. Em 2010, a economia da China cresceu 10,5%!

A China do Futuro e o Futuro são Hoje…

A verdade é que agora, tudo o que compramos é Made in China. Eis um aviso para o futuro!

Mas quem liga para esse aviso? Atualmente… Ninguém!

Agora é só aproveitar… e aproveitar!

E daqui alguns anos – como será para os nossos filhos?

Já pensou como será a China do futuro?

Abaixo, segue recente artigo escrito por Luciano Pires, que é diretor de marketing da Dana e profissional de comunicação.

Alguns conhecidos voltaram da China impressionados.

Um determina o produto que o Brasil fabrica em um milhão de unidades, uma só fábrica chinesa produz quarenta milhões…

A qualidade já é equivalente. E a velocidade de reação é impressionante. Os chineses colocam qualquer produto no mercado em questão de semanas…

Com preços que são uma fração dos praticados aqui. Uma das fábricas está de mudança para o interior, pois os salários da região onde estão instalados estão altos demais: “100 dólares”.

O dinheiro vai para as mãos dos grandes empresários

Uma operária brasileira equivalente ganha “300 dólares no mínimo”, só que acrescidos de impostos e benefícios representam quase “600 dólares”, quando comparados com os 100 dólares dos chineses, que recebem praticamente zero benefícios… Estamos perante uma escravatura amarela e alimentando-a… Horas extraordinárias? Na China? Esqueça!

O pessoal por lá é tão agradecido por ter um emprego que trabalha horas extras sabendo que não vão receber nada por isso…

Atrás dessa “postura” está à grande armadilha chinesa. Não se trata de uma estratégia comercial, mas sim de uma estratégia de “poder” para ganhar o mercado ocidental.

Os chineses estão tirando proveito da atitude dos “marqueteiros” ocidentais, que preferem terceirizar a produção ficando apenas com o que ela “agrega de valor a marca”

. Dificilmente você adquire atualmente nas grandes redes comerciais dos Estados Unidos da América um produto “made in USA”. É tudo “made in China”, com rótulo estadunidense.

As empresas ganham rios de dinheiro comprando do chefe por centavos e vendendo por centenas de dólares…

Apenas lhes interessa o lucro imediato e a qualquer preço. Mesmo ao custo do fechamento das suas fábricas e do brutal desemprego.

É o que se pode chamar de “estratégia peçonhenta”.

Enquanto os ocidentais terceirizam as táticas e ganham no curto prazo, a China assimila essas táticas, cria unidades produtivas de alto desempenho, para dominar no longo prazo.

Enquanto as grandes potências mercadológicas que ficam com as marcas, com o design… Suas grifes, os chineses estão ficando com a produção, assistindo, estimulando e contribuindo para o desmantelamento dos já poucos parques industriais ocidentais.

Em breve, por exemplo, já não haverá mais fábricas de tênis ou de calçados pelo mundo ocidental. Só haverá na China.

Então, num futuro próximo veremos os produtos chineses aumentando os seus preços, produzindo um “choque da manufatura”, como aconteceu com o choque petrolífero nos anos setenta. Aí já será tarde de mais. Então o mundo perceberá que reerguer suas fábricas terá um custo proibitivo e irá render-se ao poderio chinês.

Perceberá que alimentou um “enorme dragão” e acabou refém do mesmo. Dragão este que aumentará gradativamente seus preços, já que será ele quem ditará as novas leis de mercado, pois será quem manda, pois terá o monopólio da produção.

Sendo ela e apenas ela quem possuirá as fábricas, inventários e empregos é quem vai regular os mercados e não os “peçonhentos”. Iremos, nós e os nossos filhos, netos… Assistir a uma inversão das regras do jogo atual que terão nas economias ocidentais o impacto de uma bomba atômica… Chinesa.

Nessa altura em que o mundo ocidental acordar será muito tarde. Nesse dia, os executivos “peçonhentos” olharão tristemente para os esqueletos das suas antigas fábricas, para os técnicos aposentados jogando baralho na praça da esquina, e chorarão sobre as sucatas dos seus parques fabris desmontados.

Linha de produção em fábrica Chinesa

E então lembrarão, com muita saudade, do tempo em que ganharam dinheiro comprando “baratinho dos escravos” chineses, vendendo caro suas “marcas- grifes” aos seus conterrâneos.

E então, entristecidos, abrirão suas “marmitas” e almoçarão as suas marcas que já diz já deixaram de ser moda e, por isso, deixaram de ser poderosas, pois foram todas copiadas…

REFLITAM E COMECEM A COMPRAR – “JÁ” – OS PRODUTOS DE FABRICAÇÃO NACIONAL, FOMENTANDO O EMPREGO EM SEU PAÍS, PELA SOBREVIVENCIA DO SEU AMIGO, DO SEU VIZINHO E ATÉ MESMO DA SUA PRÓPRIA… E DE SEUS DESCENDENTES.

Anúncios

34 Comentários »

  1. A invasão chinesa está em grande escala aqui em são Luís.Enquanto que os artesanato maranhenses, não chegam nem quase nas bancas do centro histórico.A população parece que se transformou em robôs…Olham os produtos e enchem os cofres deles…

    Curtir

    Comentário por Irany — março 9, 2011 @ 18:04 | Responder

  2. Maravilhoso o seu post, deveríamos valorizar e muito os produtos nacionais.
    Parabéns mais uma vez por nos trazer um pouco de lucidez.
    Abraços!!!

    Curtir

    Comentário por Fátima — março 9, 2011 @ 21:48 | Responder

  3. Os produtos chineses são apenas cópias dos produtos de grife, porque a qualidade é péssima…são praticamente descartáveis. Imagino que os chineses se submetem aos baixos salários por estarem devidamente condicionados a derrubar o que mundialmente se conhece como “O Gigante do Imperialismo”. E os Estados Unidos por sua vez sempre se acharam imbatíveis em relação aos demais países que eram considerados como um verdadeiro “quintal” por boa parte dos americanos. Há quem diga também que Barack Obama é péssimo na arte da negociação, o que não combina com sua forma de pensar é praticamente ignorado, ele nem se dá ao trabalho de rebater, simplesmente ignora. Governar sozinho é impossível, visto que Barack Obama vem encontrando muitas dificuldades dentro de seu próprio país.

    Curtir

    Comentário por Emília — março 10, 2011 @ 14:55 | Responder

  4. Eu usei este texto como base para um comentário sobre a visita da presidente Dilma à China e quase fui linchado online. Ao que parece discordar do governo infelizmente ainda é associado a ter simpatia com o governo anterior.

    Curtir

    Comentário por João Neto — abril 12, 2011 @ 2:29 | Responder

  5. Esse texto chega a dar medo. Lembro que houve uma época em que tudo era MADE IN USA,agora MADE IN CHINA. Confesso que tenho vergonha de olhar produtos fabricados na china nas loja brasileiras. È incrível,onde a gente menos imagina, lá estão os chineses com seus produtos de péssima qualidade. Fico realmente triste com a situação. O pior de tudo é que eles invadiram o mundo todo. Na Italia, nos dias de mercado nas cidades, eles estão lá aos montes…em São Luís, nem se fala…breve farão um centro comercial só para eles e seus produtos…é, de fato estamos alimentando um dragão, que cedo ou tarde vai dominar o mercado!

    Curtir

    Comentário por Luciana — abril 28, 2011 @ 20:34 | Responder

  6. é mais eu acho que o DRAGAO AINDA VAI ACABAR MORRENDO DE DOR DE BARRIGA!

    Curtir

    Comentário por julio — maio 6, 2011 @ 14:39 | Responder

  7. isso é tudo culpa do governo do Brasil !
    eles não investem em produtos nacionais, tem mais é q tomar no _ _ mesmo !
    O BNDES só financia empresas de grande porte, e a china financia todas !
    isto é o governo do Brasil ! _|_
    dilma, (com D minusculo) se estiver lendo isso, legalize nossa erva ! _\|/_

    Curtir

    Comentário por Guilherme Nunes — outubro 29, 2011 @ 21:30 | Responder

  8. Que a China vai se tornar o país mais rico do mundo, contando com uma grande quantidade mão de obra barata, não tenho dúvidas, mas isso não significa a submissão do mundo ocidental à China, apenas a diminuição de sua influência no mundo.

    “Em breve, por exemplo, já não haverá mais fábricas de tênis ou de calçados pelo mundo ocidental. Só haverá na China.
    Então, num futuro próximo veremos os produtos chineses aumentando os seus preços, produzindo um “choque da manufatura”, como aconteceu com o choque petrolífero nos anos setenta. Aí já será tarde de mais. Então o mundo perceberá que reerguer suas fábricas terá um custo proibitivo e irá render-se ao poderio chinês.”

    Se a China começar a cobrar muito caro pelos produtos “baratos” esses produtos começarão a ser fabricados em outros países. A produção de tênis e calçados não requer alta tecnologia, apenas mão de obra barata. A China pode até aumentar o preço dos manufaturados, mas isso estimularia a criação de fábricas em outros países. Do mesmo jeito que as fábricas foram parar na China de lá elas vão sair, pois é assim que funciona o mundo globalizado.

    Os Estados Unidos conseguiram se tornar o país mais rico com as indústrias, que vendiam produtos principalmente para a Europa (palco das 2 guerras mundiais), mas o custo da mão de obra foi aumentando e essas indústrias foram para outros países, e a China aproveitou a quantidade de mão de obra para recebê-las. A China então se tornará o país mais rico do mundo, o custo da mão de obra de seu país gradativamente aumentará e ocorrerá o mesmo processo dos Estados Unidos.

    Curtir

    Comentário por Jonas Oliveira Francisco — janeiro 26, 2012 @ 23:45 | Responder

  9. .

    Curtir

    Comentário por Soraya Barbosa Castro — fevereiro 26, 2012 @ 23:05 | Responder

  10. Comprando produtos “chingue-lingue” estamos alimentando o “trabalho escravo”. Situaçôes deprimentes, inclusive de crianças…

    Curtir

    Comentário por Soraya Barbosa Castro — fevereiro 26, 2012 @ 23:09 | Responder

  11. Eu so compro produtos da China quando nao encontro nenhum outro similar nacional. Infelizmente a maioria das pessoas fica encantada com os precos baixos de produtos de terceira categoria, onde a mao-de-obra e escrava, onde nao existem direitos trabalhistas, absolutamente nada. E uma vergonha!!!!!

    Curtir

    Comentário por Sandra Neusa Marchesini Ferreira — maio 28, 2012 @ 23:14 | Responder

  12. viva a china! tomara que eles comprem tudo detran,rodovias,serviços de saude,seguros,bancos,esses brasileiros malditos só pensam em taxar tudo,a começar pelos impostos,,, desgraçados, pior que tudo isso é decidido com seu voto lá no congresso,compro tudo da china porquê?as grandes marcas estão sendo fabricadas lá,,nós ainda vendemos p/eles o selo do imetro não acredita no natal vc.verá brinquedos com marcas conhecidas fabricadas lá e com o selo do meu pais que está pouco ligando quem vai usar.vou trocar de seguradora assim que um chinez comprar aqui no pais.pelo menos eles tem vergonha na cara,gosto de ver as pastelarias cheias de brasileiros sentados na porta aguardando seu patrão chinez abrir a loja para ganhar seu pão de cada dia sabe porquê? se abandonaram não foi o governo não é o povo que não presta.,eu fui alfabetizado aos vinte anos no exército,hj ganho dez salarios.

    Curtir

    Comentário por ADEMIRDASGRAÇAS — agosto 14, 2012 @ 13:44 | Responder

  13. escravos?quem não tem o pé lá na cozinha,como foi geradas riquezas da grandes familias que até hoje domina o brasil ?quando da libertação dos trabalhadores forçados,o governo indenizou os propietários dos citados,não sabia?ah..as escolas e professores eram das fazendas,alguém sabe para onde foram estes escravos livres? talvez vc.nunca percebeu a sua volta somos nós filhos e netos daquela geração que ajudou a enriqueçer o brasil!oque nós ganhamos? ALIBERDADE.

    Curtir

    Comentário por ADEMIRDASGRAÇAS — agosto 14, 2012 @ 14:04 | Responder

  14. UÉ! ESSE BLOG FALA DE LIBERDADE! MAIS DEVE SER SÓ PARA OS QUE CONCORDAM COM O DONO ,POIS,SE FALAR CONTRA ELES NEM PUBLICAM hipócritas!! continuo comprando produtos da china.

    Curtir

    Comentário por labareda25@hotmail.com — agosto 16, 2012 @ 19:20 | Responder

    • Desculpe-me por não responder em tempo. Estou muito atarefado no trabalho e não havia entrado no blog. Respeito sua opinião. Vivemos em um país democrático (ou que se diz ser).
      Olha, acredito que a maioria das pessoas não lê jornais, não assistem noticiários… e preferem acreditar no que os outros dizem. Se tivessem um pouco mais de senso crítico e de observação, descobririam que a realidade é bem diferente. Os produtos chineses que invadem o mundo é realmente ameaçador. Para usufruir do regime de semi-escravidão, as multinacionais instalaram na China suas indústrias ultrapassadas, que são altamente poluidoras e/ou fabricam produtos perigosos. Os países importadores, como o Brasil, deveriam sim se cuidar e proibir a entrada desses produtos. Mas como a falta de responsabilidade dos governantes é tradição em nosso grande Brasil, por aqui nem se fala que existam produtos perigosos sendo importados. As autoridades nem se interessam por isso.
      Abraços.

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — agosto 17, 2012 @ 9:52 | Responder

      • proibir como ? se eles cumprem todas as exigencias do nosso governo! pagam as taxas que lhe são cobradas , e nós sabemos como gostam de arrecadar pois até o selo do immetro são autorizados,perigosos para quem? o mais importante é arrecadar, industrias ultrapassadas e poluidoras? eles não estão reclamando, o nosso povo é bonzinho com os outros, nem conhece seu impregado,seus filhos,onde mora, gosta de ver a vida dos outros,pura hipocrisia!

        Curtir

        Comentário por ademirdas graças — agosto 24, 2012 @ 10:52

      • Olá Ademir.
        Muitos dos produtos vindos de fora são piratas. Veja só – se fosse uma empresa, a pirataria de produtos seria uma das mais bem-sucedidas do mundo. Tão lucrativa quanto o tráfico de drogas ou de armas, a falsificação é uma instituição organizada com presença garantida em quase todos os mercados populares ao redor do mundo. Possui uma rede eficiente de fabricantes, despachantes, atravessadores, vendedores, trabalha com produtos de diversos segmentos e tem um batalhão garantido de consumidores. Mas como fazer com que as pessoas parem de fabricar, vender e consumir produtos piratas? Essa é uma pergunta que governo, empresas e organizações de combate à pirataria tentam responder. E olhe – A opção por comprar remédios, bebidas, tênis ou óculos falsificados – encontrados tanto em camelôs quanto em lojas acima de qualquer suspeita – pode causar sérios males à saúde. É só pesquisar que encontrará uma montanha de relatos.
        Abrs.

        Curtir

        Comentário por Augusto Martini — agosto 24, 2012 @ 11:10

  15. prometo não contrariar vcs. e não entrar aqui mais desculpe .

    Curtir

    Comentário por labareda25@hotmail.com — agosto 16, 2012 @ 19:23 | Responder

  16. bom dia! mais quem falou que o nosso governo quer combater isso? como chegam esses produtos aqui? a china é pertinho que dá para gente ir lá qualquer hora? ah.pelas nossas fronteiras né? e quem é pago para proteger nosso pais? vc.quando fala o produto já está na rua. pasmem! daqui apouco o governo vai criar uma agencia reguladora p/pirataria,pagou entrou não pagou é artigo pirata, não terá o direito de receber o selo do inmetro.vc.nem quis tocar no assunto,foi para o caminho bem facil os remédios,oculos,tenis, liga não amigo eu fui alfabetizado aos vinte anos e no exército, só fiz o segundo grau e no supletivo, é que eu gosto de ler, tenho 62anos aposentado não tenho esperança de nada no meu pais só isso.falando em remedios a nossa anvisa esta em greve e os remédios que tem que ser referendados por eles? isso sim que é crime, patriotismo aqui é e sempre foi dinheiro no bolso.triste pais!!

    Curtir

    Comentário por ademirdas graçaspimentel — agosto 26, 2012 @ 13:19 | Responder

  17. Sou técnico eletrônico e trabalho com manutenção de tv e som.A industria nacional de eletrônica acabou.Antes o cidadão comprava uma tv sabendo que ela ia durar no minimo 15 anos “até hoje vejo tvs com mais de 20 anos que nunca deram defeito” hoje o cidadão compra uma tv e mal acabou de pagar as prestações ela já deu defeito e é arriscado a virar lixo por falta de peças.A China acordou tarde para o seu controle populacional e hoje o mundo todo paga por isso.Acordos comerciais com a China é tirar emprego de pais de familha no Brasil para sustentar escravos e presos na China “porque preso na China trabalha, não fica vagabundando e pensando besteira como aqui no Brasil”.Ironia do destino o PT partido dos “Trabalhadores” vai entrar para a historia como o partido que mais prejudicou o Trabalhador do Brasil.ACORDA BRASIL VAMOS TIRAR ESSE BANDO POLITICOS COVARDES,CORRUPTOS E MAL CARATER QUE ESTÃO ACABANDO COM O BRASIL ou então continuem comprando bujigangas com o que sobra do bolsa familha esperando a vaca acabar de se enterrar na lama pois no Bréjo ela já está a muito tempo.

    Curtir

    Comentário por Euler — agosto 19, 2013 @ 19:44 | Responder

  18. Matéria muito boa, parabéns.

    Curtir

    Comentário por solange ribeiro — novembro 9, 2013 @ 14:50 | Responder

  19. Verdade. Embora escravos, a prática de exportar mão de obra lhes rendeu sair da miséria absoluta, daqui algum tempo, irão nos deixar na miséria absoluta.

    Curtir

    Comentário por Mariana — outubro 24, 2014 @ 16:32 | Responder

  20. Comprando produtos chineses estamos alimentando a escravidão na China? Não vejo dessa forma, uma China que aprendeu a comer tudo o que rasteja porque passava muita fome, deve apreciar muito essa escravidão que lhe impomos. Caiam na real. Se ninguém comprar da China, não haverá trabalho escravo e nem trabalho algum. As pessoas não estão a prejudicar chineses, mas a si próprias e a seu país. Infelizmente é o melhor modo de sobrevivência que a China arranjou, trabalhar muito! É parecido conosco em certos períodos. Trabalhamos como escravos para depois melhorar um pouco, digo melhor que a China em termos que ganhamos um salário melhor que o deles, acho que trabalhamos menos conforme o texto, mas ainda nos parecemos com a China. Então, deixemos de baboseiras, sabem porque? Não há um ser nesse planeta que não tenha um produto da china em casa, ou você acha que porque comprou na Loja Luis Viton não foi feito na China com mão de obra escrava? Ninguém é santo e nem melhor que ninguém por aqui. E certa vez ao compra um produto pelo Ebai, um chinês me pediu para fingir que havia recebido o produto, pois o suposto patrão dele iria mandá-lo embora caso eu dissesse no site que não recebi. Depois descobri que dizia a mesma coisa para todos e não mandava o produto. Muita gente esperta por lá.

    Curtir

    Comentário por Mariana — outubro 24, 2014 @ 16:54 | Responder

  21. ADOREI SEU POST JA COMPARTILHEI COMCORDO 100% !!! NAO AOS PRODUTOS DA CHINA!!!!

    Curtir

    Comentário por MARIANA — fevereiro 10, 2015 @ 19:16 | Responder

  22. Parece que agora, 2017, haverá uma reação da parte do Donald Trump. Não é o caso de gostar ou concordar com ele mas, por ser um homem de negócios, Trump enxerga este problema com clareza.

    Curtir

    Comentário por Edir M. Zucolli — janeiro 2, 2017 @ 8:08 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: